segunda-feira, 10 de outubro de 2016

“Mundial: Nelson Oliveira na estrada à hora de almoço”

Contrarrelógio de elite esta quarta-feira

Por: Ana Paula Marques

Foto: FPC

Nelson Oliveira inicia quarta-feira às 13:03 o contrarrelógio de elites do Mundial do Qatar, de 40 quilómetros. O ciclista português diz que o percurso é demasiado plano para as suas características, mas ainda assim pode conseguir um bom resultado, ele que este ano já foi terceiro num dos contrarrelógios do Tour, sétimo no dos Jogos Olímpicos do Rio’2016 e quarto no Europeu de França.
Depois de Nelson Oliveira, partem mais sete ciclistas, de onde deverão sair os medalhados. Entre eles o alemão Tony Martin, o holandês Tom Dumoulin, o australiano Rohan Dennis e por último o campeão em título, o bielorrusso Vasil Kiryenka.

Fonte: Record on-line

“IRONMAN 70.3 COM ABERTURA OFICIAL DE INSCRIÇÕES”

A partir de dia 9 e durante uma semana as inscrições têm preços reduzidos

As inscrições para o primeiro IRONMAN 70.3 em Portugal abriram oficialmente às 12h00, do dia 9 de outubro e, durante uma semana, estão com preços mais reduzidos.

Na prova, que se realiza em Cascais, no dia 3 de setembro de 2017, os atletas vão fazer um percurso de 1.9 kms, em apenas uma volta de natação em frente à Fortaleza da vila. Nos 90,1km de ciclismo, as bicicletas vão rolar na marginal, passando por Oeiras e Algés, assim como pelo cenário natural de Sintra, Património Mundial da UNESCO. O regresso a Cascais é feito pelo Guincho e as duas voltas do percurso de corrida, com 21,1km, atravessam o passeio marítimo.

Para uma das mais duras provas, Portugal, com o seu clima ameno e três mil horas de sol por ano, é o destino perfeito para o IRONMAN 70.3, prova que vai oferecer 13 500 euros de prémio e 50 qualificações, por agegroup, para o IRONMAN 70.3 WORLD CHAMPIONSHIP de 2018.

O IRONMAN existe há 38 anos e há 12 que a prova era esperada em Portugal. Tem mais de 250 mil atletas em todo o mundo. Apesar de só chegar ao país no próximo ano, há vários atletas portugueses galardoados no estrangeiro.

As inscrições para o IRONMAN 70.3 Cascais Portugal devem ser feitas em: www.ironman.com/portugal70.3.

Sobre o IRONMAN

A Wanda Sports Holdings - IRONMAN tem vasta experiência em eventos onde também está incluído o IRONMAN® Triathlon Series, IRONMAN® 70.3® Triathlon Series, 5150™ Triathlon Series, Iron Girl®, IRONKIDS®, seis das nove provas Triathlon Union World Triathlon Series, eventos de ciclismo, incluindo a UCI Velothon Majors Series, provas de bicicleta em montanha, corridas e outros eventos. São mais de 680 mil atletas participantes. Os eventos IRONMAN® Series têm o maior índice de participação do mundo. Desde a sua criação em 1978, com uma única corrida, que o IRONMAN cresceu e se tornou um desafio à escala global com mais de 260 eventos em 42 países. Para mais informações, consulte www.ironman.com

“Ciclovia na Polónia capta energia do Sol para brilhar no escuro “

Encontra-se em fase de testes uma ciclovia que, graças à energia solar, brilha no escuro. Uma boa solução para os ciclistas que andam durante a noite na estrada.

Andar de bicicleta é uma das melhores maneiras de nos locomovermos (e por vários motivos).

Além de ser uma boa forma de exercício físico, é um meio de transporte amigo do ambiente, uma vez que não emite gases nocivos como outros veículos.

Porém, quem usa este meio de forma frequente sabe que pedalar à noite pode ser um enorme desafio.

É por isso que uma nova ciclovia desenvolvida na Polónia pode vir a ser a solução para esse problema.

Desenvolvida pela TPA Instytut Badan Technicznych Sp. z o.o., esta nova ciclovia é movida a energia solar para poder brilhar no escuro.

Feita de um material sintético, a pista pode gerar luz até dez horas seguidas, caso seja carregada pelo Sol durante todo o dia.

