quinta-feira, 19 de abril de 2018

“Granfondo da Póvoa de Lanhoso”

O Granfondo da Póvoa de Lanhoso, organizado pelo Boavista Ciclismo Clube, realiza-se no dia 27 de maio e reunirá alguns nomes sonantes do ciclismo nacional, com especial destaque para a região norte. As inscrições podem ser efetuadas online.

O dorsal “número um” do  Granfondo da Póvoa de Lanhoso, que tem o apoio da Associação de Ciclismo do Minho, será atribuído a Rui Sousa, ex-ciclista da Radio Popular - Boavista e vencedor da etapa que, no ano transato passou no alto da Pedra Sentada, um dos locais por onde a prova passará.

Para além de Rui Sousa e da equipa de ciclismo da Radio Popular - Boavista, marcarão presença Tiago Machado, Joaquim Andrade, Celestino Oliveira, Marco Morais, Célio Sousa e nomes importantes ligados ao escalão master, nomeadamente, Luís Machado, Humberto Xavier, António Moreira e Ricardo Lameiras, entre outros.

Num percurso de sonho e mítico, em pleno coração do Minho verdejante, o Granfondo da Póvoa de Lanhoso decorrerá num itinerário de 115 quilómetros cuidadosamente escolhido, equilibrado e acessível. Com uma passagem por um dos lugares de sonho da Volta a Portugal, o Alto da Pedra Sentada (Fafe), o percurso apresenta-se sem grandes troços montanhosos, estradas amplas e sem grande trânsito rodoviário, durante o qual os participantes terão oportunidade de exprimir as suas capacidades: espaços para roladores, trepadores e até para quem gosta de descer.

A partida e chegada serão na Póvoa de Lanhoso (Avenida 25 de Abril), apresentando o percurso um acumulado de 2069 metros e a inovação de três contagens de Prémio de Montanha: em Salto, no final da subida de Cabeceiras para Fafe e no Alto da Pedra Sentada.

As inscrições para o Granfondo da Póvoa de Lanhoso podem ser efetuadas online mais informações: www.acm.pt

ACM: FPC

“CORPO DE TRIATLETA ENCONTRADO NA ÁFRICA DO SUL"

David Bellet-Brissaud estava desaparecido desde sábado

Por: Lusa

O corpo do atleta amador francês, desaparecido na madrugada do passado sábado, véspera de uma prova de triatlo em Port Elizabeth, foi descoberto, anunciou esta quinta-feira a polícia daquela cidade do sul da África do Sul.

A porta-voz da polícia, Priscilla Naidu, revelou que o corpo de David Bellet-Brissaud, que vivia no Gabão, foi encontrado numa área do porto da cidade, "com um pneu preso ao tornozelo com uma corda".

A descoberta do corpo foi possível após terem sido visionadas novas imagens captadas pelas câmaras de videovigilância na zona portuária de Port Elizabeth.

A polícia tem a tese de que David Bellet-Brisaud, de 48 anos, se suicidou.

O atleta estava hospedado conjuntamente com a mulher num hotel de Port Elizabeth, tendo deixado a unidade na noite de 12 para 13 de abril, sem documentos nem telemóvel.

Uma câmara de videovigilância captou o francês a sair do hotel e a dirigir-se para outra artéria.

A mulher deu pela falta dele mais tarde, durante a madrugada de sábado.

A família chegou a oferecer uma recompensa de 12.000 rands (800 euros) por toda a informação que conduzisse a polícia sul-africana a descobrir o paradeiro do atleta amador de triatlo, inscrito na prova que decorreu no domingo.

Fonte: Record on-line

“LUIS LEÓN SÁNCHEZ VENCE ETAPA NA VOLTA AOS ALPES”

Thibaut Pinot conservou a liderança da classificação geral

Por: Lusa

Foto: Lusa

O ciclista espanhol Luis León Sánchez (Astana) venceu esta quinta-feira a quarta etapa da Volta aos Alpes, com o francês Thibaut Pinot (Groupama-FDJ) a conservar a liderança da classificação geral.

Sánchez, de 34 anos, cumpriu os 134,3 quilómetros da ligação entre Chiusa e Lienz em 3:19.59 horas, à frente de dois ciclistas da LottoNL-Jumbo, o neo-zelandês George Bennett, segundo a seis segundos, e o holandês Koen Bouwman, que fechou o pódio a 11.

