sábado, 29 de fevereiro de 2020

“Nova edição mensal da Revista Notícias do Pedal/Primeira de 2020”

A “Revista Notícias do Pedal” acabou de lançar a edição número 294, a edição de fevereiro, a mesma contém uma grande diversidade de notícias, nas mais diversas modalidades, descubra e conheça a mesma, e ainda outras novidades, e outros projetos, e participe.

A nossa publicação pode ser visualizada em: www.noticiasdopedal.com  onde vai encontrar todos os nossos projetos e links para os mesmos.

Temos ainda o nosso espaço diário em:



A sua notícia é importante para nós…


Temos espaço para divulgar o seu evento antes e após a realização do mesmo, pode divulgar ainda tudo o que se relaciona com a bicicleta, como um acontecimento, um passeio onde participou, uma novidade.

Temos espaço diário, e mensal, e damos liberdade aos nossos leitores, de se pronunciarem, e fazerem as suas divulgações, para que isso aconteça, basta enviarem um pequeno texto, algumas fotos, ou cartazes, e nós tratamos do resto.
 

Todas as notícias podem ser enviadas para os nossos mails:




Boas leituras…

“Francês Rémi Cavagna (Deceuninck-Quick Step) vence isolado a Clássica de Ardèche”

Ricardo Vilela (Burgos-BH) foi o único português em prova, mas não a concluiu.

O ciclista francês Rémi Cavagna (Deceuninck-Quick Step) venceu hoje, com grande à vontade, a Clássica de Ardèche, em França, com início e fim em Guilherand-Granges.

Cavagna cumpriu os 184,4 quilómetros do trajeto em 5:13.10 horas, seguido do estoniano Tanel Kangert (EF Pro Cycling), a 2.51 minutos, com o pódio a ficar completo com o francês Guillaume Martins (Cofidis), a 2.55.

Rémi Cavagna integrou a fuga do dia, tendo descolado dos seus companheiros a 45 quilómetros do fim, em jornada sob chuva contínua.

Ricardo Vilela (Burgos-BH) foi o único português em prova, mas não a concluiu.

Fonte: Sapo on-line

“Equipa Portugal/João Matias 17.º no concurso de omnium do Mundial de Pista”

Por: André Antunes

João Matias foi hoje 17.º classificado no concurso olímpico de omnium do Campeonato do Mundo de Pista, em Berlim, Alemanha.

O ciclista português começou o concurso olímpico de omnium com um 16.º lugar na prova de scratch, seguindo-se a 15.ª posição na corrida tempo e um 14.º posto na prova de eliminação. Com a conjugação de resultados o corredor luso partia para a corrida por pontos como o 17.º classificado.

Na corrida por pontos, o barcelense não conseguiu pontuar, acabando a competição com 36 pontos, no 17.º lugar, igualando a prestação do ano transato. O francês Benjamin Thomas conquistou a medalha de ouro com 158 pontos, o holandês Jan Willem van Schip fez segundo com 135 pontos, e no último lugar do pódio terminou o britânico Matthew Walls, com 117 pontos.

Amanhã será realizado o último dia de competição, em Berlim, começando com a participação de Maria Martins na corrida por pontos, pelas 13h00. A dupla portuguesa composta por Iuri Leitão e Ivo Oliveira irá participar na prova de madison masculino, agendada para as 14h00. A prova será importante, sendo que pode dar apuramento olímpico tanto em madison como na disciplina de omnium.

Fonte: FPC

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020

“Este domingo mais um direto do Notícias do Pedal no Facebook…”

Este domingo 1 de março, o Notícias do Pedal-TV vai marcar presença em Fátima, na 18ª Bênção Nacional dos Ciclistas.2020.

A partir das 9 horas da manhã iremos estar em direto de Fátima, para o Facebook, no Parque nº 12, onde será feita a concentração deste grande evento.

Entrevistas, a partida, a chegada dos participantes, a transmissão na integra de toda a Bênção na Capela de Santo Estevão, pelas11.30 horas, será realizada a Santa Missa seguida da Bênção dos Ciclistas e das bicicletas, sendo presidida por D. Serafim Ferreira e Silva, no Calvário Húngaro, entre outros momentos, poderão ser vistos em direto. Se não vai participar neste grande evento, assista a bons momentos.

Não se esqueça, domingo a partir das 9 horas, aqui em direto para todos, um evento que muito promete.

Reportagem completa da Revista Notícias do Pedal.

Nota da Redação.

“Equipa Portugal/Maria Martins quarta no concurso olímpico de Omnium”

Por: José Carlos Gomes

Maria Martins foi hoje a quarta classificada no concurso olímpico de omnium do Campeonato do Mundo de Pista, em Berlim, Alemanha. É um resultado de grande relevo desportivo, tratando-se de uma disciplina olímpica e de estarmos em ano olímpico, quando o nível competitivo é sempre mais elevado.

A corredora portuguesa fez um concurso sempre junto das melhores. Foi quarta classificada em scratch, décima na corrida tempo e sexta em eliminação. Maria Martins chegou à corrida por pontos, que tudo decide, em posição de pódio, no terceiro lugar da geral.

Durante os 20 quilómetros da prova decisiva a representante da Equipa Portugal esteve muito ativa, chegando a pedalar em posição adiantada e em condições de subir algumas posições no pódio. Só dentro dos derradeiros 5 quilómetros não conseguiu responder a uma movimentação que viria a atirá-la para fora do pódio.