O conceito não é novo. Na verdade, foi inspirado na ciclovia “Noite Estrelada“, da autoria do designer Daan Roosegaarde, que se encontra na Holanda.

No entanto, a tecnologia de ambas é bastante diferente. Enquanto que na versão holandesa se utiliza LEDs, a ciclovia holandesa não gasta energia e depende totalmente do Sol.

A nova pista ainda se encontra em fase de testes mas, caso se venha a mostrar eficaz, seria uma ótima ideia para ser implementada em muitos outros países.

Fonte: ZAP / Hypescience

“Seleção Nacional/Liberty Seguros”

Calor e humidade são adversários a bater pelos juniores

Daniel Viegas e João Almeida são os juniores que vão representar a Seleção Nacional/Liberty Seguros nos 28,9 quilómetros de contrarrelógio, a disputar nesta terça-feira, em Doha, Catar.

O percurso é totalmente plano, com poucas zonas técnicas e está colocado numa área onde o vento não costuma ser o maior dos problemas. Mas o calor intenso, associado a uma humidade muito elevada que faz subir os valores da sensação térmica, vai ser um obstáculo difícil de contornar.

Para a manhã de terça-feira esperam-se temperaturas entre os 32 e os 37 graus centígrados, com a sensação térmica a oscilar entre os 34 e os 40 graus. O contrarrelógio inicia-se às 8h30 (menos duas horas em Portugal). Na hora local, Daniel Viegas parte às 9h11 e João Almeida deixa a rampa de lançamento às 11h14.

Apesar de ser oriundo da região mais quente de Portugal, o algarvio Daniel Viegas, se pudesse, optava por outro clima. “Não gosto de calor, prefiro correr com frio. No entanto, preparei-me bem e espero conseguir um bom desempenho, até porque o percurso é bom para mim”, diz o ciclista.

João Almeida, 18.º na prova de contrarrelógio do Campeonato da Europa, em França, no mês passado, vai partir com a ambição de melhorar esse resultado, apesar de agora ter a concorrência de ciclistas de todos os continentes. “O percurso não é exatamente para as minhas caraterísticas, mas defendo-me a rolar e tentarei ficar mais à frente do que no Europeu. Normalmente dou-me bem com o calor, mas a humidade muito elevada pode complicar tudo”, teme o natural das Caldas da Rainha.

Consciente da necessidade de intervir para minorar os efeitos do calor sobre a saúde e sobre o desempenho dos ciclistas, o médico que acompanha a Seleção Nacional/Liberty Seguros, Filipe Quintas, tem feito um trabalho profilático desde a chegada da comitiva ao Catar. “A prevenção é a melhor arma para diminuir a probabilidade de ocorrência de problemas decorrentes do calor”, assegura.

A alimentação e a hidratação assumem um importante papel na criação de condições para o organismo resistir melhor às elevadas temperatura e humidade. Por isso, os ciclistas portugueses têm estado sujeitos a um regime alimentar que privilegia a ingestão de minerais, fundamentais para a correta hidratação, que é mais do que a simples reposição de líquidos.

Em termos de habituação ao clima, tem havido um equilíbrio entre a necessidade de expor os corredores às condições ambientais e a precaução de evitar um excessivo desgaste, cuja recuperação se afigura difícil. “Fazer esforços excessivos e ter uma excessiva exposição solar durante os treinos potenciam a probabilidade de desidratação, cuja recuperação é difícil. Para avaliarmos se o equilíbrio está a ser bem conseguido, pesamos e avaliamos clinicamente todos os corredores diariamente”, descreve Filipe Quintas.
Em termos de reação ao clima, as sensações de Ivo Oliveira, primeiro corredor da Seleção Nacional/Liberty

“Festival Bike: Empresas presentes dão a conhecer as novidades do mercado"

Por: Pedro Oliveira

De 14 a 16 de Outubro, o Centro Nacional de Exposições, em Santarém, recebe a 13ª edição do Festival Bike Portugal - Festival Internacional da Bicicleta, Equipamentos e Acessórios e Salão de Ciclismo Profissional, evento que conta as principais empresa do sector e que aproveitam o evento pada dar a conhecer as novidades do mercado.

