sexta-feira, 25 de maio de 2018

“FROOME ATACOU A 80 KM DA META E É O NOVO LÍDER DO GIRO”

Etapa magistral do britânico

Por: Ana Paula Marques

Chris Froome é o novo camisola rosa da Volta a Itália, depois de ter ganho a penúltima etapa. O britânico realizou uma etapa espectacular, a mais fenomeanal mesmo da sua carreira, ao atacar a cerca de 80 quilómetros da meta. Nesta altura o então líder, o compatriota Simon Yates, já tinha estava atrasado, pelo que a preocupação de Froome passou a ser sobretudo o holandês Tom Dumoulin, o segundo da geral.

Com o passar dos quilómetros, a vantagem do ciclista da Sky foi aumentando, para anular de vez os 2.54 minutos que tinha de atraso para Dumoulin quando faltavam sensivelmente 20 para o final. Na meta, na contagem de montanha de primeira categoria, em Bardonecchia, Chris Froome ganhou com 3.21 minutos de avanço para o ainda campeão da prova.

O britânico deu pois um grande passo para vencer o Giro pela primeira vez, mas ainda falta mais uma etapa de montanha, sábado. Parte com 40 segundos de vantagem para Dumoulin.

Já o português José Gonaçlves (Katusha) foi 19.º na etapa, a quase 15 minutos de Froome, mas ainda assim subiu duas posições na geral, para ficar à porta do top 15 (é 16.º).

Fonte: Record on-line

“NOVO XTR M9100 TRAZ O MAIS VERSÁTIL GRUPO PARA ATLETAS DE XC, ENDURO E MARATONAS”

XTR M9100: Desenhado para ir ao encontro das exigentes necessidades dos atletas de alta competição, com uma performance e experiência incomparável.

Por: Nuno Candeias

Se existe algo que temos a certeza nesta vida, é o facto do BTT a nível mundial continuar a explorar os limites. As provas de montanha anualmente com disciplinas estão a tornar-se mais exigentes e as bicicletas mais capacitadas. Se os ciclistas necessitam de componentes mais leves, maior controlo das suas bikes ou de sistemas de transmissão mais versáteis, o novo XTR levou mais longe que nunca o desafio da evolução com um conjunto de desenvolvimentos que vão garantir mais velocidade, foco e controlo aos atletas de BTT.

Os pilotos de XC, maratonas e Enduro procuram constantemente alcançar um equilíbrio justo entre velocidade, concentração e controlo, e assim cada deste pontos foi analisado e otimizado durante o desenvolvimento da serie XTR M9100 da Shimano.  

O Novo XTR caracteriza-se pela sua inovadora cassete de 12 velocidades com opções de andamentos 10-45D  ou 10-51D, pinças de travão  de 2 ou 4 pistons, e um novo cubo  com nova tecnologia MICRO SPINE da Shimano.Tal como manetes e pinças de travão redesenhadas que permitem aos pilotos posicionar os  controlos, inclui ainda um manipulo  XTR de espigão regulável  desenhado e posicionado estrategicamente para maior conforto e acção rápida. Em conjunto, com os novos desenvolvimentos consegue-se poupar para cima de 150gr em peso para o piloto de XC e acima de 90gr para pilotos de Enduro com a promessa de comutação mais intuitiva para aprimorar a concentração nos trilhos.

Bas Van Dooren, Líder de equipa de Produto: “ velocidade, concentração, controlo, foram as palavras que estiveram sempre presentes durante a fase de desenvolvimento. Desenhámos o novo XTR para melhorar aceleração e velocidade reduzindo drasticamente as perdas de força da transmissão com um redesenhado sistema de transmissão, Levámos em consideração a precisão com o desenvolvimento de componentes que tornassem a montagem na haste de guiador mais intuitiva. O novo XTR não uma atualização do M9000, foi redesenhado de raiz para podermos encontrar os melhores componentes para o BTT, seja para XC, maratonas ou Enduro.”

