quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

“LA Alumínios na Volta ao Algarve.2018”

Texto: José Morais

A LA Alumínios vais marcar presença na 44ª Volta ao Algarve, a realizar de 14 a 18 de fevereiro.

A Volta ao Algarve pode ser vista em transmissão direta na TVI 24, ou na EuroSport.

Fonte: LA Alumínios

“FTP celebra parceria com a Vitalis”

Após um hiato de 1 ano e meio, a Federação de Triatlo de Portugal restabelece a parceria com a conceituada marca de águas Vitalis. Um patrocinador essencial para o quadro competitivo nacional, não só pela mais-valia para os atletas em momentos de competição mas também pela associação a uma marca conceituada que investe significativamente na sua comunicação e, consequentemente, na promoção do desporto nacional. A parceria entre a Federação de Triatlo de Portugal e a Vitalis trará enorme valor e será um grande contributo para o desenvolvimento e crescimento da nossa modalidade.

É com enorme agrado que a Federação de Triatlo de Portugal anuncia esta parceria.

Fonte: FTP

“LA Alumínios na Prova de Abertura”

Texto: José Morais

A LA Alumínios vais marcar presença na Prova de Abertura a realizar no dia 4 de fevereiro, na Região de Aveiro, a partida terá início pelas 12,15 em Oliveira do Bairro, terá uma extensão de 155,5 quilómetros, e terminará cerca das 16 horas na Torreira.

Fonte: LA Alumínios

“8 MEDALHAS NOS NACIONAIS DE PISTA”

TEXTO: AfterTwo //works

FOTOS: João Fonseca

Três medalhas de prata e cinco de bronze. Foi este o saldo da participação das equipas da Academia Joaquim Agostinho-UDO nos campeonatos nacionais de ciclismo de pista que se realizaram este fim-de-semana no velódromo nacional em Sangalhos - Anadia.

No primeiro dia de competições estiveram em acção os atletas cadetes, juniores e masters, em provas por equipas e em participação individual. O cadete Daniel Gonçalves foi vicecampeão na prova de eliminação, tendo o master 60 Sílvio Serranho alcançado igual proeza nas provas de scratch e eliminação. O júnior Wilson Esperança foi medalha de bronze em Omnium, sendo que o master 50 Carlos Esteves atingiu a mesma classificação nas provas de scratch e eliminação. A equipa de cadetes também subiu ao pódio para receber a medalha de bronze em perseguição.


No segundo dia de provas o destaque vai para o atleta Iúri Leitão da equipa sub-23 Sicasal

Constantinos-Delta Cafés que alcançou a medalha de bronze na prova de scratch para elites. O mesmo atleta foi ainda vítima de uma aparatosa queda por abalroamento, provocada por dois colegas de competição. Daniel Silva, também em elites, não foi além do 10º posto igualmente em scratch.

No rescaldo do fim-de-semana competitivo, realce ainda para a segunda posição obtida pela atleta Diana Pedrosa no Raid Btt da Junqueira e para o excelente desempenho do Miguel

Salgueiro no Ciclocross Internacional de Valongo, onde foi 3º classificado e o melhor sub-23

Português em prova. 

Fonte: Academia Joaquim Agostinho

“CANNONDALE FACTORY RACING XC TEAM FAZ HISTÓRIA AO MUDAR PARA SHIMANO”

A equipa CFR ambiciona a vitória com componentes XTR.

Por: Nuno Candeias

Pela primeira vez na história CANNONDALE FACTORY RACING (CFR) irá fazer parceria com a SHIMANO uma mudança que vai colocar a equipa Olimpica de XC Elites incluindo Manuel Fumic (GER), Henrique Avancini (BRA), Maxime Marrotte (FRA), e Helen Grobert (GER) a competir com a tecnologia de competição mais avançada de componentes da marca.