 

O novo portal de notícias de BTT apedalar.pt estará presente no Festival Bike e aproveitará para levar a cabo uma ampla cobertura mediática do evento. O Apedalar.pt começou por ser um serviço de registos em provas de BTT. Após 3 anos em que o crescimento foi constante e se alcançaram mais de 65.000 atletas registados, decidiu-se dar um novo passo. Assim, desde julho de 2016 o apedalar.pt passou a ser um meio de comunicação na área do BTT. Neste momento o portal tem mais de 300.000 visualizações de páginas por mês, 70.000 sessões individuais e uma duração média da sessão de 4:20 minutos.

 

A Associação de Ciclismo da Beira Interior vai divulgar a Clássica de Idanha-a-Nova em parceria com a Associação de Cicloturismo de Idanha-a-Nova, parceira na organização deste evento.

 

Já a Biciway, empresa especializada em soluções de mobilidade em bicicleta em colaboração com o CNEMA permitirá que todos aqueles que se deslocam à feira na sua bicicleta, sem participar nas provas desportivas que decorrem durante o evento, o possam fazer com todo o conforto, deixar a bicicleta em segurança e visitar comodamente as várias áreas do certame.

 

Esta empresa irá também apresentar um sistema de dois níveis de parqueamento de bicicletas. O BICIparking Easylift é um sistema que permite ao ciclista estacionar bicicletas de forma compacta e segura, uma sobre a outra.

 

Este sistema de dois níveis utiliza molas para fazer subir a bicicleta e um conjunto único de amortecedores que garantem uma descida segura e controlada da bicicleta, sem necessidade do utilizador realizar esforço.

 

A Bikeshower, empresa que representa um equipamento de lavagens automáticas de bicicletas em Portugal e Espanha, tem como intuito dar a conhecer este equipamento, o primeiro equipamento em Portugal através de demonstrações de lavagens, inclusive para os participantes nos eventos que decorrerão, paralelamente ao certame. A Bikeshower é uma empresa especializada em venda e aluguer de equipamento de lavagem automática de bicicletas e disponibilizam uma estrutura inovadora de apoio aos ciclistas para lavagem de bicicletas.  Comercializa consumíveis e efetua manutenção para o equipamento de lavagem e é representantes exclusiva na Península Ibérica de uma máquina de lavagem original, desenvolvida por uma empresa da união europeia.

 

A empresa Donnerberg aposta no Festival Bike para divulgar as suas actividades e promover a terapia não-invasiva “Shiatsu”. Shiatsu é uma terapia não-invasiva que pode ajudar a reduzir o stress e contribuir para o bem-estar geral. É considerado entre os tipos mais eficazes de massagem, usado para tratar dores de cabeça, distúrbios digestivos, fadiga, insónias, fibromialgia, stress, ansiedade, etc.

 

A EASY CICLE é uma empresa especializada em ciclismo urbano e que marca presença há 5 anos no Festival Bike. Além da actividade de importação e distribuição de várias marcas de bicicletas, e-Bikes e acessórios, inicia este ano um projecto industrial de produção de bicicletas urbanas no Porto. O ano de 2016 foi também um ano de aposta forte da empresa em soluções de mobilidade ligeira e sistemas de bike sharing .

 

Estarão em exposição no Festival Bike alguns destes projectos de última geração e com a tecnologia mais avançada neste domínio , que incluem E-bike sharing, App smartphone , Emparelhamento Bluetooth , Smart locking e Geofencing. Em destaque as bicicletas elétricas QWIC ( Stand e zona de testes) ,e as Bicicletas EC Urban, além do Franchising "URBAN CICLE CAFÉ” e todos os acessórios de ciclismo urbano.

 

A Eco-Rik-Tour vai proporcionar a 100 parceiros amantes do ciclismo e do cicloturismo, em todo o país, a possibilidade de tornar o seu hobby numa actividade lucrativa. Este novo operador de animação turística, expositor no Festival Bike (stand 20 Nave “A”) oferece passeios turísticos em veículos ecológicos, legalmente habilitados ao transporte de passageiros em velocípedes de três rodas, utilizando os triciclos a pedais, vulgo rickshaws/pedicab’s fabricados em Portugal, pela VEEL, garantindo este veículo o cumprimento do estipulado no novo código da estrada para o transporte de passageiros, que exige um par de pedais capaz de accionar o veículo em simultâneo e em exclusivo por cada passageiro.

