domingo, 10 de maio de 2020

“O motor do ciclista”

Já dizia John Howard, "a bicicleta é um veículo curioso, o seu passageiro é o seu motor".

Por: Bianca Fernandes

Foto: © Onsuda / Shutterstock

“Movido a arroz, feijão e água”, base para um combustível de baixo custo, podemos acrescentar. Envolvido em sentimentos e sentidos diversos, esse motor é capaz de chegar a lugares improváveis. Mas, o que seria o motor do ciclista?

Aquela subida um pouco mais íngreme que exige o dobro do seu fôlego, é o que faz com que a próxima descida seja aproveitada até a última pedra, vale a pena se dedicar aos momentos que exigem um pouco mais de fôlego, pois não é sempre que eles estarão à sua frente, e depois de vencidos, garanto que eles o fazem mais forte.

Ainda há quem desanime a ver essa mesma subida. O pensamento de não conseguir já faz com que suas pernas bambeiem, sinta os efeitos na respiração e o ato de descer da bicicleta é quase inevitável. Tente mudar a maneira de pensar. Lembre-se que o pensamento positivo já é meia pedalada, a força de vontade é o impulso e você tem o domínio para que o motor continue a funcionar.

Não há nada melhor do que pedalar com os amigos, o companheirismo envolve o clima entre subidas e descidas, a motivação toma conta e o incentivo é outro. A animação é típico de quem pedala, o sorriso no rosto acompanha o movimento dos pedais, não há receio em dizer um bom dia e a vida fica mais leve.

Saindo pela manhã congelante, pela tarde com o sol a pino ou com a chuva que teima em cair e escutar “você vai sair com esse tempo?” é a sina da maioria dos ciclistas, mas nenhum dos fatores climáticos faz com que você mude seus planos. O entusiasmo de poder sair com a sua bicicleta fala mais alto que qualquer murmuro, a alegria se completa em colocar seu capacete, calçar as sapatilhas e descobrir o mundo.

É a vontade de fazer e ser diferente que move esse ciclo, ter um motor que exige pouco combustível não é para poucos, é para todos, basta saber usar a coragem a seu favor, depois irá perceber o quanto é fácil vencer os desafios sobre duas rodas.

Assim, podemos dizer que o motor do ciclista é composto de: fôlego, pensamento positivo, motivação, entusiasmo e coragem, um motor que se move pelo mundo e faz parte dele.

Fonte: Revista Bicicleta