segunda-feira, 1 de julho de 2019

“Resultados Circuito Jovem Centro Interior 2019”

O Circuito Jovem do Centro Interior decorreu entre 16 de fevereiro e 8 de junho e contou com a presença e empenho de oito clubes.


I Duatlo em Alpiarça, uma prova de BTT, 16 de fevereiro

No Duatlo Jovem de BTT que se realizou em Alpiarça participaram por equipas o Clube de Natação Torres Novas que somou 210 pontos, o Fátima Escola de Triatlo que pontuou 190, o Clube Triatlo de Abrantes com 180 pontos, o Clube de Triatlo do Fundão com 170 pontos, o Clube de Natação do Cartaxo com 160 pontos, o Clube 4 Estilos com a pontuação de 150, o Clube Rio Maior Triatlo com 140 pontos.


Aquatlo de Torres Novas, 16 de março

Neste Aquatlo de Torres Novas participaram o Clube de Natação Torres Novas que pontuou 210 pontos, o Fátima Escola de Triatlo ficou com 190 pontos, o Clube de Natação do Cartaxo com 180 pontos, o Clube 4 Estilos com 170 de pontuação, o Clube de Triatlo de Abrantes com 160 pontos, o Clube de Triatlo do Fundão com 150 pontos, o Clube Águias de Alpiarça com 140 de pontuação.


Triatlo Cross de Abrantes, 19 de maio

A 3ª etapa do Circuito Jovem de Abrantes foi disputada em formato de Triatlo Cross e realizada nas piscinas Municipais de Abrantes. Quanto às pontuações por equipas foi o Clube de Natação Torres Novas com 210 pontos, o Clube de Natação do Cartaxo teve 190 pontos, seguido do Clube Triatlo de Abrantes com 180 pontos, o Fátima Escola de Triatlo com 170 de pontuação, o Clube do Triatlo do Fundão com 160 pontos, o Clube 4 Estilos com 150 pontos.

No Triatlo Cross de Abrantes, na vertente estafetas, o Clube de Triatlo de Abrantes pontuou 210, seguido do Clube de Natação do Cartaxo com 190 pontos e o Fatima Escola de Triatlo somou 180 pontos.


Triatlo Regional do Cartaxo, 8 de junho

Na última etapa do Campeonato do Circuito Regional Centro interior, o Clube de Natação Torres Novas fez 210 pontos, a equipa do Fátima Escola de Triatlo pontuou 190, o Clube de Natação do Cartaxo com 180 pontos, o Clube de Triatlo de Abrantes com 170 pontos, o Clube de Triatlo do Fundão com 160 de pontuação, o Clube 4 Estilos com 150 pontos, o Clube Águias da Alpiarça com 140 de pontuação.

Resultados finais por equipas:

1º Fátima Escola de Triatlo com 920 pontos

2º Clube Triatlo de Abrantes com 900 pontos

3º o Clube de Natação do Cartaxo com 900 pontos

4º Clube de Natação de Torres Novas com 840 pontos

5º Clube de Triatlo do Fundão com 640 pontos

6 º Clube 4 Estilos com 620 pontos

7º Águias de Alpiarça com 280 pontos

8º Rio Maior Triatlo com 140 pontos

No top 3 ficou a equipa do Fátima Escola de Triatlo, que alcançou a primeira posição, seguido do Clube Triatlo de Abrantes que conseguiu o 2º lugar, ficando em terceiro o Clube de Natação do Cartaxo.

De realçar todo o empenho demonstrado, pelo que todos os clubes estão de parabéns, assim como os atletas que têm todo o mérito nesta competição.

Muitos parabéns aos atletas, pais, clubes e todos os envolvidos neste circuito.

Fonte: FPT

“Nelson Oliveira na Volta a França dois anos depois”

Movistar confirma participação de ciclista português

O português Nelson Oliveira vai voltar a disputar a Volta a França, entre sábado e 28 de julho, dois anos depois da sua última participação, anunciou esta segunda-feira a equipa espanhola Movistar.

O corredor natural de Anadia, de 30 anos, que conquistou a medalha de prata no contrarrelógio individual dos II Jogos Europeus, em Minsk, foi um dos oito escolhidos pelo diretor desportivo Eusebio Unzué para a principal prova do calendário velocipédico mundial.