NOVA GERAÇÃO DE VELOCIDADE

Cassete:

Os desenvolvimentos na transmissão tiveram como ponto de partida, minimizar passagens de mudança, para trazer ao ciclista um melhor ritmo e cadência entre cada passagem de mudança e assim melhorar no final a sua velocidade geral. O resultado disto, foi a criação de um carreto de 51 dentes, o qual vem com a mesma passagem de 6 dentes como acontece nos últimos 3 carretos (10-12-14-16-18-21-24-28-33-39-45-51D) de modo a manter a cadência.

O novo XTR apresenta ainda uma nova cassete de 12 velocidades 10-45D (10-12-14-16-18-21-24-28-32-36-40-45D) para percursos BTT rápidos ou menos íngremes sem alterações drásticas de cadência. A opção 10-45D (CSM9100-12) é para atletas de XC que pretendam passagens pequenas de mudança e uma montagem mais leve, 10-51D (CS-M9100-12) desenvolvida para o atleta de trail que se cruza inesperadamente com mais subidas.

Ambas as cassetes usam atraentes e diferentes tipos de metal para diferentes carretos para atingir o melhor equilíbrio entre peso e durabilidade. Os carretos maiores usam alumínio, os carretos intermédios usam titânio e os mais pequenos usam aço.

Com o novo XTR chega ainda uma terceira opção de cassete de 11V (CS-M9110-11), para atletas que pretendem criar rodas mais rígidas e leves. Essencialmente esta opção é baseada na cassete de 10-51D onde foi removido o carreto 51D para criar uma cassete de 11V mas com o mesmo espaçamento  das cassetes de 12V.

Tecnologias do Cubo: Para o encaixe nos sistemas de 12V, a Shimano re-estruturou o design do cepo com uma nova tecnologia conhecida como MICRO SPLINE que permite o encaixe nas suas cassetes. Assim como a introdução da tecnologia SCYLENCE nos cubos traseiros da Shimano. Esta tecnologia substitui os linguetes tradicionais por um sistema de embraiagem que permite reduzir o atrito enquanto gira, um encaixe mais rápido criando um cubo virtualmente silencioso, o que te permite estar mais concentrado no trilho à tua frente. Os cubos da frente estão disponíveis em 100 e 110mm com 15mm de eixo passante, os cubos de trás disponíveis nas opções de 142mm e 148mm (especificações Boost) com eixo passante de 12mm ( HB-M9110/B  / FH-M9110/B)

Pedaleiro: Em conjunto com uma corrente de 12 V de elo engate rápido (CN-M9110) um pedaleiro de 12 velocidades (FC-M9100/M9120-1) com cranque oco.

Para os atletas de XC com 1x12V uma gama alargada de rodas pedaleiras simples disponiveis desde 30D-38D mais leves cerca de 80 gramas. Os atletas de Enduro que correm com 1x12V podem adicionalmente colocar o sistema de retenção de corrente (SM-CD800 ou modelo ISCG05), e têm ainda a opção do pedaleiro FC-M9120 com maior distância entre cranque para montagem específicas em determinados modelos de quadros.

Os atletas que preferem mais combinações de andamentos para maior controlo em todos os tipos de terrenos têm a opção de 2 x12V, pedaleiro FC-M9100/M9120-B2) em 38-28D que podem utilizar com a cassete 10-45D ideal para corridas mais longas e maior número de subidas.

Mudanças: No XTR vamos ter 3 opções de mudanças de trás (a RD-M9100-SGS/GS caixa super longa e caixa longa ou a RD-M9120-SGS para pedaleiros duplos), todas elas com um design agressivo, compacto, angular e muito lustroso em alumínio adonisado. Para auxiliar a performance na passagens de mudanças as roldanas vão desde os 11D no XTR M9000 para uma maior dimensão 13D para melhorar a retenção da corrente e em combinação com a mudança traseira de design SHIMANO SHADOW RD+, que ajuda a minimizar ressaltos da corrente.