A japonesa Yumi Kajihara fez um concurso irrepreensível, vencendo, com 121 pontos. Seguiu-se a italiana Letizia Paternoster, com 109, e a polaca Daria Pikulik, com 100. Maria Martins terminou com 92 pontos.

Ivo Oliveira também esteve hoje em pista, na disciplina que lhe deu mais medalhas: perseguição individual. O gaiense completou os 4 quilómetros em 4’10’’829, a melhor marca portuguesa de sempre. A melhoria de Ivo Oliveira não permitiu melhor do que a oitava posição, uma vez que os tempos têm vindo a cair exponencialmente no panorama internacional. O italiano Filippo Ganna foi o melhor exemplo disso, estabelecendo hoje um novo recorde mundial, 4’01’934, na fase de qualificação, antes de impor-se na final para conquistar a medalha de ouro.

Neste sábado Portugal tem a primeira de duas finais com impacto na qualificação masculina para os Jogos Olímpicos. João Matias terá a missão de apurar Portugal em omnium. O minhoto compete neste concurso entre as 11h15 e as 19h00.

Fonte: FPC

“BTT e Caminhada por Creixomil (Guimarães)”

A Junta de Freguesia de Creixomil – Guimarães promove no próximo dia 15 de março o “BTT e Caminhada por Creixomil”, iniciativa de apoio aos Bombeiros Voluntários de Guimarães que conta com a colaboração da Associação de Ciclismo do Minho. O evento, promovida em colaboração com a Erdal, inclui no programa um passeio de BTT e uma caminhada.

O evento é aberto à participação de todos os interessados e prevê a participação em duas vertentes: passeio de família (cerca de 10 quilómetros, dificuldade baixa) e passeio de BTT (cerca de 20 quilómetros, dificuldade baixa/média).

A concentração está marcada para o Multiusos de Guimarães (09h30) e a participação está sujeita a inscrição prévia custando 5 euros (gratuito para menores de 12 anos).

As inscrições para o passeio de BTT devem ser formalizadas na Junta de Freguesia de Creixomil ou em http://www.jf-creixomil.com/events/pedalar-caminhar-por-creixomil-2020  enquanto as inscrições para a caminhada poderão ser efetuadas na sede da Junta de Freguesia de Creixomil, SARC – Salgueiral, Piratas de Creixomil ou no Grupo Cultural e Recreativo da Cruz de Pedra

A iniciativa conta com a colaboração da Associação de Ciclismo do Minho e da Erdal e com o apoio da União das Freguesias de Oliveira, São Paio e São Sebastião, Polícia de Segurança Pública - Guimarães, Bombeiros Voluntários de Guimarães, SARC – Salgueiral, Piratas de Creixomil, GCR Cruz de Pedra e da Like Bike, entre outros.

Fonte: ACM

“Adam Yates declarado vencedor da Volta aos Emirados Árabes Unidos”

Adam Yates em ação EPA/DARIO BELINGHERI

A vitória na Volta aos Emirados Árabes Unidos foi atribuída ao ciclista britânico Adam Yates (Mitchelton-Scott), após o cancelamento da prova a duas etapas do final devido a dois casos positivos ao coronavírus Covid-19, anunciou hoje a organização.

Yates, que venceu a terceira etapa e liderava na altura da suspensão da prova, foi seguido na classificação geral pelo esloveno Tadej Pogacar (UAE-Emirates) e pelo cazaque Alexey Lutsenko (Astana), segundo e terceiro classificados, respetivamente.

De acordo com os organizadores da Volta aos Emirados Árabes Unidos, a decisão de cancelar as duas últimas etapas foi tomada na noite de quinta-feira, depois de dois funcionários italianos de uma das equipas participantes terem testado positivo ao coronavírus Covid-19.

Todos os ciclistas, funcionários das equipas, membros da organização, jornalistas, ‘staff’ e técnicos alojados num hotel em Abu Dhabi, começaram, entretanto, a ser submetidos a testes de despistagem.

Fonte: Sapo on-line

“Covid-19: “Participantes italianos” motivam cancelamento da Volta aos Emirados”

A Organização Mundial de Saúde declarou o surto do Covid-19 como uma emergência de saúde pública de âmbito internacional.

A Volta aos Emirados Árabes Unidos (EAU) em bicicleta foi cancelada após “dois participantes italianos terem acusado positivo” ao novo coronavírus Covid-19, informou hoje o Conselho dos Desportos de Abu Dhabi, sem especificar a função das pessoas infetadas.

“Tomámos esta decisão para assegurar a proteção de todos os participantes na prova. A segurança é uma das nossas principais prioridades”, informou aquela entidade dos EAU em comunicado.

A Volta aos Emirados Árabes Unidos foi hoje cancelada, quando faltavam duas etapas para o final.

Antes do anúncio do cancelamento da prova velocipédica, que no final da quinta etapa, hoje disputada, era liderada pelo britânico Adam Yates (Mitchelton-Scott), as equipas e os membros da organização receberam uma nota que estabelecia a proibição de sair dos hotéis.

O diretor da Volta aos Emirados Árabes Unidos, Mauro Vegni, deslocou-se ao hotel dos ciclistas para se reunir com diretores desportivos e avaliar a situação, tendo saído dessa reunião a decisão de cancelar a segunda edição da prova, a única do WorldTour disputada no Médio Oriente.

De acordo com o site velocipédico italiano Tuttobici, as autoridades locais vão realizar testes a todos os ciclistas, ‘staff’, jornalistas e membros da organização alojados nos dois hotéis reservados para a caravana, de modo a descartar uma eventual infeção por Covid-19.

