terça-feira, 20 de março de 2018

“DUPLA DE SUCESSO SUPERA "ALENTEJANA"

Texto: AfterTwo //works

Fotos: Paulo Maria /Podium Events e Ana Ferreira

Marvin Scheulen da Sicasal-Constantinos-Delta Cafés foi o melhor entre os ciclistas das equipas sub-23 que participaram na 36ª edição da Volta ao Alentejo, prova que terminou este domingo em Évora, ao fim de 752 quilómetros distribuídos por seis etapas. Um total de 147 atletas em representação de 21 equipas nacionais e estrangeiras apresentaram-se na linha de partida em Vendas Novas, entre elas, a jovem formação de Torres Vedras que viria a obter um desempenho agridoce.
O primeiro dia da "Alentejana" foi disputado sob condições meteorológicas bastante adversas, facto que viria a marcar todos os dias de prova. Muito vento, chuva e algum cansaço acumulado da última competição assolaram a equipa com cinco episódios de desistência, facto que inviabilizou de imediato as ambições numa classificação coletiva. Restava a dupla Marvin Scheulen / Miguel Salgueiro para enfrentar o que ainda faltava de prova, tendo estes assumido a representação da equipa com muita determinação e sentido de responsabilidade e o resultado não podia ter sido mais satisfatório.

Com apenas 18 anos, Miguel Salgueiro mostrou grande maturidade e atrevimento dentro de um pelotão com muita qualidade internacional e foi melhorando a sua prestação gradualmente, justificando a aposta que Hélder Miranda fez na sua convocação para este enorme desafio. Visivelmente satisfeito, Miguel salientou que "foi uma grande experiência, bastante dura! Apesar da queda nesta última etapa consegui concluir a prova e só tenho que estar agradecido à equipa pela oportunidade que me proporcionou e a todos os nossos patrocinadores que sem eles nada disto seria possível.”
Aproveitou ainda para "agradecer a todos pelo apoio manifestado durante toda a prova através das redes sociais e a toda equipa técnica que fez tudo para que nada faltasse durante estes cinco dias."   Marvin Scheulen teve uma prestação bastante regular, ainda que uma queda e alguns problemas mecânicos o tenham impedido de melhorar o desempenho e respetiva classificação.

Deixou nesta competição a indicação de que estamos perante um Atleta com processos de evolução bastante avançados, razão pela qual está sob observação da Federação Portuguesa de Ciclismo como um dos selecionáveis para representar o país em futuros compromissos internacionais. Face a uma concorrência bastante forte, terminou na 19ª posição da classificação geral da juventude (5º melhor Português) numa prova que teve como vencedor Luís Mendonça da Aviludo-Louletano, ciclista que relançou a carreira em Portugal justamente ao serviço da formação torriense, onde deixou marca como excelente profissional e um histórico de muitos episódios de sucesso na época 2016. A equipa Sicasal-Constantinos-Delta Cafés prossegue a atividade competitiva já no próximo domingo dia 25 com a participação na Clássica das Aldeias do Xisto a partir das 12 horas.
Fonte: Academia Joaquim Agostinho

“VOLTA À CATALUNHA: TERCEIRA ETAPA ENCURTADA DEVIDO AO MAU TEMPO”

Esta rota alternativa leva a distância do dia para 153,2 km

Por: Lusa

Foto: EPA

A terceira etapa da Volta à Catalunha, que deveria terminar estância de esqui dos Pirenéus de Vallter 2000, foi encurtada devido ao mau tempo, anunciou esta terça-feira a organização.

"A terceira etapa da Volta terminará em Campodron devido às condições climatéricas", escreveu a organização catalã na sua conta oficial do Twitter.

Esta terceira etapa é considerada como uma das mais importantes do evento e a mudança poderá beneficiar o espanhol Alejandro Valverde, que venceu esta terça-feira a segunda etapa, em Valls (Espanha).

A etapa, que deveria contar com 199,2 km, entre Sant Cugat del Vallés e Vallter 2000, terminará em Campodron, perto da fronteira francesa. Esta rota alternativa leva a distância do dia para 153,2 km.

Fonte: Record on-line

“ÓSCAR SEVILLA RELATA ASSALTO VIOLENTO EM BOGOTÁ: «FIQUEI COM O BRAÇO VIRADO PARA TRÁS»”

Ciclista saiu de casa para treinar e foi intercetado por um grupo, que o agrediu com paus e facas

O ciclista espanhol Óscar Sevilla passou por um momento complicado no último domingo, tendo chegado a temer pela vida. Quando saía de casa para treinar foi atacado por um grupo de meliantes em Bogotá, na Colômbia (onde reside há nove anos com a mulher e as filhas), e acabou no hospital com fraturas num braço e duas costelas partidas. À rádio COPE contou como tudo aconteceu.

"Estou aqui para contar, o que não é pouco", começou por dizer o corredor. "Saí de casa, numa zona relativamente segura em Bogotá, e sensivelmente um quilómetro depois cinco ou seis pessoas atacaram-me numa esquina, com paus e facas. Tiraram-me da bicicleta e começaram a agredir-me. Pedi-lhes que parassem... Tiraram-me a bicicleta, o capacete, os sapatos, os óculos... Tinha medo das facas e por sorte tudo aconteceu muito rápido porque uns vizinhos começaram a gritar. Quando pararam vi que tinha a mão virada para trás. Creio que me partiram o braço com um pau, ou então quando me atiraram ao chão, não sei... Mas ficou virado para trás, foi horrível", contou o ciclista da Medellín–Inder.

Sevilla explicou que o grupo era constituído por "miúdos jovens, magros e morenos". "A polícia disse-me que já os identificou, trata-se de um bando que estão a seguir há uns seis meses e que rouba ciclistas desta forma. Espero que os prendam depressa."

O corredor aproveitou também para agradecer a quem o ajudou. "Os vizinhos ajudaram-me rápido, dois deles trabalham na Cruz Vermelha e socorreram-me logo; outro levou-me ao hospital." A bicicleta, avaliada em cerca de 8 mil euros, já apareceu. "A polícia encontrou-a num parque de estacionamento, mas ainda não a tenho. Parece que foi lá deixada por um miúdo de 14 anos..."

O incidente pode ter precipitado o fim da carreira de Óscar Sevilla, de 41 anos. "Agora tenho medo de sair de bicicleta, isto aconteceu num sítio inesperado...Já comentei com a minha mulher que não sei se vou continuar a correr. Estou prestes a retirar-me, mas as bicicletas vão continuar a fazer parte da minha vida."

Fonte: Record on-line