As mudanças da frente, vão estar disponíveis também em 3 diferentes estilos dependendo do tipo de quadro. Tipo-D, Tipo-E e Tipo-M, todos os modelos caracterizam-se por utilizarem a tecnologia SIDE SWING, o que permite reduzir o esforço de comutação e tornar a passagem de mudanças mais suave.

MAIOR FOCO NA COMUTAÇÃO

Manípulos: A teoria por detrás do design do manípulo foi permitir ao piloto adaptar-se instantaneamente às mudanças de condições no terreno ao conseguir fazer uma alteração em décimos de segundo à sua integração no cockpit. E tal foi alcançado com a criação de um novo sistema de integração I-SPEC EV, que permite instalar em conjunto manete e manipulo. O novo I-SPEC EV permite uma deslocação lateral de 14mm e uma rotação posicional de 60 graus, este fabuloso sistema permite ao atleta reajustar o posicionamento da mão para melhor ergonomia durante a operação das manetes ou dos manípulos, além de conseguirem ter uma haste guiador mais ‘limpa’. 

Assim como, a Shimano introduziu também um manipulo especifico para espigões reguláveis (SL-MT800-IL) com sistema  montagem I-SPEC-EV  compatível  com a maioria dos manípulos de ajuste existentes no mercado incluindo o espigão regulável Koryak.

Em adição, nos novos manípulos foi reduzido o esforço durante a ação de comutação, ficando incrivelmente leves o que permite ao atleta executar uma passagem mais intuitiva, com o mínimo de movimentos dos dedos.

Os manípulos transportam algumas das tecnologias da geração anterior, como RAPIDFIRE plus, libertação nos 2 sentidos, e multi-libertação. Novo para os manípulos M9100 é um conversor de 11 para 12 velocidades (SL-M9100-R/-IR) no manipulo traseiro para o atleta escolher 11v a quando da montagem de cubo com a falange mais larga. Para 2x12v o manípulo da frente (SL-M9100-IL / SL-M9100-L) foi desenvolvido com novo design, uma alavanca simples com uma operação muito intuitiva e simplificada, uma única alavanca para colocar e retirar mudanças.

MANTER SEMPRE O CONTROLO

Travões: O design da manete de travão (XTR M9100 - manetes (BL-M9100/M9120)) sofreu alteração; a abraçadeira e a alavanca da manete foi reposicionada. a abraçadeira recuou ligeiramente para o centro do corpo da manete, e o limite da alavanca está inteligentemente  suportada  contra a haste para criar mais firmeza na travagem  com mais contacto direto e maior controlo durante a travagem.

A opção de 2 pistons (BR-M9100) vem com uma manete de XC mais leve com a possibilidade de ajustar o alcance da alavanca de travão. O travão de 4 pistons (BR-M9120) traz também manetes de travão especificas, com a possibilidade de ajuste do alcance da mão, ajuste “free-stroke” e tecnologia Servo Wave para aumentar rapidamente a ação de contacto entre calços e rotor. Ambas as pinças são produzidas em alumínio, utilizam ambas tubo de travão hidráulico de alta rigidez para obter uma travagem rápida e potente.

Pastilhas de travão e rotores: Para igualar as pinças redesenhadas as pastilhas sofreram também alterações. Para quem optar pelas pinças de 4 pistons, será necessário as pastilhas (N03/4A resina/metal), para as pinças de 2 pistons temos pastilhas sem alhetas (K02/4S resina/metal, e a opção K02/4Ti Titânio)

O design dos rotores vai utilizar a reformulada tecnologia de construção ICE-TECHNOLOGIES FREEZA deste modo o peso foi reduzido e aumentou o poder de dissipação de calor.

Nos rotores de 140mm e 160mm retirou-se 5 e 10 gramas respetivamente. Esta construção permitiu durante os testes reduzir cerca de 20º  de temperatura nos discos de 180 e 203mm, no rotor de 203mm foi ainda retirado cerca de 30 gramas no peso comparativamente à versão ( RT99).