O balanço provisório da epidemia do coronavírus Covid-19 é de 2.800 mortos e mais de 82 mil pessoas infetadas, de acordo com dados reportados por 48 países e territórios.

Das pessoas infetadas, mais de 33 mil recuperaram.

Além de 2.744 mortos na China, onde o surto começou no final do ano passado, há registo de vítimas mortais no Irão, Coreia do Sul, Itália, Japão, Filipinas, França, Hong Kong e Taiwan.

A Organização Mundial de Saúde declarou o surto do Covid-19 como uma emergência de saúde pública de âmbito internacional e alertou para uma eventual pandemia, após um aumento repentino de casos em Itália, Coreia do Sul e Irão nos últimos dias.

Fonte: Sapo on-line

“Coronavírus: Volta aos Emirados Árabes cancelada e ciclistas estão a ser testados”

Informação foi confirmada pelo ciclista britânico Chris Froome numa publicação nas redes sociais

Fonte: Lusa

Foto: EPA

A Volta aos Emirados Árabes Unidos foi esta quinta-feira cancelada, quando faltavam duas etapas para o final, devido ao novo coronavírus (Covid-19), confirmou o ciclista britânico Chris Froome (INEOS) numa publicação nas redes sociais.

"É uma pena que a Volta aos Emirados Árabes tenha sido cancelada, mas a saúde pública está em primeiro lugar. Estamos a aguardar pelos testes e permaneceremos no hotel até indicação em contrário", escreveu o quatro vezes vencedor da Volta a França (2017, 2016, 2015 e 2013) na sua conta na rede social no Twitter.

Froome, que escolheu precisamente esta prova para regressar à competição oito meses após sofrer uma queda violenta no Critério do Dauphiné, corroborou uma informação avançada por vários meios especializados internacionais.

Antes do anúncio do cancelamento da prova velocipédica, que no final da quinta etapa, hoje disputada, era liderada pelo britânico Adam Yates (Mitchelton-Scott), as equipas e os membros da organização receberam uma nota que estabelecia a proibição de sair dos hotéis.

"Por indicação das autoridades de Abu Dhabi, fica proibida a saída das pessoas alojadas nos hotéis", indicava o texto.

O diretor da Volta aos Emirados Árabes Unidos, Mauro Vegni, deslocou-se ao hotel dos ciclistas para se reunir com diretores desportivos e avaliar a situação, tendo saído dessa reunião a decisão de cancelar a segunda edição da prova, a única do WorldTour disputada no Médio Oriente.

De acordo com o site velocipédico italiano Tuttobici, as autoridades locais vão realizar testes a todos os ciclistas, 'staff', jornalistas e membros da organização alojados nos dois hotéis reservados para a caravana, de modo a descartar uma eventual infeção por Covid-19.

O balanço provisório da epidemia do coronavírus Covid-19 é de 2.800 mortos e mais de 82 mil pessoas infetadas, de acordo com dados reportados por 48 países e territórios.

Das pessoas infetadas, mais de 33 mil recuperaram.

Além de 2.744 mortos na China, onde o surto começou no final do ano passado, há registo de vítimas mortais no Irão, Coreia do Sul, Itália, Japão, Filipinas, França, Hong Kong e Taiwan.

A Organização Mundial de Saúde declarou o surto do Covid-19 como uma emergência de saúde pública de âmbito internacional e alertou para uma eventual pandemia, após um aumento repentino de casos em Itália, Coreia do Sul e Irão nos últimos dias.

Portugal teve, nas últimas 24 horas, 27 novos casos suspeitos de infeção pelo novo coronavírus (Covid-19), totalizando 52 até hoje, dos quais 16 se encontram a aguardar resultados laboratoriais, indicou a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Fonte: Record on-line

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020

“Duatlo do Entroncamento recebe Campeonato Nacional Jovem de Clubes”

No dia 22 de fevereiro realizou-se o Campeonato Nacional Jovem de Clubes e o Campeonato Nacional Juvenis de Duatlo

Esta competição, disputada em BTT, contou com cerca de 400 inscritos que correram em asfalto, junto à Cidade Desportiva do Entroncamento e pedalaram em terreno misto de alcatrão e terra batida junto às zonas adjacentes e no interior do Parque do Bonito.

Nos iniciados e juvenis, o percurso em terra batida incluiu, além de zonas rolantes, uma zona técnica em single track de dificuldade média e uma descida técnica de dificuldade média.

As muitas equipas de jovens atletas contaram com o apoio das famílias num atrativo espaço com muita animação e diversão para todos: insufláveis, voleibol, tiro com arco e paintball. Para além de todas estas animações, o espaço livre proporcionou brincadeiras aos jovens e o agradável local para convívio permitiu que as equipas se sentassem para assistir à prova em conjunto.

João Mascarenhas, treinador do Sport Lisboa e Benfica e um dos responsáveis pela organização do evento, partilhou os objetivos desta prova: «Procuramos colocar em prática aquilo que é a nossa forma de estar no triatlo que é, em primeiro lugar, proporcionar um dia agradável para todas a famílias que visitaram o Entroncamento, num ambiente de convívio entre todos os clubes e com muita diversão para os jovens.» O treinador explicou também que o percurso foi elaborado de modo a permitir que todos pudessem aplicar as suas capacidades dentro do triatlo atual. «Uma corrida rápida e um ciclismo que não limitasse ninguém, mas com um pouco de tudo. Penso que os atletas puderam focar-se na sua performance com segurança e o público viu um bom espetáculo.»