Para a época de 2018 as bikes da Cannondale F-Si hardtails e Scalpel-Si full suspension vão ser totalmente equipadas com transmissões XTR da SHIMANO, incluindo os pedaleiros XTR HOLLOWTECH II RACE construidos a partir de forja de aluminio anodizado ultra-leve e rodas pedaleiras de titânio.

Os Pedaleiros vão ser complementados com a corrente HG-901 revestida a SIL-TEC, e as mudanças traseiras SHIMANO SHADOW RD+ que incoroporam um mecanismo estabilizador para opções de retenção da corrente e encontra-se posicionada debaixo da cassete para redução de riscos de impactos nos trilhos.

Enquanto que a travagem ficara a cargo dos potentes Manetes hidráulicas XTR M9000 e das pinças XTR M9000.

Daniel Hespeler director de equipa, salienta que a mudança para a Shimano era um grande objectivo seu, quando se prepara para direcionar a equipa para o periodo de qualificação dos Olímpicos.

“Construimos uma fantástica e talentosa selecção de pilotos de XC carajosos, agressivos e de mente aberta, os quais são alguns dos melhores do mundo. Montámos a estrutura da equipa para alcançar a melhor performance  no ciclismo Olímpico e fizemos algumas alterações fundamentais na forma como a equipa vai operar. Esta parceria com a shimano era a peça final do puzzle, e desde os pilotos aos mecânicos, todos estamos entusiasmados por trabalhar com XTR e Shimano a partir de hoje até 2020.”

Cannondale Factory Racing irá estar a competir na taça do Mundo UCI XCO. Stellenbosch em Africa do Sul marca o arranque da competição a 10 Março, e estamos também já focados em ganhar a ABSA Cape EPIC  logo na semana seguinte .

Fonte: Sociedade Comercial do Vouga, Lda








 

“Peter Sagan oferece bicicleta e uma camisola amarela ao papa Francisco”

Os dois objetos têm as cores do Vaticano

Por: Lusa

Foto: EPA

O ciclista eslovaco Peter Sagan, tricampeão mundial, ofereceu esta quarta-feira uma camisola amarela e uma bicicleta branca ao papa Francisco, no final de uma audiência na cidade do Vaticano.

"Trouxe uma camisola de campeão mundo autografada para si", disse o ciclista ao papa, antes de lhe oferecer também uma bicicleta com a inscrição Francisco.

Os dois objetos oferecidos pelo ciclista, que esteve acompanhado pela mãe, têm as cores do Vaticano.

Em setembro passado, Peter Sagan tornou-se o primeiro ciclista a sagrar-se campeão do mundo três vezes consecutivas.

Fonte: Record on-line

“Volta ao Algarve/BMC e Trek-Segafredo na máxima força”

Por: José Carlos Gomes

Fotos: Arquivo NP

À medida que as equipas vão fazendo chegar à organização as listas provisórias de inscritos, torna-se cada vez mais nítido que a Volta ao Algarve, cuja 44.ª edição se realiza entre 14 e 18 de fevereiro, é um dos eventos com maior qualidade desportiva dos participantes entre todas as realizações desportivas, que, anualmente, acontecem em Portugal.

As equipas WorldTour BMC Racing Team e Trek-Segafredo vão apresentar-se na Voltata ao Algarve de 2018, prova de classe 2.HC, recheadas de estrelas e com formações capazes de bater-se pela classificação geral e por cada uma das etapas.

O australiano Richie Porte, vencedor da Volta ao Algarve em 2012 e primeiro no alto do Malhão nesse ano e em 2015, é o cabeça de cartaz da BMC Racing Team, chegando a Portugal depois de um excelente Tour Down Under, no qual se impôs na etapa rainha e terminou em segundo na geral, com o mesmo tempo do vencedor.