O ciclista espanhol, que já tinha sido segundo classificado na primeira etapa, deu à Astana a terceira vitória em quatro etapas nos Alpes, depois do compatriota Pello Bilbao, no arranque, e do colombiano Miguel Ángel López, no segundo dia.

Na classificação geral, Pinot continua na liderança, com 15 segundos de vantagem para o segundo classificado, o italiano Domenico Pozzovivo (Bahrain-Merida) e para López, com o britânico Chris Froome (Sky) no quarto lugar a 16.

Amaro Antunes (CCC Sprandi Polkowice), único corredor luso em prova, terminou o dia na 90.ª posição, caindo quatro lugares para a 49.ª posição da geral, já a mais de 32 minutos do líder.

Na sexta-feira, os ciclistas enfrentam a quinta e última etapa, entre Rattenberg e Innsbruck, em solo austríaco, numa ligação de 164,2 quilómetros.

Fonte: Record on-line

“EFAPEL pronta para deixar marca no país vizinho”

          Equipa quer discutir a vitória na Vuelta a Castilla y Leon

          Formação conseguiu o terceiro lugar com Henrique Casimiro em 2017

          Forte pelotão é mais um teste para o colectivo

Mal terminou a participação no Grande Prémio Internacional das Beiras e Serra da Estrela, a Equipa EFAPEL começou a preparar, de imediato, nova competição. Desta feita, é a XXXIII Vuelta Ciclista Castilla y Leon, prova que se realiza entre sexta-feira, dia 20, e domingo, dia 22. Esta é a primeira incursão da equipa fora de Portugal em 2018 e os comandados por Américo Silva vão pedalar para estarem em destaque.

Depois de terem vencido colectivamente e de terem colocado Henrique Casimiro na quarta posição na prova do último fim-de-semana, os ciclistas que vestem de amarelo e preto apresentam-se numa difícil corrida realizada no país vizinho com ambição.

“A Vuelta a Castilla y Leon é uma das melhores corridas do calendário espanhol. Temos tido sempre bons resultados nas edições passadas e esperamos, nesta oportunidade, continuar na mesma senda”, afirmou o director desportivo da Equipa EFAPEL, Américo Silva.

A XXXIII Vuelta Ciclista Castilla y Leon começa na sexta-feira com uma etapa entre Alba de Tormes e Salamanca. No sábado, os ciclistas correm entre Valladolid e Palencia. Para terminar, está guardada uma tirada entre Segovia e Ávila. O percurso apresenta uma distância superior a 500 quilómetros, divididos pelos três dias de competição, com o dia mais longo a ser logo o primeiro. O pelotão integra várias formações dos escalões Continental - o da Equipa EFAPEL -, Continental Profissional e World Tour.

 

Nome da prova

XXXIII Vuelta Ciclista Castilla y Leon

Data

20 a 22 de Abril de 2018

Director desportivo

Américo Silva

Ciclistas

Bruno Silva (Trepador)

Daniel Mestre (Sprinter)

David Arroyo (Completo)

Henrique Casimiro (Trepador)

Jesus Del Pino (Trepador)

Marcos Jurado (Rolador)

Sérgio Paulinho (Completo)

Fonte: Efapel

“Até sempre Paulo Ferreira…”

Texto: José Morais

Foto: Arquivo NP

Aos 47 anos, o ex-ciclista Paulo Ferreira deixou-nos hoje, o ciclista de Gondomar que foi profissional entre 1990 e 2005, conquistando várias vitórias em competições como Grande Premeio Jornal de Notícias, Grande Prémio Correio da Manhã, Lisboa /Porto, representou várias equipas, como o Loulé, Paredes, Cantanhede, Benfica, Barbot, Sicasal, Maia e Tensai.

Paulo Ferreira lutava à vários anos com um cancro, regularmente ia dando notícias através das redes sociais, mas não resistiu e deixou-nos.

À família enlutada, a equipa do Notícias do Pedal deixa as suas condolências neste momento triste, e de dor.

Descansa em Paz, “Até sempre Paulo Ferreira”.