O pódio foi constituído pelo Sport Lisboa e Benfica que alcançou a primeira posição com 1716 pontos e 45 atletas, seguido do Alhandra Sporting Club no segundo lugar com 939 pontos e 25 atletas e o Clube de Natação de Torres Novas que fechou o pódio de clubes com 29 atletas e 789 pontos.

Esta foi uma competição que recebeu também o Campeonato Nacional de Juvenis de Duatlo, com Cassilda Carvalho, do Sport Lisboa e Benfica, e João Nuno Batista, do Clube de Natação de Torres Novas, a conquistarem o título de Campeões Nacionais com os tempos respetivos de 00:32:34 e 00:30:04.

Luisa Miranda, do Sport Lisboa e Benfica foi vice-campeã de duatlo juvenil com 00:33:55 e Gonçalo Santos, do ADRAP Madeira, sagrou-se vice-campeão na prova masculina com o tempo de 00:30:26.

Ana Carapeta, do Alhandra Sporting Club, subiu ao pódio na terceira posição com 00:34:24 e Tomás Prudêncio, do Sport Lisboa e Benfica, alcançou o terceiro lugar em masculinos com 00:31:17.

Um grande aplauso para os pais, apoiantes e jovens atletas pela sua dedicação e determinação!

Este evento foi organizado pelo Sport Lisboa e Benfica e contou com o apoio técnico da Federação de Triatlo de Portugal.

Fonte: FTP

“Equipa Portugal/Iuri Leitão nono na prova de scratch do Mundial de pista”

Por: José Carlos Gomes

O português Iuri Leitão foi hoje o nono classificado na prova de scratch do Campeonato do Mundo de Pista, disputada em Berlim, Alemanha.

A corrida de 15 quilómetros, 60 voltas, foi muito atacada na segunda metade. O representante da Equipa Portugal esteve ativo e cotou-se como um dos melhores corredores em pista, saindo do pelotão na altura certa para classificar-se perto do primeiro terço da tabela.

Iuri Leitão acabou no nono lugar entre 24 participantes. O bielorrusso Yauheni Karalyok conquistou a medalha de ouro, enquanto o italiano fez um esforço final que lhe valeu a medalha de prata, diante do favorito, o espanhol Sebastián Mora, que ocupou o degrau mais baixo do pódio.

Ivo Oliveira e Maria Martins são os representantes portugueses na jornada de sexta-feira. A ribatejana vai competir no concurso olímpico de omnium, disputando scratch às 14h00, corrida tempo às 15h55, eliminação às 18h35 e corrida por pontos às 20h00. O gaiense vai correr em perseguição individual, cuja fase de qualificação arranca às 14h50. Se conseguir um dos quatro melhores registos, Ivo Oliveira corre as finais, às 19h35.

Fonte: FPC

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2020

“Equipa Portugal/Medalha de bronze para Maria Martins no mundial de scratch”

Por: José Carlos Gomes

Maria Martins continua a fazer história no ciclismo português, conseguindo hoje a terceira posição na prova de scratch do Campeonato do Mundo de Pista, em Berlim, Alemanha. É a primeira medalha do ciclismo feminino nacional em mundiais de elite.

A corrida de 10 quilómetros, 40 voltas ao velódromo berlinense, foi calma durante as primeiras 30 voltas, sem qualquer ataque ou movimentação de relevo. Isto significou que todas as corredoras se guardaram para os derradeiros 2,5 quilómetros, disputados a uma grande intensidade.

Maria Martins entrou em pista com a lição bem estudada, marcando a roda da grande favorita, a holandesa Kirsten Wild. Foi uma escolha acertada, embora difícil de executar, pois exigiu capacidade física para responder às últimas acelerações.

Além da disponibilidade atlética, a corredora da Equipa Portugal revelou uma astúcia digna de registo, passando “pelo buraco da agulha”, ganhando posições por dentro, junto à corda, na última curva, entrando na luta pelas medalhas.

Kirsten Wild confirmou o favoritism, arrebatando o título mundial. Jennifer Valente, dos Estados Unidos da América, ficou com a medalha de prata, numa luta decidida pelo photo-finish com Maria Martins, que garantiu a subida ao pódio.

Depois de em outubro ter sido a primeira mulher portuguesa a conquistar uma medalha em Campeonatos da Europa de Elite, Maria Martins deu um passo adiante e, a partir de hoje, é a única ciclista portuguesa medalhada em Campeonatos do Mundo de categoria absoluta.

“A Maria fez uma corrida exemplar, dos pontos de vista técnico e tático. Teve todos os cuidados necessários de colocação e de seguir a roda que nos poderia levar mais à frente, na fase decisiva. Além disso teve a capacidade de não quebrar no momento decisivo. Foi uma corrida fantástica”, assinala o selecionador nacional, Gabriel Mendes.

“Quando ouvi a sineta para a última volta e vi que estava no quarto lugar acreditei que poderia chegar às medalhas. Foi esse o único momento em que tive realmente a ambição do pódio, porque o objetivo passava por melhorar os processos de colocação para discutir o sprint o mais à frente possível, pois prevíamos que a decisão fosse ao sprint. A medalha acaba por ser o corolário de toda a corrida que fiz e de todo o trabalho que está para trás”, explica Maria Martins.

O scratch volta a marca a segunda jornada competitiva da Equipa Portugal, às 19h00 de quinta-feira. Iuri Leitão será o representante nacional na prova masculina. Numa corrida de resultado sempre imprevisível, o minhoto irá bater-se com nomes cimeiros do ciclismo de pista internacional, vários já medalhados em mundiais e europeus, em diferentes disciplinas.

