sexta-feira, 17 de janeiro de 2020

“Oliveirense ambiciona ganhar etapa na Volta”

Equipa terá Henrique Casimiro como capitão

Foto: Hugo Monteiro

Foi na Biblioteca Municipal Machado Castro, em Oliveira de Azeméis, que a equipa de ciclismo da Oliveirense lançou as bases para a época que se avizinha. A equipa que agora assume a designação Kelly/InOutBuild/UDO apontou a vontade de juntar experiência a juventude para lutar por objetivos maiores, como lutar por uma etapa da Volta a Portugal.

Com Joni Brandão, Filipe Cardoso ou até Venceslau Fernandes, para além de Pedro Lacerda, CEO da Kelly, Delmino Pereira, presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo, e do vereador Hélder Simões na plateia, Manuel Correia, diretor desportivo da equipa, sublinhou que o projeto da Oliveirense "estima-se como essencial a promover atletas", mas não deixou de apontar para a necessidade de aproveitar a experiência de Henrique Casimiro, de Luís Gomes e de Tiago da Silva, que "vão acrescentar muito a esta grande equipa de jovens talentos".

Com 33 anos, Henrique Casimiro assinou este ano pela Kelly/InOutBuild/UDO para assumir um papel preponderante: o de capitão. "Era um namoro que já tinha algum tempo. É um projeto que, penso, nos próximos anos pode assumir-se no panorama do ciclismo nacional. Espero trazer experiência ao grupo. Uma etapa na Volta a Portugal não é irrealista. vamos fazer para isso."

Fonte: Record on-line

“José Estrangeiro é embaixador do Powerman Portugal 2020”

O  triatleta vai participar na primeira edição do Powerman Portugal 2020 que se realiza dia 16 de fevereiro em Mafra.

O triatleta, que vive na Ericeira e treina na localidade de Mafra, deixa-nos algumas dicas sobre a prova.


Powerman em Mafra, uma boa notícia!

José Estrangeiro esteve presente no primeiro Duatlo de Mafra nos anos 90, onde fez o primeiro contacto com a modalidade. Participou em todas as edições que se realizaram, continuando depois a participar nos Jogos Escolares de Mafra, um evento da Câmara Municipal que incluía um dia dedicado ao Duatlo «Mais tarde federei-me, e comecei a praticar duatlo e triatlo mais a sério. Foi com muito agrado que recebi a notícia da vinda desta prova porque para mim significava um pouco o regresso às origens. Já há muitos anos que estava na expetativa que se realizasse um triatlo ou duatlo no meu concelho, perto de minha casa e no local onde habitualmente treino.»

A opinião sobre o percurso

O nosso triatleta gosta muito do percurso de ciclismo onde irá realizar-se o Powerman – 30km (uma volta) ou 60km (duas voltas) – por bonitas e sossegadas estradas secundárias. «Não é um percurso fácil, inclui muito sobe e desce, mas eu aprecio aquele tipo de trajeto, para além de ser onde estou habituado a treinar.» A corrida também é um pouco dura, tanto a parte que é realizada no interior do Parque Desportivo, como também a chegada ao parque de transição. «Trata-se de um percurso de corrida praticamente sem zonas planas, e sendo os três segmentos bastante duros é necessária uma gestão do esforço equilibrada, deixando energia para a última corrida».  O nosso embaixador lembra-se que a transição desta prova realiza-se exatamente no mesmo no local do primeiro Duatlo de Mafra, o que representa um simbólico regresso ao passado. «Para mim é fantástico reviver a prova naquela zona!»

Uma dica importante. O triatleta aconselha que os participantes façam previamente o percurso, nem que seja de carro. «Embora estejam assinalados os principais pontos críticos, existem umas curvas mais técnicas onde convém perceber no terreno exatamente onde se encontram, nomeadamente uma curva em cotovelo a meio de uma descida onde é possível alcançar uma velocidade grande e, ainda, outra curva que surge depois de uma inclinação de 15% a 20% onde devemos estar preparados para uma abordagem mais cautelosa»

Expetativas para a competição. José Estrangeiro afirma que nunca foi bom nas primeiras provas da época já que impor ritmo de competição requer algum tempo. «Mas sendo a prova no meu local de treino, obviamente que vou participar com a expetativa de conseguir uma boa competição e com o objetivo de alcançar um bom resultado.» O triatleta afirma que definiu esta meta e fará os possíveis para a alcançar; embora não seja tarefa fácil, torna-se ainda mais difícil por ser no início da época.

Para visitar e treinar. «O Palácio de Mafra e as praias da Ericeira são os principais locais turísticos», aconselha José Estrangeiro. É também o local ideal para quem pretende treinar: no Parque Desportivo em Mafra é possível correr na pista de atletismo, nadar na piscina, treinar no ginásio. «Reúnem-se condições de excelência para que os atletas possam fazer treino físico e técnico. E se vierem com algum tempo de antecedência, ficam bem entregues com as estradas com boas condições e pouco transito!»

Desejamos uma boa prova ao nosso embaixador e que todos os atletas tirem desfrutem desta primeira prova do Powerman em território nacional.

Fonte: FTP