Nelson Oliveira tem como melhor classificação o 47.º lugar em 2015, na segunda das suas três presenças no Tour - foi 87.º na estreia, em 2014, e 80.º em 2016.

Na partida para a corrida, em Bruxelas, a Movistar vai ter como líderes o colombiano Nairo Quintana, segundo em 2013 e 2015 e terceiro em 2016 e vencedor do Giro em 2014 e da Vuelta em 2016, e o espanhol Alejandro Valverde, atual campeão do mundo de fundo e terceiro no Tour de 2015.

O costarriquenho Andrey Amador e os espanhóis Mikel Landa, que foi quarto na Volta a França de 2017, Marc Soler, Carlos Verona e Imanol Erviti são as outras apostas da Movistar para a prova gaulesa.

A confirmação da presença de Nelson Oliveira aumenta para três o número de portugueses presentes à partida para a 106.ª edição da Volta a França, juntamente com Rui Costa (UAE-Emirates) e José Gonçalves (Katusha Alpecin).

A Volta a França vai partir de Bruxelas, no sábado, e termina nos Campos Elísios, em Paris, três semanas depois.

Fonte: Record on-line

“Equipamentos de Rui Costa leiloados para ajudar bebé Matilde”

Ciclista português doou 4 equipamentos completos e originais seus com as riscas do arco-íris, que representam o mundial de ciclismo 2013

 O ciclista Rui Costa juntou-se ao cordão solidário para ajudar a bebé Matilde e doou equipamentos completos e originais para posterior leilão cujos lucros reverterão para a conta da menina.

Numa publicação na página de Facebook da menina, criada pelos pais para divulgar o caso, foi anunciado, este domingo, o leilão de quatro equipamentos do ciclista.

"O ciclista Rui Costa também não ficou indiferente ao sofrimento da Matilde e está a doar 4 equipamentos completos e originais seus com as riscas do arco-íris, que representam o mundial de ciclismo 2013, onde se sagrou campeão do mundo", lê-se na página que conta com mais de 171 mil seguidores.

"Estes equipamentos representam uma das maiores provas da sua carreia, com a mesma garra necessária que a Matilde tem tido para esta sua batalha", lê-se ainda. A publicação que conta já com mais de mil partilhas e centenas de comentários - em apenas duas horas - descreve também de que forma se pode participar neste leilão.

A conta solidária para arrecadar dinheiro para que os pais da Matilde consigam comprar aquele que é o medicamento mais caro do mundo e a única esperança para a bebé já ultrapassou os 800 mil euros.

De acordo com a última publicação, atualizada pelos pais no Facebook, a onda de generosidade permitiu que os pais chegassem quase a meio do objetivo final, de dois milhões de euros. "Graças a todos vocês que caminham connosco, lado a lado, que tem ajudado cada um da forma que pode, conseguimos chegar aos 817,690 mil", escreveram os pais da pequena Matilde.

Os pais deixaram também uma palavra de agradecimento pela generosidade e solidariedade do povo português.

"Temos muito orgulho em ser portugueses, mas ainda mais orgulho no povo português. Nunca será possível expressar o tamanho da nossa gratidão perante a vossa generosidade, solidariedade e apoio nesta nossa luta que se tornou a vossa também", pode ler-se na publicação.

A menina com apenas dois meses, que sofre de atrofia muscular espinhal de tipo 1, ainda se encontra internada nos cuidados intensivos, permanecendo estável e sem febre.

Fonte: Record on-line

“Downhill Urbano e Trial Bike em Paredes de Coura”

Paredes de Coura recebe nos dias 6 e 7 de julho o 4º Downhill Urbano de Paredes de Coura e o Open de Trial Bike.

O DHU é aberto à participação (além das categorias de competição) de todos os interessados que poderão participar integrados na categoria de promoção.

O Open de Trial Bike será realizado no dia 6 de julho (sábado), entre as 21 e as 23 horas, realizando-se o DHU no dia a seguir.

O 4º Downhill Urbano de Paredes de Coura - promovido conjuntamente pela Câmara Municipal de Paredes de Coura e pela Associação de Ciclismo do Minho - terá uma pista bastante dinâmica, aproveitando ao máximo o declive natural do percurso, complementada por diversos obstáculos artificiais, pretendendo simultaneamente fazer as delícias dos pilotos em termos de condução e o deleite do público, em termos da espetacularidade das manobras necessárias à transposição dos obstáculos.