Fonte: FPC

“Transporte de bicicletas provas internacionais 2020”

Challenge Roth, 5 de julho 2020

A Federação de Triatlo de Portugal irá novamente disponibilizar transporte de bicicletas para a comitiva de triatletas que irá representar Portugal no Challenge de Roth, esta prova mítica da longa distância internacional.

Valores: 130 euros por bike (45 a 50 bikes ou mais de 60)


IRONMAN Vitoria Gasteiz, 12 de julho 2020

O ano passado, o IRONMAN Vitoria Gasteiz contou com a maior participação de sempre de atletas portugueses, pelo que este ano a FTP irá disponibilizar transporte de bicicletas a todos os atletas nacionais.

Valores: 60 euros por bike (45 a 50 bikes ou mais de 60)

Caso esteja interessado/a envie um e-mail para: secretaria@federacao-triatlo.pt

Fonte: FTP

“Assembleia da República aprova três propostas favoráveis à mobilidade em bicicleta”

Por: Pedro Venâncio

Foram dez as propostas de alteração ao Orçamento do Estado para 2020 (OE2020) diretamente favoráveis à mobilidade em bicicleta. Tendo em conta que a proposta de lei do Governo para o OE2020 já continha uma medida diretamente favorável à mobilidade em bicicleta – o incentivo a velocípedes com assistência elétrica –, com a sua aprovação, e aprovação de outras duas propostas de alteração – incentivo a bicicletas convencionais e plano para supressão de obstáculos ao transporte de bicicletas nos transportes públicos – o OE2020 conta assim com três medidas favoráveis à bicicleta.

O PAN, nas propostas 107C e 98C, pediu que este programa de incentivo fosse alargado a bicicletas convencionais, com unidades de incentivo no valor de 10% da bicicleta até um máximo de 100 euros. A título de exemplo, uma bicicleta com um custo de 100 euros terá direito a um benefício de dez euros, ao passo que um velocípede de mil euros beneficiará de uma comparticipação máxima de 100 euros.

Já o Bloco de Esquerda, na proposta 180C, pediu que fosse criado um plano para garantir a intermodalidade da bicicleta nos transportes públicos, assim como a supressão de obstáculos ao transporte de bicicletas em barcos, comboios, metro e autocarros. Para a concretização desta proposta, o partido propôs a disponibilização de uma verba de, pelo menos, 250 mil euros disponível para entidades de transportes coletivos de capitais exclusivamente públicos, entregue mediante concurso.

Questionada em relação à aprovação destas medidas, a MUBi (Associação pela Mobilidade Urbana em Bicicleta) garantiu à Transportes em Revista que «numa altura em que se pretendem promover formas de mobilidade saudáveis e mais sustentáveis em detrimento do transporte motorizado individual, não se perspetiva que a componente do programa de Incentivo pela Introdução no Consumo de Veículos de Baixas Emissões dedicado às bicicletas com assistência eléctrica, 8.3% em 2019, possa ser reduzida, muito antes pelo contrário». De acordo com a Associação «com o alargamento do incentivo a bicicletas convencionais em 2020, a MUBi espera que pelo menos 20% da verba deste programa de incentivo a veículos de baixas emissões seja este ano destinada a bicicletas».

Sobre a extensão do incentivo a bicicletas de carga (proposta 476C, do Livre), a MUBi considera que «pelas suas enormes vantagens na micrologística urbana e no uso familiar e grande potencial no descongestionamento das cidades, temos esperança que o Ministério do Ambiente, a quem cabe agora definir os termos deste programa, possa incluir já este ano uma categoria para as bicicletas de carga».

Com apenas duas propostas favoráveis à bicicleta em 2018, ambas rejeitadas, nove propostas em 2019, das quais uma foi aprovada, e dez propostas em 2020 a que se junta uma medida da proposta do Governo, das quais três foram aprovadas, a MUBI sublinha que «tem havido uma clara evolução em termos da atenção para a mobilidade em bicicleta nas discussões do Orçamento do Estado». Contudo, a Associação alerta que as medidas aprovadas são «bastante modestas», continuando a persistir, «na generalidade, uma grande falta de coerência entre o que tem sido os discursos transversais aos vários quadrantes políticos e a ação política nestas matérias».

No parecer da MUBi, o Orçamento do Estado para 2020, que terá efeito até quase um terço da presente Legislatura, «deixou de fora essencialmente toda a componente do programa do Governo para a promoção da mobilidade ativa e a Estratégia Nacional para a Mobilidade Activa Ciclável (ENMAC) 2020-2030, com início de implementação previsto da grande parte das medidas já este ano».

«Estamos em crer que o Governo saberá encontrar os meios e os mecanismos mais adequados para dar início a estes seus compromissos, e desencadear a tão desejada e necessária mudança de paradigma nas políticas de mobilidade e aposta e investimento nos modos de transporte mais saudáveis, ecológicos e sustentáveis», reitera a Associação pela Mobilidade Urbana em Bicicleta.

Fonte: Transportes on-line

“No dia 1 de março MELGAÇO RECEBE PRIMEIRA PROVA DO CAMPEONATO DO MINHO DE BTT XCO - POPP DESIGN”

O 6º BTT XCO Vila de Melgaço atribuirá também os títulos de Campeões Nacionais Universitários de BTT Cross Country Olímpico.

Por: Sara Pereira

Melgaço acolhe no próximo domingo, dia 1 de março, o 6º BTT XCO Vila de Melgaço, a primeira prova do Campeonato do Minho de BTT XCO - POPP Design que atribuirá também os títulos de Campeões Nacionais Universitários de BTT Cross Country Olímpico. A iniciativa decorrerá no Centro de Estágios de Melgaço, entre as 10 e as 16h00.

