segunda-feira, 10 de julho de 2017

“9ª Maratona V. C. Bike”

No passado dia 09/07, os atletas do Intercaimabike; Eduardo Almeida, Filipe Ferreira, Alfredo Nogueira, Nuno Almeida, Carlos Almeida e Laura Bastos deslocaram-se ao Lobão, Santa Maria da Feira, para participar na 9ª Maratona V. C. Bike.

Numa manhã com um ligeiro nevoeiro, mas com umas ótimas condições para a prática de BTT, a partida foi dada pelas 9:00h e todos os participantes se apressaram a conquistar posições, para a entrada nos trilhos da região.

Com um ritmo bastante elevado os atletas percorreram as várias aldeias e lugares do concelho e regiões circundantes, com percursos de 37kms na meia-maratona e 60kms na maratona, marcados por um sobe e desce constante, com bastantes singletracks técnicos, mas divertidos e alguns estradões, mas tudo superado.

Reforços sólidos e líquidos abundantes e bem distribuídos, ajudaram os participantes a superar o esforço e desgaste, que é despendido numa maratona de BTT exigente.

Marcações visíveis e nos sítios corretos, facilitaram a realização do circuito desenhado pela organização, resultando numa chegada à meta sem enganos.

Os parabéns à organização V.C.Bike, pela simpatia e pelo sucesso do evento.

Classificação meia-maratona:

Nuno Almeida - 12º da geral e 5º Master B

Alfredo Nogueira - 29º geral e 11º Master B

Filipe Ferreira - 49º geral e 25º Master A

Eduardo Almeida - 59º geral e 28º Master A

Classificação maratona:

Carlos Almeida, nesta prova a correr pela Saertex Portugal, fez 50º geral e 4º em Sénior

Laura Bastos, neste prova a correr pela Saertex Portugal, fez 51º geral e pódio 1º em Sénior

Aos apoiantes e patrocinadores, pela confiança e por acreditarem no nosso projeto INTERCAIMABIKE 2017/2018, o nosso muito obrigado; LojasdaVisão, Tavares auto, Polisport, Leirinox, Polivale, Crédito Agrícola Vale de Cambra, Município de Vale de Cambra, Freguesia São Pedro Castelões, Associação Inter Caima Pinheiro Manso





 

Fonte: Intercaimabike

“DATEV Challenge Roth”

Foto: Challenge Roth

Realizou-se em Roth, na Baviera alemã, aquele que é considerado um dos melhores Triatlos de Longa Distância do Mundo. A prova que é caracterizada pela imensidão de gente que sai para apoiar os atletas, não passou indiferente aos Triatletas Portugueses que neste fim de semana fizeram questão de marcar presença e mostrar que Portugal também tem uma palavra a dizer nestas distâncias.

A prova começou bem cedo com a partida dos Profissionais Masculinos às 6h30 locais (menos uma hora em Portugal). Entre a Elite Mundial, Portugal fez-se representar por José Estrangeiro, Sérgio Marques e Rafael Gomes, todos eles atletas experientes nas lides do Triatlo de Longa Distância.

O primeiro atleta a completar o segmento de Natação foi o sueco Anton Lagerbäck com o tempo de 44 minutos e 49 segundos, José Estrangeiro, o primeiro Português a completar este segmento, sairia com pouco mais de 52 minutos no encalce do primeiro grupo, Sérgio Marques viria a completar este segmento com 55 minutos e 20 segundos e Rafael Gomes saía a cerca de 2 minutos de Sérgio Marques.

No sector feminino, Portugal fazia-se representar na categoria de Elite pela já experiente Vanessa Pereira. A suiça Daniela Ryf assumia desde cedo a frente da corrida ao completar o sector de natação de 3.8km com o tempo de 52 minutos e 34 segundos, Vanessa Pereira viria a completar o mesmo percurso com 1 hora e 5 minutos

Durante o sector de ciclismo, José Estrangeiro viria a ter alguns problemas mecânicos que o atrasaram em relação ao grupo da liderança, Sérgio Marques viria a fazer os 180km num tempo excelente de 4h37 iniciando o segmento de corrida bem perto dos dez lugares cimeiros.

