quinta-feira, 30 de agosto de 2018

“Festival Bike recebe última etapa da Volta a Portugal do Futuro”

Por: Pedro Oliveira

A 15ª edição do Festival Bike Portugal – Festival Internacional da Bicicleta, Equipamentos e Acessórios e Salão de Ciclismo Profissional, evento que decorre de 07 a 09 de setembro no Centro Nacional de Exposições, em Santarém, recebe no último dia a derradeira jornada da Volta a Portugal do Futuro.

A revelar novos campeões desde 1992, a Volta a Portugal do Futuro, evento promovido pela Federação Portuguesa de Ciclismo, é uma competição carismática da categoria sub23. Este ano, a 26ª edição decorre entre 5 e 9 de Setembro. De Águeda ao Festival Bike, em Santarém onde vai terminar a prova serão percorridos 613 quilómetros divididos por seis etapas.

A derradeira jornada da 26ª Volta a Portugal do Futuro Liberty Seguros faz quartel-general no Centro Nacional de Exposições em Santarém. A última etapa, a 9 de Setembro, coincide com o último dia de mais uma edição do Festival Bike. Os definitivos 118 quilómetros desta prova vão terminar cerca das 15 horas.

Consulte aqui o percurso: http://festivalbike.pt/wp-content/uploads/2018/08/Percurso.pdf

 

O mundo da bicicleta reúne-se em Santarém

 

O Festival Bike é o espaço privilegiado para conhecer as novidades do mercado e um ponto de encontro para todos aqueles que de forma profissional, desportiva ou de lazer se encontram ligados a este ramo e promete ser, uma vez mais, o centro das atenções do sector.

O certame é a referência do mercado nacional e tem como objectivo realçar as marcas e as empresas nacionais e internacionais que operam nesta área. Importadores, lojistas, distribuidores, organizadores de eventos, comunicação social, atletas profissionais e amadores, e muito público interessado, transformam o Festival Bike num evento único e incontornável.

 

Horários

 

Sexta-feira, 7 de setembro: 10h00 às 17h00 (Profissionais)

Sexta-feira, 7 de setembro: 17h00 às 20h00 (Público)

Sábado, 8 de setembro: 10h00 às 20h00 (Público)

Domingo, 9 de setembro: 10h00 às 20h00 (Público)

 

Entradas

 

1 Bilhete: 6,00 € (Válido para apenas 1 Entrada)

Entrada Gratuita para crianças até aos 11 anos (inclusive)

Parque de Estacionamento: Gratuito

 

Fonte: CNEMA

“Vuelta/Nacer Bouhanni vence sexta etapa ao sprint”

Rudy Molard segura a liderança da geral

Por: Lusa

Foto: EPA

O ciclista francês Nacer Bouhanni (Cofidis Solutions Crédits) venceu esta quinta-feira ao sprint a sexta etapa da Volta a Espanha, com o compatriota Rudy Molard (Groupama-FDJ) a segurar a liderança da classificação geral individual.

Bouhanni, de 28 anos, cumpriu esta quinta-feira os 155,7 quilómetros entre Huércal-Overa e San Javier em 3:58.35 horas, batendo ao sprint o velocista holandês Dany van Poppel (LottoNL-Jumbo), segundo com o mesmo tempo, e o italiano Elia Viviani (Quick-Step Floors), terceiro.

Rudy Molard segurou a camisola vermelha de líder da prova e vai defender o estatuto na sétima etapa, na sexta-feira, uma ligação de 185,7 quilómetros entre Puerto Lumbreras e Pozo Alcón.

Fonte: Record on-line

“Rúben Guerreiro vai correr na Katusha Alpecin em 2019”

Deixa a Trek-Segafredo ao fim de dois anos

Por: Lusa

Foto: Filipe Farinha/Record

O ciclista português Ruben Guerreiro vai representar a equipa suíça Katusha Alpecin em 2019, anunciou esta quinta-feira a formação orientada por José Azevedo, deixando a Trek-Segafredo ao fim de dois anos.

Guerreiro, campeão português de fundo em 2017 e vencedor da Volta a Portugal do Futuro em 2014, vai juntar-se a uma equipa do principal escalão do ciclismo mundial e que conta atualmente com José Gonçalves e Tiago Machado.

Aos 24 anos, o ciclista vive este ano uma das melhores temporadas da carreira, com um top 10 no Tour Down Under, na Austrália, um quarto lugar no Herald Sun Tour e, no último domingo, um quinto lugar na Clássica da Bretanha, prova 'WorldTour'.

"A Katusha Alpecin sempre foi uma das minhas equipas preferidas. (...) Também há uma ligação portuguesa substancial, o que facilita as coisas para mim", explicou o atleta, citado pela futura equipa em comunicado.

Segundo Guerreiro, esta foi "a escolha certa" para "o próximo passo na carreira", e o português, que assinou um contrato de um ano, quer agora concentrar-se em mostrar-se à nova equipa e "ser um bom colega de equipa", destacando ainda as clássicas das Ardenas, provas de um dia e voltas de uma semana como a especialidade.

"Devido a alguns problemas de saúde, não consegui sempre mostrar o que valho, mas vou fazê-lo no próximo ano", rematou.

O português José Azevedo afirmou seguir "há muito tempo" a carreira do ciclista, elogiando o estilo do luso, "agressivo e sempre a tentar entrar em fugas", bem como os bons resultados conseguidos em 2018.

Fonte: Record on-line