Além das categorias de competição, a prova é aberta a todos os amantes da modalidade que poderão participar integrados na categoria de promoção. As inscrições são possíveis até ao dia do evento: para as vertentes de escolas e competição devem ser efetuadas no website da Federação Portuguesa de Ciclismo e para a vertente de promoção devem ser formalizadas através do email geral@acm.pt ou presencialmente, no dia e local da prova, para as várias vertentes. O secretariado para confirmação de inscrições abrirá às 09h00.

O 6º BTT XCO Vila de Melgaço arranca pelas 10 horas com as provas de Pupilos/Benjamins e Iniciados; a prova de Infantis e Juvenis pelas 11h00; a cerimónia protocolar dos escalões de Escolas pelas 12h00; a corrida de cadetes, femininos, paraciclismo e promoção pelas 13h00; e às 14h30 arrancará a competição de elites, sub23, juniores e masters. A cerimónia protocolar está prevista para as 16h00.

O evento é promovido em conjunto pela Associação de Ciclismo do Minho e pela Melsport – Melgaço, Desporto e Lazer EM, e conta com o apoio do Município de Melgaço, da Federação Portuguesa de Ciclismo, da Cision, da POPP Design, da Raiz Carisma - Soluções de Publicidade, da Arrecadações da Quintã, da Bike - Tudo sobre o mundo do BTT, da Quinta do Regueiro, das Quintas de Melgaço, da Ukubo, da Polisport e do comércio e indústria local.

Melgaço, o Destino de Natureza Mais Radical de Portugal

Fonte: Câmara Municipal de Melgaço

“10ª edição do BTT "Rota de S. Tiago"

Por: Nuno Almeida

O atleta do Intercaimabike, Paulo Almeida, participou no passado dia 23/2/2020, na 10ª edição do BTT "Rota de S. Tiago", organizado pela ADRCPA - Associação Desportiva, Recreativa e Cultural de Pocariça e Arrôtas, a contar para a 1ª Prova XCM da Taça Regional do Centro.

A prova era dividida pelos percursos, Maratona 70km, Meia Maratona 45km e Meia Maratona (e-Bikes) 45km, com as classes Federados, Betetistas e Promoção. 

Arranque muito rápido para conseguir a melhor colocação possível no pelotão, antes da entrada nos trilhos da região, depois foi manter a velocidade e pulso lá em cima, num percurso com muitos estradões, o que tornou a prova Super rápida.

Resultado no final dos 45Kms; 34º da geral e 15º Betetista com 1 hora e 36 minutos.

Secretariado, marcações do percurso e reforço líquido bem estruturado, com uma boa organização em geral.

Agradecimentos aos apoios e patrocínios:

Fonte: Intercaimabike


 

“Agenda de Ciclismo”

GP de Portugal BMX corre-se em Anadia

Por: André Nunes

O Grande Prémio de Portugal BMX Race será a primeira prova do calendário internacional realizada em Portugal, no dia 1 de março, na pista olímpica do Centro de Alto Rendimento de Anadia.

Trata-se de uma prova importante para as seleções devido à necessidade de amealhar pontos para o ranking olímpico. A competição serve também para preparar as próximas jornadas da Taça do Mundo de BMX, jornadas finais, antes do Campeonato do Mundo.

O Grande Prémio de Portugal irá receber atletas de várias nações: Alemanha, Dinamarca, Espanha, Itália, Letónia, Portugal e Rússia.

A elite masculina contará com a presença de Bruno Cardoso, vencedor da prova inaugural da Pista de Anadia, representando a seleção portuguesa. Alejandro Kim, atleta assíduo nas provas portuguesas, e vencedor de várias jornadas da Taça de Portugal do ano transato, poderá ser um dos nomes em destaque. O dinamarquês Jimmi Therkelsen, o alemão Liam Webster e o italiano Giacomo Fantoni poderão ser corredores em evidência dado o seu posicionamento no ranking mundial.

Para além das provas para os juniores e elite, serão realizadas corridas para as categorias challenge.

No sábado haverá sessão de treinos, entre as 14h00 e as 18h00. As corridas começam no domingo, às 10h00, acabando pelas 17h00. A entrada é gratuita para o público.


Mais eventos oficiais:

29 de fevereiro: Taça BTT XCO Cidade da Maia, Vila Nova da Telha, Maia

1 de março: 6.ª edição BTT XCO de Melgaço, 1.º Campeonato do Minho de BTT XCO – POPP Design, Viana do Castelo

1 de março: Taça Regional de XCM - Rota do Pastel, Vila Real

1 de março: BTT Trilho dos Moinhos, Barcelos

1 de março: Bodiosa Bike Trail 2020, Bodiosa, Viseu

1 de março: 10.º Resistência BTT Juncal, Porto de Mós, Leiria

1 de março: 1.ª Taça da Madeira de Enduro, Machico, Madeira

1 de março: 2.ª Taça São Miguel XCO, Açores

1 de março: 1.ª Taça do Canal Faial/Pico XCO

Fonte: FPC

“Clássica da Arrábida 2020”

Clássica da Arrábida garantida por mais três edições

Por: José Carlos Gomes

A Federação Portuguesa de Ciclismo e as Câmaras Municipais de Palmela, Sesimbra e Setúbal assinaram hoje, em Sesimbra, no Hotel do Mar, um protocolo que permite a realização da Clássica da Arrábida em 2020, 2021 e 2022.

