quinta-feira, 19 de julho de 2018

“Campeonato da Europa realiza-se na Estónia nos dias 20, 21 e 22 de julho 2018”

O Campeonato da Europa de Triatlo Sprint irá realizar-se nos dias 20, 21 e 22 de julho na Estónia estando convocados triatletas do escalão elite e junior – feminino e masculino.

De realçar a presença de dois novos triatletas de paratriatlo, empenhados na integração do projeto paralímpico.

O Campeonato da Europa revelou-se um momento gigantesco para o nosso país e para o trialo nacional em 2017, com João Pereira a vencer a competição, João Silva a conquistar a medalha de bronze e Vasco Vilaça a ganhar a prova de juniores.

Em 2018 o enquadramento de triatletas é diferente, mas a equipa nacional está confiante nos resultados que pode obter tanto na elite como em juniores, como ainda no paratriatlo.

Fonte: FTP

“TOUR/GERAINT THOMAS VENCE NO ALPE D'HUEZ E SEGURA LIDERANÇA”

Britânico tem 1.38 minutos de avanço sobre Chris Froome

Por: Lusa

Foto: Reuters

O britânico Geraint Thomas (Sky) manteve esta quinta-feira a liderança da Volta a França, ao vencer a 12.ª etapa, entre Bourg-Saint-Maurice e Alpe d'Huez.

No final dos 175,5 quilómetros, Thomas repetiu a vitória da véspera, em 5:18.37 horas, menos dois segundos do que o holandês Tom Dumoulin (Sunweb) e três do que o francês Romain Bardet (AG2R La Mondiale), segundo e terceiro classificados na etapa, respetivamente.

Na geral, Thomas tem 1.38 minutos de avanço sobre o compatriota e companheiro de equipa Chris Froome e 1.50 sobre Dumoulin.

Na sexta-feira, a 13.ª etapa vai ligar Bourg d'Oisans a Valence, num percurso de 169,5 quilómetros.

Fonte: Record on-line

“TOUR/PETER SAGAN SOBE MONTANHAS NO TOUR E PELO MEIO ANUNCIA DIVÓRCIO”

Ciclista revela no Facebook que se separou de Katarina Smolkova, com quem tem um filho

Foto: EPA

O ciclista eslovaco Peter Sagan anunciou no Facebook que o seu casamento com Katarina Smolkova (oficializado em 2015) chegou ao fim. A revelação foi feita em plena Volta a França, onde o corredor se encontra a competir com a Bora.

"Depois de muita reflexão, a Kate e eu chegámos à conclusão que o melhor era separarmo-nos. Sentimos que devemos continuar as nossas vidas como dois bons amigos e ambos concluímos que é a melhor decisão", escreveu o corredor, um dos melhores velocistas do pelotão e atual campeão do Mundo.

"Apaixonámo-nos, tivemos um passado bonito juntos, fomos abençoados com um lindo filho, o Marlon. A Kate foi uma parte importante da minha vida, apoiou-me nos últimos anos da minha carreira e é uma mãe fantástica. Não temos rancor, vamos por caminhos separados com respeito mútuo. O nosso principal foco de atenção agora será o Marlon. Vamos fazer o possível para lhe proporcionar um ambiente de carinho para a sua educação e sermos os pais mais carinhosos e dedicados que ele poderia ter. Não vou falar mais sobre este tema e agradeço antecipadamente a todos por respeitarem a nossa privacidade", escreveu.

Fonte: Record on-line

“TOUR/RIGOBERTO URAN ABANDONA ANTES DA 12.ª ETAPA”

Colombiano sofreu queda no 'pavé' de Roubaix, na 9.ª tirada

Por: Lusa

Foto: EPA

O colombiano Rigoberto Urán (Education First-Drapac), segundo classificado em 2017, abandonou esta quarta-feira a Volta a França, antes do início da 12.ª etapa, que liga Bourg-Saint-Maurice ao Alpe D'Huez.