Durante o percurso de atletismo composto pela distância mítica da maratona, José Estrangeiro viria a recuperar alguns lugares perdidos durante o ciclismo e com um excelente tempo de 2h56 neste segmento, viria a completar a prova em 8 horas 43 minutos terminando no 19º posto, Sérgio Marques que se ressentiu de uma lesão, viria a ser o segundo Português a completar a prova com o tempo de 9 horas classificando-se na 40ª posição e Rafael Gomes completava a sua prova com 9 horas e 35 minutos no 138º lugar, a prova masculina viria a ser ganha pelo belga Bart Aernous (7h59) seguido do britânico Joe Skipper (8h03) e do alemão Maurice Clavel (8h04).

Vanessa Pereira que se manteve bastante consistente durante toda a competição, terminou a prova na 11ª posição, com o tempo de 9 horas e 50 minutos. Daniela Ryf que se apresentava em competição com o objectivo não só da vitória mas também de tentativa de recorde mundial da distância, completaria a prova em 8 horas e 40 minutos seguida da britânica, Laura Siddal (8h51) e da americana Lisa Roberts (8h57).

Mas nem só de Elites é feito o Challenge Roth, esta mítica prova junta aproximadamente 5000 atletas, sendo a sua maioria Age Groups. Portugal fez-se representar por 38 atletas Age Groups tendo sido João Fulgêncio o melhor atleta Age Group português em prova com o tempo de 9h53, alcançando a 48ª posição no seu Age Group, Nuno Vieira com 10h02 era o segundo melhor português e 61º no seu Age Group e Ricardo Cordeiro era o terceiro melhor tempo entre os portugueses com 10h28, alcançando a 111ª posição do seu escalão.

Aos restantes atletas que tão bem representaram o Triatlo Longo Português, a Federação de Triatlo de Portugal manifesta o seu orgulho e votos de um bom descanso e recuperação.

 Fonte: FPT 

“Sporting Clube de Portugal e Associação Naval Amorense vencem sétima etapa da Taça de Portugal de Triatlo”

A vila alentejana de Cuba acolheu durante o dia de ontem, 9 de Julho, a sétima etapa da Taça de Portugal de Triatlo. Entre triatletas de todos os cantos do país, que competiram nas belas paisagens da região em representação de dezenas de clubes, foram os das formações do Sporting Clube de Portugal, em femininos, e os da Associação Naval Amorense, em masculinos, que arrecadaram a vitória na etapa e conquistaram importantes pontos para a competição.

Com partida assinalada na barragem de Albergaria dos Fusos a prova levou todos os participantes a aventurarem-se ao longo de 750m de natação, seguidos de 19km de ciclismo, em linha, que cumpriram a ligação à vila de Cuba, local onde a competição foi concluída após 5km de corrida. Na competição individual masculina, João Ferreira foi o mais forte e somou mais uma vitória ao seu palmarés. O triatleta do Estoril Praia Fisiogaspar destronou toda a concorrência e cortou a meta final à frente Luís Lopes, CNCVG, segundo classificado na prova. Guilherme Pires do Clube de Triatlo do Fundão completou o pódio masculino na terceira posição. Nas senhoras foi Helena Carvalho quem liderou o domínio do Sporting Clube de Portugal na prova ao cortar a meta com uma vantagem superior a dois minutos para a segunda classificada. Katarina Larsson e Inês Oliveira, ambas triatletas do SCP, encerraram o pódio feminino na segunda e terceira posição, respectivamente.

Coletivamente a vitória na etapa não fugiu ao SCP, em femininos, e à Associação Naval Amorense, em masculinos. Nos homens o segundo lugar da competição foi ocupado pelo Amiciclo Grândola enquanto o terceiro foi conquistado pelo CNCVG. O Escola Triatlo Santo António Évora juntou-se ao Sporting Clube de Portugal no pódio feminino e ocupou o segundo lugar da etapa.