 

Com o objectivo de incentivar o espirito de equipa, o expositor “VEEL” promove durante o Festival Bike, o TORNEIO VEEL” em triciclo a pedais, sobre rolos de treino.

 

O triciclo a pedais VEEL Rik X1, exposto no Festival Bike, (stand 19 – Nave “A”) vem dar resposta a uma lacuna existente no mundo do cicloturismo e dos passeios turísticos em velocípedes, oferecendo aos seus utilizadores, a possibilidade de o fazer de forma legal.

 

Até ao momento, quer o mercado nacional, quer o internacional, não ofereciam qualquer solução, que permitisse cumprir as exigências do novo código da estrada para o transporte de passageiros, que exige um par de pedais capaz de accionar o veículo em simultâneo e em exclusivo por cada passageiro.

 

Este sistema, patenteados pela VEEL e aplicado no seu modelo Rik X1, tem o seu lançamento mundial no Festival Bike 2016.

 

A Garbo, empresa que produz e comercializa roupas e equipamentos desportivos vai estar presente para a apresentar a nova gama. A GARBO produz vestuário desportivo casual e técnico adequado a cada modalidade utilizando as melhores matérias primas aliadas sempre a um design inovador como jerseys, calções com ou sem suspensório, calça com ou sem suspensório, casacos impermeáveis, casacos, protetores de capacete, entre outros.

 

 

A GoldNutrition volta a estar presente com um amplo programa de actividades no Festival Bike. O espaço desta conhecida marca de nutrição desportiva vai contar com várias Sessões de Autógrafos durante o evento. Celina Carpinteiro, Vasco Bica, Emanuel Pombo, Vitor Gamito, José Silva, Ricardo Simões, João Pereira, Ana Antunes, Ilda Pereira, Ricardo Marinheiro e Vanessa Pereira são os atletas “Gold Nutrition” que irão estar ao dispor dos visitantes.

 

“Dá o litro num minuto”, uma competição que consiste em percorrer a maior distância possível numa bicicleta estática em apenas 60 segundos é o passatempo que a GoldNutrition organiza para os visitantes mais destemidos. Os vencedores terão direito a prémios GoldNutrition. Paralelamente, irão decorrer várias degustações de barras e bebidas.

 

O Festival Bike vai ter em exposição as novas pulseiras Idee. A Idee Helmet é o  modelo mais versátil de toda a gama de sistemas de identificação que esta empresa comercializa. Está disponível em preto e vermelho e pode ser colocado em capacetes, mochilas, Bicicletas, malas de viagem , sapatilhas, cadeiras-auto etc.

 

É de alta qualidade, extremamente conveniente, moderna e durável. A chapa de identificação é de aço inox com gravação a laser. A Helmet é impermeável e foi projetada exclusivamente para o máximo conforto. Possui sistema de fecho de velcro altamente ajustável que pode ser ajustado e colocado em qualquer de sitio.

 

A pulseira iDee mantém as pessoas seguras mas os novos e elegantes Badges vão dar-lhe um novo nível de personalização e adapta-se facilmente a qualquer iDee. Os vistantes poderão personalizar a sua Badge durante o Festival Bike.

 

Uma das novidades do ano no que se refere á nutrição, é o voltar varias décadas atrás e trazer de volta os cubos de marmelada que antigamente eram largamente usados em varias modalidades, com destaque para o Ciclismo. A Maneta Bikes,  empresa que está presente no Festival Bike, pegou nesse saber antigo e atualizou os cubos de marmelada para as exigências dos nossos dias.

 

O objectivo é  dotar os atletas de um pequeno mas muito importante prazer! Um simples cubo de marmelada com cerca de 25g, embalados individualmente, cujas faces se apresentam secas e cristalinas, para além do seu espectacular sabor e valor nutritivo e energético, aporta algo impossível replicar em produtos de laboratório.

 

A MBA-Nobrinde marca presença uma vez mais no Festival Bike e aposta no Kit e-bike. Esta marca “Kit e-bike” surgiu como aposta num mercado de soluções elécricas cada vez mais presente no quotidiano com o olhar no futuro da locomoção urbana. As soluções eléctricas de mobilidade pretendem dar resposta aos crescentes problemas ambientais de excesso de tráfego e de subida de preços dos combustíveis.