O MELHOR DO MELHOR

Com o sistema completo o novo XTR M9100 vem responder às questões que estão a ser colocadas pelo atletas. Como é que podemos combinar máxima eficiência, com uma maior gama de andamentos, maior potência de travagem , durabilidade e uma transmissão ainda mais eficiente? XTR M9100: Second to none

Distribuição oficial para Portugal: Sociedade Comercial do Vouga, Lda

“Comissão Europeia usa bicicletas para promover igualdade de género em Lisboa”

A Comissão Europeia levou hoje a Lisboa e outras seis cidades da Europa a iniciativa “#Herworldourworld – O mundo dela é o nosso mundo”, que usa bicicletas para sensibilizar os cidadãos para a igualdade de género.

“Estamos a começar por mobilizar os estados da União Europeia, mas a ideia é mobilizar o mundo”, diz Sara Silva, gestora de campanhas digitais do departamento de cooperação internacional e desigualdade da Comissão Europeia.

Na praça Martim Moniz, no centro de Lisboa, encontravam-se duas bicicletas nas quais as pessoas eram convidadas a pedalar durante dois a três minutos em cada uma delas, enquanto assistiam a vídeos com dados estatísticos acerca da desigualdade de género e que ainda se faz sentir no dia-a-dia.

Após a passagem pelas duas bicicletas, a conclusão que retiravam é de que uma das bicicletas exigia mais esforço físico.

A bicicleta mais pesada correspondia à mulher para mostrar que, apesar de a tarefa ser a mesma, tem de fazer muito mais esforço e “é pretendido demonstrar isso pelo físico”, afirma Vera Sousa, do gabinete de comunicação e documentação Camões - Instituto da Cooperação e da Língua, uma das entidades que se associou à iniciativa.

A ideia é representar o esforço físico e psicológico que as mulheres sentem em várias situações do quotidiano facilmente comparado pelos pedais de duas bicicletas.

“Pretendemos captar a atenção dos mais jovens por serem os responsáveis pelo dia de amanhã, mas também não esquecemos os mais velhos por serem responsáveis pelo dia de hoje”, explica Sara Silva.

Apesar de nos últimos anos terem sido confirmadas algumas conquistas importantes, o caminho a igualdade continua a enfrentar antigos e novos desafios que, segundo Gonçalo Teles Gomes, vice-presidente do Camões - Instituto da Cooperação e da Língua, “exigem respostas políticas informadas que tenham um papel transformador”.

Gonçalo Teles Gomes lembra ainda que a igualdade de género constitui um dos aspetos mais ancorados na Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável e que muitos dos projetos integram objetivos relacionados com “a igualdade de género, o empoderamento das mulheres, a promoção dos direitos ao nível da saúde sexual reprodutiva, ou de luta contra a violência na mulher.”

O evento tem lugar, em simultâneo, em outras seis cidades europeias, como Bratislava, Bruxelas, Budapeste, Maribor, Roma e Talin.

A iniciativa organizada pela Comissão Europeia e os Estados Membros, em Portugal é desenvolvida pelo Camões – Instituto da Cooperação e da Língua em parceria com a Câmara Municipal de Lisboa.

Fonte: Sapo On-line

“Participa no III Aquatlo Escola de Natação do Jamor"

No dia 9 de junho todos os caminhos vão dar ao Jamor com o III Aquatlo aberto a todos, um evento gratuito!

No dia 9 de junho, às 15h30, irá realizar-se uma prova aberta a todas as pessoas que queiram participar, constituída pelos segmentos de natação e corrida. O percurso de natação irá decorrer no Complexo de Piscinas do Jamor e a corrida, realizada nas imediações, terá um trajeto maioritariamente plano, contando apenas com uma pequena subida.

Será uma excelente maneira de celebrar os 74 anos do Jamor, um espaço único às portas de Lisboa, aliando o desporto à diversão e ao convívio. Celebra o desporto com uma prova desta natureza!

Inserido do âmbito das comemorações do aniversário do Complexo Desportivo do Jamor, este é um evento totalmente gratuito, sujeito a inscrição prévia.

Fonte: FTP