O 4º Downhill Urbano de Paredes de Coura terá prémios monetários em disputa e a participação (além das categorias de competição, de cadetes a master) é aberta a todos os interessados que poderão participar integrados na categoria de promoção.

Com períodos para treinos entre as 09h00 e as 12h00, a manga de qualificação começará às 13h30 e a manga final (sistema de manga única) às 15h00. A cerimónia de entrega de prémios está marcada para as 17h30.

A pista do 4º Downhill Urbano de Paredes de Coura, com uma extensão superior a mil metros, tem início no Penedo-do-Milho, integrado no Parque de Lazer do Penedo-das-Vistas, a 453m de altitude, um miradouro privilegiado para contemplação da paisagem urbana da Vila, bem como de parte do território do concelho de Paredes de Coura.

O epicentro da prova é o Parque Urbano das Portas do Corno de Bico, junto ao Centro Cultural de Paredes de Coura, localização da porta de chegada. Contiguamente a esta situa-se o Paddock, a zona de assistência e o parque de carga do transporte até à porta de saída, localizada no Penedo-do-Milho.

O 3º Downhill Urbano de Paredes de Coura tem o apoio das seguintes entidades: Federação Portuguesa de Ciclismo, Cision, Score Tech, Arrecadações da Quintã, Raiz Carisma - Soluções de Publicidade, POPP Design e Navega Rías Baixas.

Fonte: ACM

“Taça da Europa “Premium” de Triatlo em Holten (Holanda)”

MADALENA ALMEIDA e RICARDO BATISTA

Com excelentes prestações na Holanda

MADALENA ALMEIDA e RICARDO BATISTA alcançaram excelentes resultados na TAÇA DA EUROPA “Premium” em Elites, disputada no passado sábado dia 29 de junho, em Holten na Holanda.

Depois de no início do mês estarem presentes em Weert no mesmo país, no Campeonato da Europa, este 2 atletas estiveram em bom plano nesta Taça da Europa. MADALENA ALMEIDA alcançou um brilhante 5ºlugar, após uma natação de muito contacto, conseguiu alcançar o grupo da liderança aos 6kms do ciclismo, deixando a decisão para os últimos 5kms de corrida, enquanto RICARDO BATISTA, que ainda é júnior competiu no escalão de Elites, alcançou o 19ºlugar com mais uma prova cheia de atitude onde por diversas vezes liderou no segmento de ciclismo. Uma prova disputada em formato sprint (750m/natação, 20kms/ciclismo e 5kms/corrida), que foi decidida no segmento de corrida, depois de uma chegada em pelotão no ciclismo.

Nesta TAÇA DA EUROPA, mas na prova de Juniores, estiveram mais 2 atletas torrejanos em ação. AFONSO DO CANTO alcançou o 29ºlugar numa prova muito consistente do princípio ao fim, e JOSÉ PEDRO VIEIRA, devido a uma indisposição, não conseguiu concluir a última volta do segmento de corrida, depois de sair em 8ºlugar na natação e estar integrado no grupo da frente do ciclismo.

 

1ºTriatlo Jovem de Soure (4ªetapa nacional)

ESCOLA TRIATLO TORRES NOVAS com 11 atletas no TOP10 em Soure

A ESCOLA DE TRIATLO DO CLUBE DE NATAÇÃO DE TORRES NOVAS alcançou o 3ºlugar na 4ªetapa do Campeonato Nacional Jovem de Triatlo, entre 29 clubes presentes. O 1ºTriatlo Jovem de Soure decorreu no sábado, 29 de junho, no Parque dos Bacelos em Soure, e foi uma organização da Câmara Municipal de Soure, com o apoio técnico da Federação de Triatlo de Portugal.

Divididos em 4 escalões etários, desde Benjamins a Juvenis, os jovens atletas percorreram diferentes distâncias ajustadas à sua idade, que variaram entre 50m/natação, 1km/ciclismo, 400m/corrida, e os 300m/natação, 8kms/ciclismo e 2000m/corrida.

Individualmente, a Escola de Triatlo torrejana teve 2 presenças no pódio, em Benjamins femininos a atleta MARIA SOUSA terminou na 3ªposição, e em Juvenis masculinos, JOÃO NUNO BATISTA alcançou um excelente 2ºlugar.