O chefe-de-fila da BMC estará bem acompanhado. A seu lado terá Tejay van Garderen, dono de um palmarés de respeito que, na época passada, foi enriquecido com lugares de destaque em provas WorldTour: quinto na Volta à Catalunha, sexto na Volta à Romandia e nono na Volta à Suíça. Tejay van Garderen também já brilhou no Algarve, contando com três top 10 na geral, incluindo a segunda posição em 2011.
O belga Dylan Teuns também está escalado, procurando dar seguimento ao bom ano de 2017, no qual foi uma das sensações, com vitórias na geral da Volta à Polónia, Artic Race Norway e Tour de Wallonie.
O australiano Simon Gerrans será a aposta da BMC para as etapas com final ao sprint, enquanto o suíço Stefan Kung, campeão helvético de contrarrelógio e vice-campeão de fundo, vai ter o contrarrelógio de Lagoa em ponto de mira. Os belgas Jurgen Roelandts e Loïc Vliegen fecham as escolhas da BMC para a Volta ao Algarve.

A lista provisória de inscritos da Trek-Segafredo não fica atrás, deixando claro que o coletivo sediado nos Estados Unidos da América pode visar a classificação geral e ainda bater-se por cada uma das tiradas.
A Trek-Segafredo surge com dois ciclistas que podem lutar pelos lugares cimeiros: o campeão português de fundo, Rúben Guerreiro, que recentemente foi o nono classificado no Tour Down Under, e o holandês Bauke Mollema, chefe-de-fila da equipa para a próxima Volta a França e que em 2017 colocou-se no top 10 final em seis prova do WorldTour, Abu Dhabi (4.º), Tirreno-Adriatico (9.º), Giro (7.º), Clássica de San Sebastian (3.º), GP de Montréal (5.º) e Tour de Guangxi (2.º), além ter de triunfado na Vuelta a San Juan.

No contrarrelógio de Lagoa, a Trek-Segafredo conta com dois especialistas de créditos firmados para tentar o triunfo de etapa, o austríaco Mathias Brändle e o campeão irlandês de fundo e de contrarrelógio, Ryan Mullen, vencedor, nesta terça-feira, do exercício individual da Vuelta a San Juan.

Os homens de clássicas John Degenkolb, Jasper Stuyven e Gregory Rast também estão pré-convocados para a Volta ao Algarve, e os dois primeiros são suficientemente rápidos para tentar erguer os braços nas etapas que venham a terminar ao sprint.

Etapas

14 de fevereiro: 1.ª Etapa: Albufeira – Lagos, 192,6 km

15 de fevereiro: 2.ª Etapa: Sagres – Fóia (Monchique), 187,9 km

16 de fevereiro: 3.ª Etapa: Lagoa – Lagoa, 20,3 km (CRI)

17 de fevereiro: 4.ª Etapa: Almodôvar – Tavira, 199,2 km

18 de fevereiro: 5.ª Etapa: Faro – Malhão (Loulé), 173,5 km

Últimos Vencedores da Volta ao Algarve

2017 – Primoz Roglic (Team Lotto NL-Jumbo)

2016 - Geraint Thomas (Sky)

2015 - Geraint Thomas (Sky)

2014 - Michal Kwiatkowski (Omega Pharma-QuickStep)

2013 - Tony Martin (Omega Pharma-QuickStep)

2012 - Richie Porte (Sky)

2011 - Tony Martin (HTC-Highroad)

2010 - Alberto Contador (Astana)

2009 - Alberto Contador (Astana)

2008 - Stijn Devolder (QuickStep)

Fonte: FPC

“Richie Porte e Bauke Molema confirmados na Volta ao Algarve”

Prova de 14 a 18 de fevereiro

Fotos: Arquivo NP

O australiano Richie Porte e o norte-americano Tejay van Garderen, da BMC, e o holandês Bauke Molema e o português Ruben Guerreiro, ambos da Trek-Segafredo, vão disputar a Volta ao Algarve, anunciou organização.