A pensar nos clientes o “Kit e-bike” tem três vertentes:  o modo de aluguer, o kit de conversão de bicicletas normais em eléctricas e a venda directa e vários tipos de mobilidade. Para mais informações os interessados poderão consultar consulte www.facebook.com/BicicletasEBike.

 

O Festival Bike conta com a presença das revistas líderes de mercado BIKE Magazine e Ciclismo a fundo, ambas da editora Motorpress.

No stand destas publicações  vão estar a decorrer passatempos, onde se colocarão à prova as aptidões dos participantes. Para além disso, neste stand vai ser possível, pela primeira vez, o teste exclusivo de alguns modelos novos de uma conceituada marca. Como são protótipos, o segredo será mantido até bem perto da data do evento. Será ainda possível, como é tradição, renovar assinaturas com campanhas especialmente criadas para o Festival Bike, adquirir as edições do mês de outubro, comprar livros ligados ao ciclismo e ainda trocar dois dedos de conversa com os responsáveis da revista.

 

Na área de imprensa especializada realce também para a presença da “Freebike” e da “Bikes World” que distribuirão revistas e vão promover a sus actividade editorial.

 

O regresso da Orbea ao Festival Bike faz parte das novidades que marcam 2017 como um ano histórico para a empresa e para o seu modelo de negócio. A Orbea vai estar presente com todas as novidades para a temporada 2017, assim como com a Orca - a solução têxtil da Orbea que se apresenta com uma alternativa de qualidade à roupa personalizada.

 

A Rocktape para além de novas cores de tapes terá também algumas Ferramentas novas, como as Rockblades para a libertação miofascial, RockaNroller entre outros produtos. De acordo com esta marca, “para alem de uma marca de Kinesiotape de qualidade a Rocktape tem desenvolvido um trabalho centralizado no movimento. Para a Rocktape, um melhor movimento é uma melhor performance e trabalhando em conjunto com as várias ferramentas atinge-se uma melhor qualidade no dia a dia.”

 

A SCOTT Portugal traz a Santarém o Big Ed, o camião da SCOTT que percorre os vários eventos europeus para divulgar novos produtos da marca. Será um motivo de atracão juntamente com as bicicletas que venceram recentemente a medalha de ouro na categoria XCO no Rio 2016.

 

No stand SCOTT, para além das novidades, vão estar presentes vários atletas, como por exemplo o Vítor Gamito, o Filipe Cardoso, o César Fonte ou mesmo os atletas das equipas de ciclismo profissionais do pelotão nacional que a SCOTT apoia , nomeadamente a LA-Antarte e a Efapel.

 

Para contacto com os fãs, o Vítor Gamito vai estar presente, no sábado e no domingo, sempre entre as 16h e as 17h, para autografar os catálogos SCOTT e trocar umas palavras com os amantes da modalidade.

 

A Silincode volta a participar no Festival Bike 2016. Neste âmbito, a Silincode promove um sistema de identificação que poderá ser uma boa ajuda em caso de emergência, nomeadamente quando se pratica desporto isoladamente.

 

Trata-se de uma pulseira com um QR Code personalizado por cada utilizador, com informação ilimitada e que pode ser alterada sempre que quiser (dados pessoais, dados de contacto, historial médico, fotos de documentos ou qualquer outra informação que se achar relevante em caso de emergência).

 

Os produtos Silincode identificam-se com o símbolo de Emergência Médica Internacional SOS e "scan me". Em caso de emergência qualquer socorrista ao scanear o QR tem acesso a informação vital.

 

A UpNorth dará a conhecer as soluções de contagem automática de bicicletas, tanto em espaços urbanos como em espaços naturais.  Prática comum em muitos países, esta atividade começa a dar os primeiros passos em Portugal pelas mãos da UpNorth. Monitorização de projetos turísticos e urbanísticos, planeamento, fundamentação de candidaturas, análise de tendências ou mesmo atração de investimento, são alguns dos objetivos deste tipo de monitorização.

 

A Úvea, um dos maiores importadores e distribuidores nacionais de bicicletas infantis, vai novamente marcar presença no Festival Bike e apresentar as novidades para o Natal 2016.

 Para além dos clássicos da Disney, Faísca McQueen, Frozen ou Spiderman, irão ser expostos os mais recentes êxitos da animação. Será dado um grande destaque às bicicletas com o tema do novo filme “Trolls” que estreia nos cinemas no próximo dia 27 de Outubro e promete ser o grande sucesso deste Natal. O Stand da Úvea também vai ter um pequeno circuito onde o público mais jovem poderá testar as suas bicicletas favoritas.