Mas existiram mais resultados de destaque, com alguns atletas torrejanos a fixarem-se no TOP10, nomeadamente em Benjamins, com Matilde Albuquerque a conseguir o 7ºlugar e Leonor Gonçalves o 9º, enquanto em masculinos, Santiago Magalhães terminou na 7ªposição e Miguel Moita na 13ª.

Também em Juvenis masculinos, a Escola de Triatlo torrejana teve 4 atletas no TOP10. Para além do 2ºlugar de JOÃO NUNO BATISTA, mais atletas torrejanos se destacaram. Gustavo do Canto terminou a prova no 4ºlugar, Pedro Afonso Razões e José Tadeia no 6º e 7ºlugares, respetivamente.

Em Infantis femininos, Francisca Leirião foi 12ªclassificada, e em masculinos Mateus Nascimento foi mais um torrejano a ficar no TOP10, ao alcançar o 6ºlugar. Simão Vieira foi 12ºclassificado e Tomé Sentieiro 24º.

Em Iniciados, Francisco Carvalho também entrou no TOP10, ao terminar na 9ªposição, enquanto Guilherme Neves alcançou o 24ºlugar e João Coutinho o 33º. No setor feminino, Matilde Moita obteve também o TOP10 ao terminar no 10ºlugar, Mafalda Leirião foi 16ªclassificada, Cláudia Orvalho 21ª, Júlia Marques 31ª e Margarida Inácio 34º.

Ainda em Juvenis, Martim Salvador foi 15ºclassificado, Manuel Dias 16º, Francisco Borges 43º, Vasco Santos 44º e Afonso Mourão 53º. Em femininos, Natércia Carvalho terminou na 23ªposição.

A próxima prova realiza-se no Fundão, no próximo sábado, dia 5 de julho, e será um Duatlo, a 5ªetapa do Campeonato Nacional Triatlo Jovem.

 

CAMPEONATO DA EUROPA DE BIATLE no Machico (Madeira)

MARCO SOUSA – Campeão Europeu de Biatle em M40+

MARCO SOUSA, atleta e treinador da Escola de Triatlo do Clube de Natação de Torres Novas, esteve presente no Campeonato da Europa de Biatle que se realizou no sábado, dia 29 de junho, no Machico na Ilha da Madeira, e venceu a prova na sua categoria de M40+, conquistando a medalha de ouro neste campeonato europeu.

O Biatle é uma variante do Pentatlo Moderno, com os atletas a realizarem dois segmentos de corrida, com distâncias entre os 200m e 1.600m, e pelo meio um segmento de natação, em distâncias que variaram entre os 50m e 200m.

Para além da prova individual, Marco Sousa realizou também uma prova de estafetas mistas no dia anterior, alcançando o 2ºlugar e a respetiva medalha de prata.

Fonte: ESCOLA TRIATLO TORRES NOVAS

“Onda Vermelha em Melgaço”

Texto: AfterTwo //Works    

Fotos: Helena Dias e João Fonseca

A Sicasal Constantinos foi a equipa mais representada nos campeonatos nacionais de fundo e contra-relógio disputados no concelho de Melgaço. Iúri Leitão e Guilherme Simão foram os primeiros a entrar em ação, travando na sexta-feira uma luta contra o relógio durante 24,6 km.

O atleta de Viana do Castelo alcançou o 5º melhor tempo e foi o mais rápido entre os ciclistas não profissionais, enquanto Guilherme Simão terminou o exercício na 13ª posição. No sábado disputou-se a prova de fundo com um percurso em circuito num total de 143 km onde Francisco Guerreiro e Marcelo Salvador cedo começaram a ter protagonismo.

Os dois ciclistas integraram a fuga que ainda antes do quilómetro 20 viria a começar a definir a corrida, mas só Marcelo se manteve na frente até ao fim. O atleta de Alcabideche obteve um excelente desempenho ao longo de toda a prova, mas quando ainda faltavam 100 km para o fim, esta iria a conhecer um novo protagonista. João Almeida, atleta das Caldas da Rainha que milita na equipa americana Hagens Berman Axeon, alcançou o grupo de Marcelo que até então comandava a corrida e depois isolou-se na companhia de Fábio Costa da Oliveirense.

