segunda-feira, 17 de setembro de 2018

“Equipa Portugal/Doze corredores representam Portugal no Mundial de estrada”


Por: José Carlos Gomes

A Equipa Portugal vai competir, entre 24 e 30 de setembro, no Campeonato do Mundo de Estrada, em Innsbruck, Áustria, com doze ciclistas, anunciou hoje o selecionador nacional, José Poeira.

A equipa de elite que representará Portugal na prova de fundo, no dia 30 de setembro, será composta por Nelson Oliveira (Movistar Team), Rúben Guerreiro (Trek-Segafredo), Rui Costa (UAE Team Emirates) e Tiago Machado (Team Katusha Alpecin). É um bloco experiente e coeso, formado por corredores acostumados a corridas duras e extensas, como será o caso do Mundial austríaco, com 265 quilómetros.

A seleção de elite também marca presença no contrarrelógio de 52,5 quilómetros, a disputar no dia 26 de setembro. Nelson Oliveira, quarto classificado no mundial de 2017, vai tentar estar de novo com os melhores. Para esta prova foi ainda chamado o bicampeão nacional da especialidade, Domingos Gonçalves (Rádio Popular-Boavista).

A Equipa Portugal também vai alinhar com quatro corredores na prova de fundo para sub-23, a disputar ao longo de 186,2 quilómetros, no dia 28 de setembro. José Poeira selecionou para essa corrida André Carvalho (Liberty Seguros-Carglass), Gonçalo Carvalho (Miranda-Mortágua), João Almeida (Hagens Berman Axeon) e Tiago Antunes (SEG Racing Academy).

Também em sub-23 há um corredor que compete no contrarrelógio e não na prova de fundo, cujas caraterísticas não lhe são favoráveis. É Ivo Oliveira, que divide as atenções nacionais no exercício individual com o colega de equipa João Almeida. O contrarrelógio de sub-23 está marcado para o dia 24 e é a primeira prova por seleções do programa do Mundial com presença portuguesa.

Os juniores Afonso Silva (Sporting/Tavira/Formação Eng. Brito da Mana) e Guilherme Mota (Alcobaça CC/Crédito Agrícola) vestem as cores de Portugal no contrarrelógio, 25 de setembro, e na prova de fundo, dia 27.

“O percurso é exigente em todas as provas em linha e no contrarrelógio de elite. São distâncias muito longas em traçados de grande exigência, dos mais difíceis dos últimos anos. Confiamos em todos os corredores convocados e vamos trabalhar para, em corrida, termos possibilidade de estar na discussão de todas as provas. Acredito que será um bom Campeonato do Mundo para Portugal”, afirma José Poeira.

De acordo com as contas da União Ciclista Internacional, a prova de fundo para elite de Innsbruck será a décima com maior acumulado de subida na história do Campeonato do Mundo. É preciso recuar 22 anos, até à prova de 1996, em Lugano, para encontrar uma corrida com maior grau de dureza montanhosa. O acumulado na Suíça foi de 5145 metros. Em Innsbruck será de 4670 metros.

As restantes provas de fundo também apresentam grandes dificuldades, a de juniores com um acumulado de 1916 metros, distribuído por 138,4 quilómetros, e a de sub-23 com 2910 metros repartidos por 186,2 quilómetros.

Os contrarrelógios de sub-23 e de juniores terão 28,5 quilómetros, sendo essencialmente a rolar, apesar de incorporarem alguns falsos planos e rampas desafiantes. O exercício individual de elite terá 52,5 quilómetros, que ficarão marcados pela subida de Gnadenwald – 4,9 quilómetros com inclinação média de 7,1 por cento e rampas que chegam aos 14 por cento -, uma dificuldade colocada a 22 quilómetros do final.

Rui Costa, campeão mundial de fundo em 2013, e Nelson Oliveira, quarto classificado no contrarrelógio em 2017, são os corredores com melhores resultados na história do ciclismo português de elite no Campeonato do Mundo de Estrada.