 

Com o objectivo de incentivar o espirito de equipa, o expositor “VEEL” promove durante o Festival Bike o TORNEIO VEEL” em triciclo a pedais, sobre rolos de treino. O triciclo a pedais VEEL Rik X1, exposto no Festival Bike, (stand 19 – Nave “A”) vem dar resposta a uma lacuna existente no mundo do cicloturismo e dos passeios turísticos em velocípedes, oferecendo aos seus utilizadores, a possibilidade de o fazer de forma legal.

 

Sector do Turismo no Festival Bike

 

O certame vai contar com a presença de agentes turísticos que apostam no evento para promover a sua atividade e contactar com os milhares de visitantes que visitam a feira.

 

O Turismo de “Castilla y León” marca presença para promover os destinos desta província espanhola. Turismo Rural e Natureza; Saúde e Bem-estar; Arte, Cultura e Património; Gastronomia e Enoturismo são sectores em evidência.

 

A Associação de Turismo dos Açores participa com o intuito de promover as várias ilhas do arquipélago como destino de excelência e as várias experiências que os turistas podem realizar. O alojamento e a gastronomia também não são esquecidos.

 

A Fundação Inatel aposta no Festival Bike com o objectivo de publicitar as várias iniciativas que estão a seu cargo, já que desenvolve actividades nas áreas do turismo social, da cultura popular e do desporto amador.

 

A rede Bikotel está uma vez mais presente no Festival Bike. Estas unidades de alojamento, com boas práticas no acolhimento de ciclistas, proporcionam um conjunto de serviços, especialmente criados a pensar nas necessidades daqueles para quem andar de bicicleta (de estrada ou montanha) é a coisa mais importante do mundo.

 

O Município de Almeida também está no Festival Bike para dar a conhecer os vários eventos que realiza e a região. Já o foco da Câmara Municipal de Sernancelhe é a promoção do “BTT Terra da Castanha”, mas sem esquecer as várias actividades que decorrem ao longo do ano.

 

 

Clubes de Ciclismo marcam presença no Festival Bike

 

Como habitualmente, são diversos os clubes de ciclismo de estrada ou de outras modalidades que utilizam a bicicleta, que irão estar presentes no Festival Bike, enquanto expositores.

 

O maior evento português dedicado à Bicicleta receberá algumas das equipas mais importantes das duas rodas, que trarão as suas viaturas de apoio, distribuirão brindes de patrocinadores, promoverão sessões de autógrafos, entre outras iniciativas.

 

O Alcobaça Clube de Ciclismo, o Clube de Ciclismo Tavira / Sporting / Tavira, o Clube de Ciclismo José Maria Nicolau, a Efapel – Clube Desportivo Fullracing, a L.A. Alumínios Sport, o Núcleo do Sporting Clube de Portugal da Golegã, a Sicasal/Liberty Seguros/Bombarralense, a W52/F.C. Porto são presenças confirmadas no evento a par de diversas associações como a Associação de Ciclismo da Beira Interior ou a Associação Humanitária Recreativa e Cultural Beselguense.

 

A Federação Portuguesa de Ciclismo volta a marcar presença no Festival Bike Portugal e vai organizar o 5º Troféu da Juventude em colaboração com o Cube de Ciclismo José Maria Nicolau, o Passeio de Cicloturismo para Famílias Duas Pontes Santarém – Almeirim, o Circuito de Iniciação para Crianças, Provas alusivas ao Desporto Escolar como o Contra – Relógio Individual - CRI TT e Team Realy e que contam com a participação de estabelecimentos a nível nacional. Simultaneamente, a Federação também vai promover Sessões de Autógrafos e publicitar diversas iniciativas que decorrem ao longo do ano.

 

A Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores da Bicicleta (FPCUB) é presença habitual no Festival Bike e promove a realização do 9º mega Passeio de Cicloturismo,  iniciativa que conta com centenas de participantes. Paralelamente, não deixará de promover a defesa do ambiente, defesa e divulgação do Património Cultural, Histórico Edificado e Arqueológico através da promoção da bicicleta como forma de mobilidade sustentável (bem como a defesa da segurança dos seus utilizadores), e o desenvolvimento da prática do cicloturismo ecologista de lazer, manutenção e turismo.

