quarta-feira, 8 de janeiro de 2020

“Bjarne Riis regressa para liderar equipa NTT Pro Cycling”

“Muitos dizem que este é o meu regresso, mas eu não concordo. Nunca deixei realmente o ciclismo”, atirou, em conferência de imprensa.

O dinamarquês Bjarne Riis, antigo ciclista que venceu a Volta a França em 1996, admitindo que estava dopado, anunciou hoje o regresso ao ciclismo, como diretor desportivo da sul-africana NTT Pro Cycling, única equipa africana no WorldTour.

Riis estava fora do mundo do ciclismo desde 2015, quando abandonou a Tinkoff-Saxo, voltando agora ao principal patamar da modalidade após ter tentado estabelecer equipas dinamarquesas nas divisões inferiores.

A Virtu Cycling, equipa detida pelo antigo corredor, adquiriu um terço da NTT, que tem corrido sob o nome Dimension Data, prometendo criar “uma das melhores equipas do mundo” a tempo da saída de Copenhaga do Tour, em 2021.

“Muitos dizem que este é o meu regresso, mas eu não concordo. Nunca deixei realmente o ciclismo”, atirou, em conferência de imprensa.

Riis começou a carreira como diretor na CSC, posteriormente Tinkoff-Saxo, tendo dirigido ciclistas como Laurent Jalabert ou Alberto Contador, tendo ainda gerido a Virtu Cycling, equipa feminina, e a masculina Team Waoo, que terminou em 2019.

Fonte: Sapo on-line

“Agenda de Ciclismo”

Campeonato Nacional de Ciclocrosse a abrir o ano

Por: André Antunes

O Campeonato Nacional irá encerrar a época de Ciclocrosse, no dia 12 de janeiro, domingo, no Parque Corgo de Vila Real. Esta será a primeira prova nacional do calendário velocipédico, de 2020.

Márcio Barbosa (Aviludo-Louletano) é o atual campeão nacional de Ciclocrosse na categoria de elite masculina. O ciclista pacense venceu o título em Marrazes no ano transato. O corredor vai ter um trabalho árduo para manter a camisola de campeão, visto que se trata de um título importante, em que todos querem obter a vitória. A par de Márcio Barbosa, Mário Costa (AXPO/FirstBike Team/Vila do Conde) e Roberto Ferreira (Guilhabreu BTT) obtiveram triunfos na Taça de Portugal e têm agora a oportunidade de fechar a época com chave de ouro.

Nas femininas, Ana Santos é a detentora do título de campeã nacional, acabando por surpreender as suas adversárias, no seu primeiro ano de júnior, onde acabou por vencer a prova de elite. A jovem vila-condense vai tentar, certamente, revalidar o título, em Vila Real. A atleta venceu todas as provas da sua categoria na Taça de Portugal, e parte como a grande candidata à vitória. Daniela Pereira (Maiatos) e Joana Monteiro (AXPO/FirstBike Team/ Vila do Conde) completaram o pódio da Taça de Portugal e podem assumir o protagonismo.

A disputa pelos títulos envolverá 14 categorias. O programa começa com a primeira corrida do Campeonato da Juventude, prova exclusiva para os juvenis, pelas 9h45. De seguida, os masters entram em ação, pelas 10h45. A corrida de cadetes masculinos e de todas as femininas será realizada pelas 12h. A prova de elite, de sub-23 e juniores masculinos realizar-se-á às 14h45.         

Fonte: FPC