 

Agenda da Equipa Portugal

24 de setembro

13h40-15h50: Contrarrelógio Sub-23 – Hall-Wattens – Innsbruck, 28,5 km

 

25 de setembro

9h10-11h40: Contrarrelógio Juniores - Hall-Wattens – Innsbruck, 28,5 km

 

26 de setembro

13h10-16h00: Contrarrelógio Elite – Alpbachtal Seenland – Innsbruck, 52,5 km

 

27 de setembro

13h40-17h15: Prova de Fundo Juniores – Kufstein – Innsbruck, 138,4 km

 

28 de setembro

11h10-15h50: Prova de Fundo Sub-23  – Kufstein – Innsbruck, 186,2 km

 

30 de setembro

8h40-15h40: Prova de Fundo Elite -  – Kufstein – Innsbruck, 265 km

Fonte: FPC

“CAMPEOBATO DO MUNDO DE TRIATLO EM GOLD COAST”

RICARDO BATISTA EM BOM PLANO NA AUSTRÁLIA

Por: Paulo Vieira

RICARDO BATISTA esteve em BOM PLANO ao conquistar um brilhante 15ºLUGAR no CAMPEONATO DO MUNDO DE TRIATLO realizado em Gold Coast na Austrália, no passado sábado, 15 de Setembro, ao serviço da Seleção Nacional de Triatlo em Juniores, e no domingo, 16 de Setembro, integrou a equipa que alcançou o 4ºlugar na prova de estafetas mistas de juniores e sub-23, incluída neste Campeonato do Mundo de Triatlo. Excelentes resultados para o triatlo português, e também para o TRIATLO DO CLUBE DE NATAÇÃO DE TORRES NOVAS.

Depois do 4ºlugar conquistado em Julho no Campeonato da Europa de Triatlo realizado na Estónia, RICARDO BATISTA voltou a confirmar o seu nível este fim-de-semana na Austrália, realizando um excelente segmento de natação com 750m, ao sair na 8ªposição da água com um tempo de 8m57s.

O segmento de ciclismo com 20kms, foi mais uma vez determinante neste tipo de competição, com o 1ºgrupo a chegar ao parque de transição composto por cerca de 30 atletas, e Ricardo Batista a sair para a corrida de 5kms na 33ªposição. No entanto, o atleta torrejano conseguiu recuperar 18 posições na corrida, e concluiu a sua prova no 15ºlugar com um tempo de 54m16s, sendo o 2ºmelhor atleta português em prova, uma vez que o atleta do Benfica, Vasco Vilaça terminou no 9ºlugar.

No dia seguinte, Ricardo Batista integrou a equipa portuguesa de estafetas mistas de juniores e sub-23, realizando o 2ºpercurso com 250m/natação, 7kms/ciclismo e 1,4kms/corrida em 19m44s, recebendo o testemunho na 2ªposição da atleta sub-23 do Benfica, Melanie Santos, e entregando na 3ªposição a Gabriela Ribeiro, atleta júnior do Alhandra, sendo o último percurso realizado por Vasco Vilaça, que concluiu a prova na 4ªposição, a apenas 3 segundos da medalha de bronze.

PAULO ANTUNES técnico na ESCOLA DE TRIATLO DO CLUBE DE NATAÇÃO DE TORRES NOVAS, sente-se bastante satisfeito com a prestação e o nível atingido pelo seu atleta RICARDO BATISTA ao longo desta época, que já vai longa, mas apenas termina no final de Outubro, com a realização no Funchal, da Taça de Europa de Triatlo em Elite.

Fonte: ESCOLA DE TRIATLO DO CLUBE DE NATAÇÃO DE TORRES NOVAS

“Reportagem no “Jornal de Ciclismo” do evento: “Bicla Fest – Lisboa Ciclável.2018”

Reportagem no “Jornal de Ciclismo” do evento: “Bicla Fest – Lisboa Ciclável.2018”

 


OJornal de Ciclismo”, publicou a reportagem do evento: “Bicla Fest – Lisboa Ciclável.2018” realizado este domingo em LIsboa, a mesma pode ser visualizada em: http://jornalciclismo.com/?p=48919 ou em: http://jornalciclismo.com  onde pode ainda visualizar outras notícias.

Reportagem no “O Praticante” do evento: “Bicla Fest – Lisboa Ciclável.2018”

O “O Praticante” publicou a reportagem do evento: “Bicla Fest – Lisboa Ciclável.2018” realizado este domingo em Lisboa,  a mesma pode ser visualizada em: http://www.opraticante.pt/bicla-fest-lisboa-ciclavel-participantes/ ou em: http://www.opraticante.pt/  onde pode ainda visualizar outras notícias.