 

A Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores da Bicicleta (FPCUB) recebe no sábado, 15 de Outubro, o 1º Bike Meeting FPCUB, evento, exclusivo para associados FPCUB com quota 2016 regularizada e que terá como ponto  de encontro a entrada principal do CNEMA, estando a hora de chegada prevista para as 11h30. O período de recepção ao participante terá a duração de 30 minutos, entre as 11:30 e as 12:00.

 

Os participantes inscritos no 1º Bike Meeting FPCUBterão como oferta uma entrada gratuita no Festival Bike Portugal. Para mais informações sobre o que é o Bike Meeting FPCUB, os interessados poerão consultar http://www.fpcub.pt/bike-meeting-fpcub.

 

A Federação de Triatlo de Portugal também se associa ao Festival Bike e organiza o IX Duatlo Festival Bike, competição que traz habitualmente ao CNEMA alguns dos melhores praticantes nacionais da modalidade e várias dezenas de atletas de pelotão, de um desporto com cada vez mais adeptos.

 

O Festival Bike conta pela 2ª vez consecutiva com uma pista de Pumptrack. Durante três dias os visitantes do Festival Bike poderão experimentar gratuitamente esta pista que é uma actividade recomendada pela Federação Portuguesa de Ciclismo inserida no Programa Nacional Ciclismo para todos. Esta iniciativa é dinamizada pela empresa PraxisXD Comunicação.

 

Exposição de Equipamentos e Acessórios

 

O certame é a referência do mercado nacional e tem como objectivo realçar as marcas e as empresas nacionais e internacionais que operam nesta área como importadores, lojistas, distribuidores, organizadores de eventos, comunicação social, atletas profissionais e amadores.

 

Por outro lado, a qualidade e a diversidade de produtos em exposição, a oportunidade de apresentação de novos modelos de bicicletas, equipamentos e acessórios, o envolvimento de empresas e entidades promotoras da Bicicleta enquanto meio saudável para a prática desportiva ou para momentos de lazer, têm contribuído para o crescimento sustentado do Festival Bike.

 

O Festival Bike reúne durante três dias as principais empresas do sector e concentra num só local os principais importadores, distribuidores, retalhistas, técnicos, e profissionais que trabalham neste ramo tendo como objectivo a realização de contactos e negócios.

 

O Festival Bike também dedica um espaço aos criadores de bicicletas. Uma excelente oportunidade para criadores individuais de modelos exclusivos de bicicletas as possam expor e apresentar ao público.

 

Acreditação Profissional

 

O evento volta a ter este ano um serviço de acreditação profissional. Os profissionais do sector da Bicicleta, podem ter acesso gratuito à feira em qualquer um dos dias, bastando para tal remeter um e-mail a solicitar a respectiva acreditação para comercial@cnema.pt. Quando visitarem a feira, devem dirigir-se à recepção, situada na entrada principal do CNEMA, e comprovar a sua ligação profissional ao sector.

 

Provas e demonstrações animam Festival Bike

 

O Festival Bike volta a contar com diversas atividades, proporcionando aos visitantes uma escolha ampla e variada de carácter lúdico e competitivo, tais como a “Maratona BTT”, o “Tejo e Serras Granfondo Festival Bike”, o “IX Duatlo Festival Bike”, “o 9ª Mega Passeio de Cicloturismo”, o “Passeio de Bicicletas Antigas”, o “Passeio das Pontes Santarém – Almeirim”, o “Troféu da Juventude”, as provas de “BMX”, e “Dirt”, entre outras.

 

Acções de Formação

 

A Sociedade Comercial do Vouga volta a marcar presença no Festival Bike Portugal e vai promover várias acções de formação durante o evento.

 

Na sexta-feira, 14 de outubro, o tema das sessões vai incidir nos “Sistemas DI2 estrada e montanha/integração com Plataforma e-tube e componentes PRO bikegrear”, enquanto no sábado, dia 15,  o destaque vai para o “Shimano Explorer (novo conceito de vestuário & Calçado / Novos Sapatos de Elite S-Phyre”. As acções decorrem às 11h00 e às 16h00, quer na sexta, quer no sábado.