O protocolo hoje subscrito dá continuidade ao acordo que permitiu já colocar na estrada três edições da corrida internacional de um dia que contribui para a divulgação da Arrábida enquanto território privilegiado para a prática de ciclismo em todas as suas vertentes, competitiva, turística, de lazer e quotidiana, concretizando os princípios fundamentais do programa Cyclin’Portugal.

Além da organização da corrida, em parceria com a Lima & Limão Cycling Services, a Federação Portuguesa de Ciclismo já mapeou e desenvolveu um Guia de Percursos Cicláveis da Arrábida. O Arrábida Granfondo, organizado por Paradise Marathon Club, também integra o programa de iniciativas.

A cerimónia desta manhã serviu ainda para apresentar a edição de 2020 da Clássica da Arrábida, marcada para 15 de março. A prova mantém-se na categoria 1.2 do calendário da União Ciclista Internacional, sendo também pontuável para a Taça de Portugal Jogos Santa Casa de Elite.

A corrida terá 183,1 quilómetros, com partida de Setúbal (11h40), passagem por Sesimbra com meta de Montanha na Estrada dos Argéis e final em Palmela, na terceira passagem pela meta, cerca das 16h00. O circuito final inclui duas passagens pela Estrada da Cobra, troço de terra, em subida, que dará acesso à zona de meta.

O dia 15 de março será de grande festa velocipédica em Palmela, concelho que recebe o Granfondo da Arrábida, prova para praticantes amadores, que deverá juntar perto de um milhar de participantes.

“Estamos empenhados na realização de uma prova de prestígio, conjugando os interesses desportivos com a aposta turística dos três municípios do território da Arrábida”, resumiu o presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo, Delmino Pereira, na cerimónia desta manhã.

O vereador do desporto da Câmara Municipal de Setúbal, Pedro Pina, concordou com esta perspetiva. “Esta prova é já incontornável no calendário nacional. É um acontecimento que conjuga a dimensão competitiva com a democratização do acesso à prática desportiva e a dinamização do território da Arrábida”, frisou.

“Este projeto é um exemplo para o país, pela capacidade de cooperação de três municípios com a Federação Portuguesa de Ciclismo para valorização de um património como o da Arrábida. Tem um impacto direto muito positivo na economia dos três concelhos. É um privilégio estarmos associados a esta iniciativa”, disse o vereador do Desporto da Câmara Municipal de Palmela, Luís Calha.

Francisco Jesus, presidente da Câmara Municipal de Sesimbra e anfitrião da cerimónia de apresentação, notou que “o ciclismo encaixa como uma luva na estratégia de fruição do património da serra da Arrábida”. Além disso, é um modo de “fomentar o combate à sazonalidade turística e de diversificação da oferta de atividades”. Em paralelo, “permite dar um sinal da importância dos modos suaves de deslocação e da possibilidade de recurso à bicicleta como meio de transporte”.

Fonte: FPC

“10ª MARATONA BTT BROA DE AVINTES"

Por: Nuno Almeida

O atleta do Intercaimabike, Nuno Almeida, participou este domingo 23/02, na 10ª MARATONA BTT BROA DE AVINTES, na maratona 75Kms/classe promoção.

A prova era dividida pelos percursos; Maratona de 75 km, Meia Maratona 45 km e a Minimaratona com 20 km de extensão, com as classes Federados, Betetistas e Promoção. 

Arranque da penúltima box, com centenas de atletas na frente, alguma confusão na partida, com tudo ao molho e fé em Deus, mas como sempre, é colocar tudo ao lume, pernas duras, músculos a latejar, respiração ofegante, mas lá se entrou nos trilhos e tudo foi acalmando.

Subidas curtas e duras, descidas técnicas em singletrack, com a vista do Douro para apaziguar o cansaço.

Numa das descidas, ao km 15, o desviador da bicicleta do atleta embateu em algo e partiu a mola que estica a corrente, tendo este ficado apeado e desistido de prosseguir o percurso, pois era impossível continuar com a bicicleta assim.

A organização está de parabéns, marcações top, cruzamentos bem patrulhados e disponibilidade do pessoal ....

Agradecimentos aos apoios e patrocínios:

Fonte: Intercaimabike





 

terça-feira, 25 de fevereiro de 2020

“Salão Internacional de Automóveis e Motociclos Clássicos”

SALÃO MOTORCLÁSSICO REGRESSA A LISBOA DE 24 A 26 DE ABRIL

Maior salão nacional relacionado com veículos clássicos e antigos, reúne mais de 160 expositores de vários países, na FIL • 90 anos da Pininfarina em destaque com exposição temática • Cadillac Series 75, o automóvel que esteve ao serviço de Salazar regressa à capital passados 50 anos • Leilão de Automobilia, Passeios de Clássicos, Concentrações de Clubes e Mercado de Clássicos completam a programação do Salão Motorclássico • Gaming Center e jogos vintage animam miúdos e graúdos.

O Motorclássico – Salão Internacional de Automóveis e Motociclos Clássicos, regressa à FIL – Feira Internacional de Lisboa, nos dias 24, 25 e 26 de Abril. O maior evento português relacionado com a temática dos Clássicos e da História Automóvel, organizado pelo Museu do Caramulo em parceria com a FIL, reúne mais de 160 expositores de vários países.

Para esta edição, a organização do Salão Motorclássico preparou um programa variado e estimulante, que conta com a participação de várias entidades comerciais e institucionais e se dirige, não só a aficionados do mundo dos clássicos, mas também ao público em geral. 

