segunda-feira, 22 de abril de 2019

“Campeonato do Mundo Multisports em Pontevedra”

Está a chegar o Campeonato do Mundo Multisport que irá realizar-se entre 27 de abril e 5 de maio em Pontevedra.

A cidade galega recebe os Campeonatos Mundiais de Duatlo na distância sprint e standard, Aquatlo, Triatlo Cross, Triatlo de Longa Distância e Aquabike, eventos com grande espetacularidade para a elite e com percursos para os grupos de idade que permitem desfrutar de uma competição dinâmica e diversificada.

O nosso país conta com a maior comitiva lusa de sempre apoiada pela Federação de Triatlo de Portugal, com a 180 atletas age groups a marcar presença na competição.

Também no escalão de elite haverá alguns atletas a representar Portugal nas provas de Duatlo, Triatlo Cross, Aquatlo e Triatlo de Longa Distância, com um atleta a representar as cores nacionais em juniores.
 

Veja a convocatória aqui

O centro da cidade de Pontevedra e o ambiente natural à volta do rio Lérez, juntamente com as instalações do Centro Galego de Tecnificación Deportiva, integram o cenário principal deste Campeonato de Mundo. Tudo está pensado para que familiares e acompanhantes desfrutem das zonas de competição com os seus desportistas favoritos, já que todos os serviços estão próximos. Outro ponto atrativo, além das excelentes condições para a prática de triatlo, é a oferta cultural de Pontevedra, uma cidade com pontos históricos e turísticos muito interessantes.

O programa deste Campeonato do Mundo incluirá uma festa de boas vindas, com as provas de Duatlo a abrir nos dias 27 de abril (os atletas só se inscrevem numa das provas – standard ou sprint), seguidas da competição mundial de Triatlo Cross no dia 30 de abril, o Aquatlo a 2 de maio com o Triatlo de Longa Distância e o Aquabike no dia 4 de maio a encerrarem a competição.


Fonte: FTP

“Tao Geoghegan Hart vence primeira etapa da Volta aos Alpes”

Britânico impôs-se ao 'sprint' em Kufstein, na Áustria

Por: Lusa

Foto: Team Sky

O britânico Tao Geoghegan Hart (Sky) venceu esta segunda-feira a etapa inaugural da 43.ª edição da Volta aos Alpes, impondo-se ao 'sprint' em Kufstein, na Áustria, e assumindo a liderança da classificação geral individual.

Hart, de 24 anos, cumpriu os 144 quilómetros na cidade austríaca em 3:30.48 horas, batendo o espanhol Alex Aranburu (Caja Rural-Seguros RGA), segundo, e o suíço Roland Thalmann (Voralberg Santic), terceiro, à frente de um grupo reduzido que chegou com o mesmo tempo.

Considerado uma das promessas do ciclismo mundial, o britânico conseguiu hoje a primeira vitória como profissional, depois de um ano de afirmação em 2018, na quarta corrida do ano, que começou com um 25.º posto final na Volta ao Algarve.

Em sexto lugar terminou o britânico Chris Froome (Sky), de regresso à competição depois de uma ausência de cerca de um mês, desde o fim da Volta à Catalunha, com o espanhol Pello Bilbao (Astana) em quarto e o polaco Rafal Majka (BORA-hansgrohe) em oitavo.

Na terça-feira, a segunda etapa liga Reith im Alpbachtal a Schenna, ao longo de 178,7 quilómetros, marcada pela subida ao Passo Monte Giovo, de primeira categoria, a 45 quilómetros da meta.

Fonte: Record on-line

“Juniores conquistam Bronze no Algarve”

Texto: AfterTwo //Works  

Fotos: Carlos Viegas

A Academia Joaquim Agostinho\UDO foi a terceira melhor equipa da 25ª Volta a Loulé Júnior, competição por etapas que percorreu o maior concelho Algarvio entre os dias 18 e 20 de abril. A chuva deu as boas vindas aos 146 ciclistas que se apresentaram à partida para uma das mais importantes provas nacionais da categoria e acabou por ser um dos principais obstáculos para atletas e organização.

Não obstante, a primeira etapa desenrolou-se a alta velocidade, com a média final dos primeiros atletas a registar-se nos 42,6 kms por hora. Os “torrienses” trabalharam de forma a discutir a etapa, mas a cerca de 3 kms da meta surgiram várias quedas que envolveram os atletas mais bem posicionados da equipa, anulando essa ambição. Sexta-feira seria dia de jornada dupla, mas a chuva não deu tréguas e o contra-relógio por equipas marcado para a tarde foi anulado por falta de condições de segurança.

Na etapa da manhã, a equipa de Torres Vedras esteve ao mais alto nível, com destaque para Daniel Fortes que venceu a última das metas volantes e foi protagonista da fuga decisiva, mas na hora do sprint final, Fortes arrancou cedo de mais a 500 metros da meta e perdeu na dividida com João Macedo do Bairrada, atleta que acabou por se sagrar vencedor absoluto da prova algarvia. Daniel Fortes acabaria por subir ao pódio para receber o prémio para o atleta mais combativo da etapa.  


Com os excelentes tempos também alcançados por Miguel Carvalho e Henrique Frois, a equipa partia para a derradeira etapa na 2ª posição com apenas seis segundos de diferença para o líder Bairrada e com Daniel Fortes a um escasso segundo da camisola amarela.