 

No domingo, último dia do Festival Bike, os “Sistemas DI2 estrada e montanha/integração com Plataforma e-tube e componentes PRO bikegrear” voltam a estar em foco, pelas 11h00.

 

Todas as iniciativas decorrem no Stand da Sociedade Comercial do Vouga e estão limitadas a 20 pessoas por sessão.

 

Apresentações e Sessões de Autógrafos

 

O evento será também palco de Sessões de Autógrafos com algumas das grandes figuras do desporto nacional. Pelo Centro Nacional de Exposições vão passar atletas de renome que estarão à disposição dos visitantes ao longo do evento nos vários espaços de clubes, federações e marcas representadas no certame.

 

Com cerca de 15.000 m2 de área de exposição coberta, o Festival Bike é a referência do mercado nacional e uma das mais importantes da Europa. Contando com um vasto programa de actividades, o envolvimento de empresas de renome e com a presença de atletas prestigiados, o evento é incontornável.

 

Recorde-se que em 2015 o Festival Bike contou com 134 expositores, 26.300 visitantes e mais de 6.500 atletas inscritos nas várias competições.

Horário

Sexta-feira, 14/10: 10h00 às 17h (Profissionais)

Sexta-feira, 14/10: 17h às 20h (Público em Geral)

Sábado, 15/10: 10h00 às 20h (Público em Geral)

Domingo, 16/10: 10h às 20h (Público em Geral)

 

Entradas:

1 Bilhete: 6,00 € (Válido para apenas 1 entrada)

Bilhete Feira (3 dias): 12,00 € (O Bilhete de 3 dias permite visitar a feira a qualquer hora e várias vezes por dia)

Entrada Gratuita para Crianças até aos 11 anos (inclusive)

Parque de Estacionamento: Gratuito

“Seleção Nacional/Liberty Seguros”

Ivo Oliveira 36.º no contrarrelógio para sub-23

O português Ivo Oliveira foi hoje o 36.º classificado na prova de contrarrelógio para sub-23 do Campeonato do Mundo de Estrada, um exercício individual de 28,9 quilómetros, disputado em Doha, Catar.

Ivo Oliveira cumpriu o percurso em 37m25s, um desempenho que lhe valeu um lugar a meio da tabela, entre 73 participantes, na estreia em Campeonatos do Mundo de Estrada na categoria de sub-23.

O corredor da Seleção Nacional/Liberty Seguros gastou mais 3m17s do que o vencedor, o germânico Marco Mathis, que foi o segundo ciclista a partir, surpreendendo a concorrência com um registo de 34m08s.

O domínio germânico foi evidente. Além da medalha de ouro conquistada por Mathis, regista-se a medalha de prata de Maximilian Schachmann, a 18 segundos. Só o terceiro posto do australiano Miles Scotson, a 37 segundos do vencedor, impediu um pódio totalmente alemão, dado que o quarto classificado foi outro germânico, Lennard Kamna, a 42 segundos.

A prestação de Ivo Oliveira esteve dentro do que se previa, numa jornada endurecida pelo calor, pela humidade e pelo vento. “A segunda volta foi muito penosa para mim. Sofri com o calor e com o vento, que, excluindo a reta da meta, batia sempre de frente e de lado”, afirma o ciclista da equipa nacional.  

Ivo Oliveira perdeu alguns segundos numa rotunda, tendo de tirar o pé do pedal e quase de parar para evitar uma queda. “Estava a fazer a rotunda pela parte de dentro e ao mudar a trajetória, porque as marcações da estrada são salientes, a roda bateu nessa marcação e eu desequilibrei-me”, descreve.

Se Ivo Oliveira estreou a participação da Seleção Nacional/Liberty Seguros neste Campeonato do Mundo, os restantes corredores já no Catar tiveram uma manhã de trabalho. Daniel Viegas e João Almeida fizeram um treino mais curto, tendo em conta que, nesta terça-feira, vão competir no contrarrelógio de juniores. Os sub-23 César Martingil e Nuno Bico juntaram-se aos colegas da seleção espanhola e fizeram cinco horas de treino e cerca de 180 quilómetros, aventurando-se pelo deserto, reconhecendo o percurso onde será disputada parte da prova de fundo para elite. Nelson Oliveira e Pedro Teixeira cumpriram, em conjunto, cerca de duas horas e meia de treino.

Fonte: FPC