O Triatlo de Cuba assinalou este ano a sua segunda edição e contou com uma organização da Câmara Municipal de Cuba e da Federação de Triatlo de Portugal. Um evento que procurou oferecer a possibilidade de competir num local com excelentes condições para a prática da modalidade onde foi possível aliar a competitividade de uma grande prova nacional à beleza natural da região.

Fonte: FPT

“Ilnur Zakarin renova por dois anos com a Katusha-Alpecin2"

Russo mostrou-se entusiasmado

Por: Lusa

Foto: Reuters

O russo Ilnur Zakarin renovou por duas temporadas o contrato com a Katusha-Alpecin, anunciou esta segunda-feira a equipa que tem o português José Azevedo como diretor desportivo.

"Estou entusiasmado por estar mais dois anos na equipa Katusha-Alpecin. Desde que me tornei parte da equipa, melhorei consistentemente e espero continuar a fazê-lo no futuro. Espero ser feliz, assim como as pessoas que trabalham para a equipa", disse.

Zakarin, de 27 anos, é o atual campeão russo de contrarrelógio e corre pela Katusha-Alpecin desde 2015, sendo que esta temporada já foi quinto classificado na Volta a Itália.

"Estamos felizes por continuar a trabalhar com o Ilnur. Ele mostrou no Giro deste ano e em tantas outras ocasiões que é um dos mais ativos e melhores trepadores do mundo. Se ele continuar a trabalhar duro, tenho a certeza que um dia estará no alto de um pódio de uma grande volta", disse José Azevedo.

Além de ter José Azevedo como diretor desportivo, a Katusha-Alpecin tem ainda no seu plantel os ciclistas portugueses José Gonçalves e Tiago Machado.

Fonte: Record on-line

“Adriano Malori termina carreira”

Italiano sofreu em 2016 uma queda grave

Por: Lusa

Foto: Twitter Adriano Malori

O italiano Adriano Malori terminou a sua carreira profissional, depois de não ter recuperado totalmente de uma queda sofrida no Tour de San Luis de 2016, anunciou esta segunda-feira a equipa Movistar.

"Um exemplo de superação que inicia agora uma nova vida. Adriano Malori termina a sua etapa competitiva. Será sempre um herói. Obrigado Adriano", escreveu a equipa espanhola na rede social Twitter.

A 22 de janeiro de 2016, Malori sofreu uma violenta queda no Tour de San Luis, na Argentina, que lhe causou um traumatismo crânioencefálico.

Depois do acidente, o ciclista da Movistar foi internado num hospital da província central argentina e sujeito a coma induzido, tendo sido transferido a 26 de janeiro para uma clínica especializada de Buenos Aires.

Adriano Malori foi posteriormente transferido para a Clínica Universitária de Navarra, a 16 de fevereiro, para continuar o seu tratamento, tendo alta mais de um mês depois.

Malori, de 29 anos, ainda tentou voltar à competição, mas não conseguiu terminar nenhuma corrida, tal como aconteceu na Volta ao Algarve deste ano, em que desistiu no decorrer da primeira etapa.

Fonte: Record on-line

“Rafa Majka abandona o Tour”

Devido a contusões graves em queda

Por: Lusa

Foto: D.R.

O ciclista polaco Rafa Majka abandonou esta segunda-feira a 104.ª Volta a França, depois de ter caído durante a 9.ª etapa, domingo, e ter sofrido contusões graves, sendo o terceiro ciclista da Bora-hansgrohe a ficar de fora.

"Tenho dores em todo o corpo, mas tive sorte em não ter fraturado nada. Não posso explicar o que aconteceu quando caí", explicou o ciclista, de 27 anos, citado no site oficial da equipa.

Majka, que era o chefe de fila da Bora-hansgrohe na prova atualmente liderada pelo britânico Chris Froome (Sky), disse ainda que mal consegue respirar e tomou a decisão de abandonar o Tour "pela saúde e pelo resto da temporada".