A equipa manteve-se determinada em busca do objetivo, mas contou com adversários fortes e com o infortúnio do Daniel, que além de não se sentir nas melhores condições físicas, ainda furou a sete quilómetros da meta. Henrique Frois terminou a etapa na 11ª posição e foi o atleta mais regular da equipa, alcançando a 7ª posição da geral com o mesmo tempo do 4º classificado.   


O conjunto torriense terminou a prova com 3 atletas no top 20 e num honroso 3º lugar coletivo entre as 22 formações que disputaram a competição, sendo a 2ª melhor entre as portuguesas. Para Daniel Fortes “ esta f oi uma volta dura, com um traçado muito montanhoso e feita a um ritmo muito forte.

Na ú ltima etapa sabia que ia ser com plicado, pois não esta va em ó t i m a s c o n d i ç õ e s. Os meus colegas estiveram sempre do meu lado para ver se conseguia-mos conquistar a amarela, mas nem tudo correu como pretendíamos e finalizamos com uma medalha de bronze que muito nos orgulha numa competição deste nível ”.

Fonte: Academia Joaquim Agostinho

 

“TAÇA DA EUROPA EM QUARTEIRA (ALGARVE)”

5 ATLETAS TORREJANOS NA SELEÇÃO NACIONAL DE TRIATLO

Por: Paulo Vieira

5 TRIATLETAS DO CLUBE DE NATAÇÃO DE TORRES NOVAS foram convocados para a Seleção Nacional de Triatlo, com vista à participação na Taça da Europa de Triatlo, que se realiza em Quarteira no Algarve, nos próximos dias 27 (Elite) e 28 de Abril (Juniores).

RICARDO BATISTA, JOSÉ PEDRO VIEIRA, AFONSO DO CANTO e JOANA MIRANDA vão competir no domingo de manhã, na Taça da Europa de Triatlo no escalão de Juniores, enquanto a SUB23, MADALENA ALMEIDA estará presente na prova de Elite, que se disputa no sábado à tarde.

Estes 5 atletas do Clube de Natação torrejano alcançaram diversos resultados de destaque em 2018, tanto no seu escalão como a nível absoluto, e representaram por várias vezes a Seleção Nacional de Triatlo.

RICARDO BATISTA (18 anos), alcançou em 2018 o 2ºlugar no RANKING EUROPEU DE TRIATLO em Juniores e o 4ºlugar no CAMPEONATO DA EUROPA DE TRIATLO de Juniores, em Tartu na Estónia.

JOSÉ PEDRO VIEIRA (17 anos), em 2018 obteve o 4ºlugar no CAMPEONATO DA EUROPA DE TRIATLO em Youth, em Loutraki na Grécia, enquanto AFONSO DO CANTO (17 anos), foi 17ºclassificado na mesma prova.

JOANA MIRANDA (18 anos), alcançou em 2018 o título de Campeã Nacional de Triatlo Olímpico em Juniores, e MADALENA ALMEIDA (20 anos), atleta SUB23 que representa esta época o Clube de Natação de Torres Novas, foi Vice-campeã Nacional de Triatlo Olímpico Abosluta e 14ª na edição do ano passado da Taça da Europa de Triatlo em Quarteira.

Para PAULO ANTUNES, o trabalho que continua a ser realizado pelo técnico torrejano, e o compromisso e empenho por parte destes atletas, reflete-se nestas sucessivas presenças nas Seleções Nacionais de Triatlo, e também nos excelentes resultados alcançados a nível interno e externo.

Fonte: CLUBE DE NATAÇÃO DE TORRES NOVAS

“Campeonato da Europa de Downhill regressa às Aldeias do Xisto”

Por: José Carlos Gomes

As Aldeias do Xisto são, pelo segundo ano consecutivo, o palco de excelência para uma das provas máximas do ciclismo internacional: o Campeonato da Europa de Downhill. Prevê-se muita adrenalina na discussão dos títulos europeus na disciplina mais vertiginosa do BTT. Tudo se decide entre 2 a 5 de maio, na Pampilhosa da Serra.

Pelo segundo ano consecutivo, o território das Aldeias do Xisto vai servir de palco para o Campeonato da Europa de Downhill, que durante quatro dias vai ter o seu epicentro na Pampilhosa da Serra.

Num ambiente único de competição e convívio, são esperados 200 participantes numa prova que terá como pináculo o primeiro fim-de-semana de maio, durante o qual se destacam as descidas cronometradas, no sábado, e as finais, que atribuirão 22 medalhas de ouro, no domingo.

As Aldeias do Xisto voltarão assim a acolher atletas provenientes de todos os cantos da Europa, motivados pela possibilidade de levar para casa o estatuto de campeões da Europa.

Os adeptos portugueses esperam, no entanto, que os ciclistas nacionais voltem a surpreender. Recorde-se que, em 2018, Francisco Pardal sagrou-se campeão europeu de elite e Tiago Ladeira arrebatou a medalha de ouro em juniores. Além disso, nas categorias de veteranos, Portugal arrecadou um total de sete medalhas.

O Campeonato da Europa de Downhill enquadra-se no projeto Cyclin’Portugal, que reconhece as Aldeias do Xisto como o primeiro destino de excelência do país para a prática de ciclismo, cruzando infraestruturas de qualidade, eventos de cariz competitivo e de lazer, e programas e serviços turísticos especialmente dirigidos a este público.

Fonte: FPC