Urán sofreu uma queda na nona etapa, no 'pavé' de Roubaix, e nas duas últimas tiradas perdeu muito tempo, acabando por ser forçado a abandonar, devido, segundo a sua equipa, a dores na zona lombar e na perna esquerda.

"Ontem [quarta-feira] foi o primeiro dia de alta montanha, todo o dia a subir e tive dores permanentes no meu corpo", disse Urán.

Para o diretor desportivo da Education First-Drapac, Charles Wegelius, considerou que "o mais importante neste momento é a saúde do corredor".

Após as 11 primeiras etapas, Urán era 30.º da geral, a 31.03 minutos do líder, o britânico Geraint Thomas (Sky).

Fonte: Record on-line

“2ª Etapa/JULEN IRIZAR VENCE SEGUNDA ETAPA DO GP NACIONAL 2”

Alarcón mantém camisola amarela

Por: Lusa

Foto: Lusa

O espanhol Julen Irizar (Euskadi-Murias) venceu esta quinta-feira isolado a segunda etapa do Grande Prémio Nacional 2, com o seu compatriota Raul Alarcón (W52-FC Porto) a manter a liderança.

Irizar foi o resistente da fuga do dia e terminou os 177,2 quilómetros, entre Castro Daire e Pedrógão Grande, em 4:30.18 horas, menos 13 segundos do que o compatriota Mario Gonzalez (Sporting-Tavira) e do que o português João Matias (Vito-Feirense-Blackjack), que lideravam o pelotão e no qual estava o líder Alarcón.

O vencedor da Volta a Portugal em 2017 tem 2.39 minutos de avanço sobre Gonzalez e 2.46 sobre o compatriota David de la Fuente (Aviludo-Louletano).

A etapa ficou marcada por um incidente com os homens da fuga, que chegou a ter mais de seis minutos de avanço, quando o carro da Euskadi-Murias derrubou o espanhol Txomin Arrieta (Euskadi).

Irizar, que chegou a ser líder virtual, e o uruguaio Mauricio Moreira (Caja Rural) esperaram por Arrieta, o que permitiu que o pelotão reduzisse drasticamente a diferença.

Na sexta-feira, corre-se a terceira etapa, de 144,1 quilómetros, entre Pedrógão Grande e Montargil.

Fonte: Record on-line

“18º Passeio Melides”

O Clube de Campismo de Lisboa de Melides leva para a estrada no próximo dia 2 de setembro o seu 18º passeio de cicloturismo.

O evento terá um trajeto de 70 quilómetros, tem concentração marcada para a 8,30 junto às instalações do Parque de Melides, e a partida marcada para as 9 horas.

Para mais informações e inscrições, pode ser feito pelos telefones: 269 907 151 ou 926 100 757 ou pelo mail:  brazguerrinha@hotmail.com   

No final um grande almoço final, com um magnífico porco no espeto.

Participe.

“1ª Etapa/EFAPEL começou a aventura da N2

          Rafael Silva foi o melhor na primeira etapa da prova

          Percurso desenhado na estrada mais longa do país

          Etapa inaugural ligou Chaves a Castro Daire

O primeiro dia do Grande Prémio da Nacional 2 ficou marcado pela muitas movimentações que partiu o pelotão e que levou Rafael Silva à nona posição no risco de meta. O ciclista foi o melhor representante da Equipa EFAPEL e ocupa o mesmo lugar, a 3m04 segundos do camisola amarela, Raul Alarcon.

Esta é uma nova competição no calendário velocipédica nacional. O Grande Prémio da Estrada Nacional 2 realiza-se até domingo e percorre a maior estrada da Europa. No arranque da competição, a EFAPEL teve Rafael Silva como o melhor mas fechou o dia, depois de percorridos 140 quilómetros, com vários corredores na primeira metade da tabela classificativa.

Amanhã realiza-se a segunda etapa desta competição que começou em Chaves e termina em Faro no domingo. O pelotão vai arrancar de Castro Daire e termina em Pedrogão Grande. São 177 quilómetros que os ciclistas têm de pedalar.

Fonte: Efapel