sábado, 27 de janeiro de 2018

“Tom Skujins vence terceiro troféu do Challenge de Maiorca”

Rafael Reis (Caja Rural), único português presente, não terminou
Por: Lusa
O letão Tom Skujins (Trek-Segafredo) venceu este sábado isolado o Troféu Lloseta-Andratx, terceira prova do Challenge de Maiorca, que decorreu na ilha espanhola.
Skujins completou os 175 quilómetros em 4:19.14 horas e cortou a meta com 25 segundos de avanço sobre o austríaco Gregor Mühlberger (BORA-hansgrohe), enquanto o holandês Elmar Reinders (Roompot-Nederlandse Lot) foi o terceiro, a 31.
O espanhol Alejandro Valverde (Movistar), que reapareceu em boa forma na semana maiorquina, depois da grave lesão sofrida na primeira etapa da Volta a França de 2017, chegou em quarto, a 42 segundos do vencedor.
Rafael Reis (Caja Rural), único português presente, não terminou a tirada.
No domingo, o Challenge de Maiorca termina com o Troféu Praia de Palma-Palma, num percurso de 159,6 quilómetros.
Fonte: Record on-line

“Rui Sousa homenageado em Viana do Castelo”

Recebeu distinção das mãos do ministro da Educação

Por: Pedro Xavier

Foi das mãos de Tiago Brandão Rodrigues, ministro da Educação, com a tutela do desporto e juventude, que Rui Sousa recebeu sexta-feira um prémio de homenagem por uma carreira de duas décadas de ciclismo.

O ex-ciclista Rui Sousa  foi agraciado com o "Prémio Homenagem do Município" na II Gala do Desporto promovida pelo município de Viana do Castelo. A distinção visa distinguir uma carreira desportiva e foi entregue a um dos desportistas mais acarinhados a nível nacional, natural e residente em Barroselas, e que deixou o ciclismo em agosto do ano passado, na Volta a Portugal.

No discurso oficial, Rui Sousa referiu a "honra" sentida, indicando que "é com enorme satisfação que recebo este prémio". "Não é meu, é de todos os que estiveram ao meu lado ao longo destes 20 anos", referiu, dizendo que, apesar de nunca ter ganho a Volta a Portugal, esteve cinco vezes no pódio. Aos atletas vianenses, deixou a mensagem de incentivo: "Nunca deixem de lutar pelos vossos sonhos".

Rui Sousa tem 41 anos, foi eleito em outubro passado para o segundo mandato à frente da União de Freguesias de Barroselas e Carvoeiro, mas ficou na história do ciclismo português depois de duas décadas de carreira. Despediu-se do ciclismo, envergando a camisola do Rádio Popular-Boavista. Começou a pedalar aos 12 anos e despediu-se na última Volta a Portugal, referindo o desejo de ser recordado pela entrega e profissionalismo com que marcou os 20 anos de ciclismo.

Fonte: Record on-line
Ps: Rui Sousa vai estar presente e participar no 30º Passeio de Foz Côa a 4 de Março.