Nos quilómetros finais, muitas foram as iniciativas lançadas a partir do pelotão na tentativa de alcançar os homens da frente. Diogo Sardinha foi um dos que tentou sorte, mas João Almeida, que no dia anterior havia conquistado o título na disciplina de contrarelógio, estava imbatível e foi mesmo o mais forte sobre a meta, alcançando a “dobradinha”.

Salvador foi o 8º mais rápido a cruzar a meta, enquanto Sardinha viu o seu esforço compensado com a 13ª posição. Entre os 11 atletas que na linha de partida se apresentaram com o vermelho e azul da equipa de Torres Vedras, destaque ainda para o 17º lugar alcançado por Daniel Silva e o 34º de Francisco Morais. A equipa “torriense” começa a preparar já a partir da próxima 2ª feira a participação no 42º Grande Prémio Internacional de Torres Vedras que sai para a estrada de 11 a 14 de Julho.

Fonte: Academia Joaquim Agostinho



 

 

“JOÃO LETRAS DA ASFIC É O NOVO CAMPEÃO NACIONAL DE CICLISMO”

A equipa de Ciclismo de Rio Maior, ASFIC – Grupo Parapedra/Dinazoo/Riomagic, disputou na Vila de Alandroal, o Campeonato Nacional de Masters.

A ASFIC participou nesta competição com 7 atletas: João Portela, Edgar Oliveira, Humberto Pereira, João Letras, Jorge Letras, Daniel Ferreira e Diogo Sampaio.

O Campeonato Nacional de Masters é disputado por categorias de 5 anos, estando inscritos cerca de 220 atleta em todas as categorias

A partida da prova deu-se em conjunto, mas para os Elites e Masters 30 a prova tinha cerca de 145 km, e para os Masters 40 cerca de 109km. O percurso era composto por um circuito, com cerca de 36 km, acabando ambas dentro da Vila de Alandroal, sendo que a dos Masters 40 acabava na terceira passagem do pelotão nesta vila alentejana e o restante pelotão acabava na passagem seguinte.

Para esta corrida, a equipa Riomaiorense propunha-se a conquistar a camisola de campeão nacional de elites por parte do João Letras, sendo que para esse objetivo a equipa tinha um enorme trabalho pela frente, proteger o seu colega de equipa de possíveis ataques dos seus adversários diretos, e na parte final, colocar o João Letras numa posição favorável a vencer a prova.

A equipa propunha-se ainda, a tentar colocar o João Portela numa posição para a discussão da conquista da camisola de campeão nacional de M30.

A prova teve início já depois das 11horas, tendo o pelotão rodado inicialmente compacto.

Com cerca de 20 km percorridos, 4 unidades saíram do pelotão, sendo um deles o atleta da ASFIC Edgar Oliveira, e conseguiram ganhar alguns segundos de vantagem, mas aproximadamente com 60 km percorridos, a fuga foi anulada pelo pelotão.

Com o ASFIC sempre a tentar controlar o pelotão e as várias tentativas de fuga a serem sempre anuladas, quando faltava cerca de 5 km para o final, a corrida foi assumida pela ASFIC, com o Jorge Letras a impor um passo forte na corrida, não dando oportunidade aos adversários de alguma tentativa de ataque.

Com o excelente trabalho realizado por toda a equipa, na viragem para a meta, João Letras estava em excelente posição para a discussão da vitória e lançou o sprint, cortando a meta em 1º lugar, vencendo a prova e a sagrando-se campeão Nacional.

João Portela e Diogo Sampaio, na viragem para a meta, ficaram tapados por uma queda que ocorreu na sua frente, ficando arredados de discutir o sprint na disputa das suas categorias.

A ASFIC conseguiu assim vencer a prova do campeonato nacional e conquistar um título de campeão nacional.

João Letras, é o novo campeão nacional de elites amadores, juntando este titulo ao de campeão regional, conquistado no ultimo fim-de-semana, na vila da Maceira- Leiria.

A ASFIC volta a colocar o nome da Cidade de Rio Maior e todos os patrocinadores, no primeiro lugar do ciclismo nacional, vencendo a prova de mais destaque no ciclismo nacional.

A ASFIC dedica este título nacional a todos os patrocinadores sem exceção, que com o seu apoio a equipa, conseguem criar as condições para a equipa superar as despesas dos seus atletas.

A Asfic felicita todos os Campeões Nacionais em título.

Fonte: Asfic