Com a saída do polaco, cujo maior resultado foi o terceiro lugar na Volta a Espanha de 2015, a equipa sofreu a terceira baixa, depois de o campeão do mundo Peter Sagan, que tinha vencido a terceira etapa, ter sido desclassificado por ter derrubado Mark Cavendish (Dimension Data), e de o irmão do eslovaco, Juraj, ter falhado o controlo de tempo da nona etapa, vencida por Rigoberto Urán (Cannondale Drapac).

Além de Majka, também Geraint Thomas (Sky), que era segundo, abandonou na sequência de quedas no domingo, na ligação de 181,5 quilómetros entre Nantua e Chambéry, bem como o australiano Richie Porte (BMC), que era quinto à geral.

Porte fraturou a pélvis e a clavícula direita numa queda aparatosa na última descida do dia, enquanto Thomas partiu a clavícula direita, num dia em que um total de nove ciclistas saíram da prova, restando apenas 181 dos 193 corredores iniciais, um deles o português Tiago Machado (Katusha Alpecin), 58.º à geral individual.

Fonte: Record on-line

“Chris Froome diz que encontrão a Fabio Aru foi acidental”

Britânico classifica acusações como "loucas"

Foto: Reuters

O britânico Chris Froome (Sky), camisola amarela da 104.ª Volta à França, disse esta segunda-feira que não deu um encontrão no italiano Fabio Aru (Astana) durante a nona etapa, classificando as acusações como "loucas".

Froome, que depois de nove etapas é lider com 18 segundos de vantagem sobre Aru, disse, durante o primeiro dia de descanso da prova, que o facto de ter ido contra o italiano se deveu a um "erro".

O encontrão seguiu-se a um momento em que o britânico pediu assistência devido a problemas de bicicleta e em que Aru escolheu para atacar.

"Foi claro para mim que tinha de trocar de bicicleta, e pareceu que o Fabio acelerou nesse momento", explicou Froome, vencedor por três vezes do 'grand boucle', que se referiu ainda à "regra não escrita de que quando um líder da prova tem um problema que ele não causou, o grupo não tenta aproveitar-se da situação".

Quanto ao contacto com Aru, numa das seis subidas da etapa de domingo, vencida pelo colombiano Rigoberto Urán (Cannondale Drapac), Froome revelou que este se deveu a uma "perda de equilíbrio" que o levou a descair para a direita, onde entrou em contacto com o italiano, a quem pediu desculpa "de imediato".

Quanto à desistência do colega de equipa Geraint Thomas, na sequência de uma queda, o camisola amarela explicou que o britânico, que era segundo à geral, é "uma perda enorme para a equipa", e contou ainda que telefonou ao "amigo" Richie Porte (BMC), depois do australiano também ter abandonado depois de uma queda aparatosa na última descida do dia, depois da subida ao Mont du Chat.

Porte fraturou a pélvis e a clavícula direita, enquanto Thomas partiu a clavícula direita, num dia em que nove ciclistas saíram da prova, restando apenas 181 dos 193 corredores iniciais, um deles o português Tiago Machado (Katusha Alpecin), 58.º à geral individual.

Fonte: Record on-line

“Reportagem no “Jornal de Ciclismo” do evento: “24 º Passeio de Arraiolos.2017”

OJornal de Ciclismo”, publicou a reportagem do evento: “24 º Passeio de Arraiolos.2017” este domingo em Arraiolos, a mesma pode ser visualizada em: http://jornalciclismo.com/?p=45563 do evento: do evento: ou em: http://jornalciclismo.com/?p=45388 onde pode ainda visualizar outras notícias.

Reportagem no “O Praticante” do evento: “24 º Passeio de Arraiolos.2017”

O “O Praticante” publicou a reportagem do evento: “24 º Passeio de Arraiolos.2017” este domingo em Arraiolos, a mesma pode ser visualizada em: http://www.opraticante.pt/arraiolos-promove-passeio-cicloturismo/ ou em: http://www.opraticante.pt/  onde pode ainda visualizar outras notícias.