Vencedor da Volta ao Algarve em 2012, Richie Porte apresenta-se na prova portuguesa, de 14 a 18 de fevereiro, depois de ter concluído o Tour Down Under no segundo lugar da geral, com o mesmo tempo do vencedor, o sul-africano Daryl Impey, além de ter vencido a etapa rainha.

Na 44.ª edição da prova, terá a companhia do norte-americano Tejay van Garderen, corredor que terminou a 'algarvia' por três vezes entre os 10 primeiros, com destaque para o segundo posto em 2011.

A equipa contará ainda com o belga Dylan Teuns, vencedor em 2017 da Volta à Polónia, da Volta à Noruega e da Volta à Valónia, o australiano Simon Gerrans, candidato a disputar etapas ao sprint, e o contrarrelogista suíço Stephen Kung.

A Trek-Segafredo surge com Ruben Guerreiro, campeão nacional e nono no Tour Down Under, e o holandês Bauke Mollema, que se prepara para liderar a equipa na próxima Volta a França. Entre os seus homens mais rápidos, realce para o alemão John Degenkolb.

Fonte: Record on-line

“Vidal Fitas: «Sem a lesão do Fábio seria semana perfeita»”

Diretor desportivo do Sporting-Tavira gostou do teste no Gabão

Por: Alexandre Reis

Foto: DR RECORD

Uma entrada de leão. É como se pode classificar a experiência do Sporting-Tavira na Tropicale Amissa Bongo, que terminou no Gabão.

Esta é a opinião de Vidal Fitas, diretor desportivo do Sporting-Tavira, pois a equipa cumpriu os objetivos a que se propôs para estar bem na Algarvia em fevereiro.

"Ao nível físico, os ciclistas saíram melhor do que quando entraram. Foi um teste positivo. Ao nível desportivo, também tivemos boa participação, com as duas vitórias em etapas de Rinaldo Nocentini e o 6º lugar da geral. Não fosse a lesão do Fábio Silvestre, seria uma semana perfeita", considerou Vidal Fitas.

Para o técnico, a organização africana esteve bastante razoável, pese as adversidades próprias da dureza da estrada: "Logo nos primeiros dias deparámo-nos com temperaturas de 40 graus. O Joni Brandão, o Mário Gonzalez e o Nicola Toffali tiveram problemas gástricos, passando dias complicados por causa da desidratação. Foram obrigados a ingerir muitos líquidos, alguns com açúcar, pelo que o corpo não está preparado neste início de época. Se não fosse isso, até poderíamos ter feito melhor na geral, mas no dia em que a fuga pegou deixámos ir para não forçar.

Outro dos problemas foi a logística: "A organização tudo fez para fornecer alojamento e alimentação. Mas nem sempre encontrámos o que precisávamos, pois não conhecíamos a corrida", contou.

Corrida de Abertura antes da Algarvia

O Sporting-Tavira iniciou um período de descanso ativo, prevendo-se que, segundo Vidal Fitas, "regresse ainda em melhor forma" na Corrida de Abertura a 4 de fevereiro (Aveiro).

Será o último teste antes da Volta ao Algarve (14 a 18 de fev.). Já Fábio Silvestre vai ser operado à tíbia fraturada e avaliado o tempo de paragem. Há a hipótese do Sporting-Tavira ir ao mercado.

Fonte: Record on-line

“30º Passeio de Cicloturismo Vila de Pinhal Novo”

Dia 18 de Março de 2018

Texto: José Morais

Já estão abertas as inscrições para o 30º Passeio de Cicloturismo da Vila de Pinhal Novo, um passeio de grandes tradições, onde para muitos é o início de mais uma época cicloturista, e depois de algum tempo de paragem, as pedaladas retomam à estrada, num trajeto muito propício para início de época, já que é praticamente plano e bom para rolar.

Participe, neste que é um dos grandes eventos do calendário oficial da Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta (FPCUB).

Inscrições em:http://pinhalbiketeam.com/site 
Fonte: PinhalBikeTeam