A programação da 16ª edição do Motorclássico inclui uma exposição temática dedicada ao 90º aniversário da Pininfarina, o tradicional leilão de automobilia, passeios e concentrações de clássicos, lançamentos de livros, entre outras actividades que celebram o universo motorizado clássico. Em 2019, o Salão Motorclássico recebeu 40 mil visitantes.   Exposição temática dedicada aos 90 anos da Pininfarina

Um dos destaques principais do Salão Motorclássico será a exposição que celebra os 90 anos da Carrozzeria Pininfarina, conhecidas fabricantes de carroçarias para automóveis. 

Fundada por Battista “Pinin” Farina em 1930, a Carrozerria Pininfarina é associada a automóveis de belas e voluptuosas formas. Ainda que intimamente associada à Ferrari, e responsável pela concepção de alguns dos mais emblemáticos cavallinos rampantes, a Pininfarina colaborou com inúmeras marcas, como Alfa Romeo, Bentley, Cadillac, Hyundai, Maserati, Peugeot, Rolls-Royce ou Volvo.

A exposição contará com oito modelos de diferentes marcas, desde a Ferrari à Peugeot, e que permitirão viajar pelos 90 anos de história da famosa carrozzeria italiana.  


Cadillac Series 75 

Outro dos destaques será o regresso a Lisboa, passados 50 anos, do automóvel que foi utilizado por António de Oliveira Salazar, o Cadillac Series 75. 

Em 1947, o Estado Português adquiriu dois Cadillac iguais, um para o Presidente da República – Óscar Carmona – e outro para o Presidente do Conselho de Ministros, o Professor Oliveira Salazar. Desde então, e até à sua morte, Salazar usou sempre o Cadillac que lhe estava destinado, tendo recusado um Mercedes-Benz 600 adquirido pelo Ministério das Finanças, em 1968, por entender que o Cadillac continuava em bom estado e servia muito bem para o seu serviço oficial.

Em Abril de 1971, o Cadillac Series 75 foi vendido em hasta pública, sendo então adquirido, por João de Lacerda, para ser exposto no Museu do Caramulo. 


Passeios e Leilão de Automobilia

Para além destas novidades, não vão faltar os habituais passeios, com destaque para o “Passeio ACP ao Motorclássico” e para o passeio “We Ride Lisbon to Motorclássico”, entre outros.

No Sábado, dia 25 de Abril, a partir das 17h00, decorre o Leilão de Automobilia, uma rara oportunidade para assistir, vender ou comprar num leilão especializado em automobilia histórica e de colecção. Realizado em parceria com a leiloeira Leilosoc, o leilão está aberto a coleccionadores e visitantes, que poderão inscrever-se no site do Salão Motorclássico. O catálogo do leilão estará disponível em www.leilao-motorclassico.com nas semanas antes do evento.


Lançamento de livros e entrevistas transmitidas em directo Online

O Salão Motorclássico vai ser, também, o palco do lançamento dos livros “Citroën em Portugal – De uma guerra à outra (1919-1945)” e “A visão eléctrica de Ferdinand Porsche” de José Barros Rodrigues e “Giovanni Salvi – O italiano mais rápido de Portugal” de Adelino Dinis, no Sábado, às 15h.

Pelo terceiro ano consecutivo o Salão Motorclássico irá contar com as Motor Talks. Durante o salão serão realizadas entrevistas a figuras históricas e especialistas do meio, transmitidas em directo online, pelo Jornal dos Clássicos. 


Gaming Center 

Após a estreia na edição de 2019, o Salão Motorclássico vai voltar a contar com um Gaming Center para todos os visitantes que queriam experimentar a emoção do desporto automóvel e dos jogos retro.


Certificação de Veículos de Interesse Histórico

Pela primeira vez, e durante o fim-de-semana, serão realizadas certificações técnicas a automóveis clássicos pela equipa do Museu do Caramulo. 


Bilhete online

Os bilhetes para o salão voltarão a estar disponíveis online e à semelhança da edição anterior, por um período de tempo limitado, os mesmos poderão ser adquiridos a um preço reduzido de €10.


Renovação de imagem 

A imagem de marca do Salão Motorclássico foi alvo de um rebranding levado a cabo pela BÁ Studio, tendo por base um desenho do famoso ilustrador gráfico português Ricardo Santos.    O crescimento do número de visitantes e de volume de negócios em cada uma das edições, demonstra o impacto e influência do Salão Motorclássico no mercado dos Clássicos em Portugal. O Salão Motorclássico é organizado pelo Museu do Caramulo em parceria com a FIL – Feira Internacional de Lisboa. 

O Salão Motorclássico é organizado pelo Museu do Caramulo em parceria com a FIL e conta com o apoio do Turismo de Lisboa, Fidelidade, RTP, Antena 1, Jornal dos Clássicos e do Banco BPI | Fundação la Caixa. 

Para obter mais informações sobre o Salão Motorclássico aceda ao site oficial do evento em www.motorclassico.com

Sobre o Museu do Caramulo Com mais de 60 anos de existência e visitado por mais de um milhão e meio de pessoas, o Museu do Caramulo alberga no seu espólio uma colecção de arte, uma colecção de automóveis, motos e bicicletas e uma colecção de brinquedos antigos. O Museu do Caramulo produz ainda, de forma regular, exposições temáticas e temporárias, e organiza vários eventos como o Salão Motorclássico, o Caramulo Motorfestival, o Espírito do Caramulo, a Noite dos Museus ou o Rider. Mais informação em www.museu-caramulo.net

Fonte: Museu Caramulo/Parceria Notícias do Pedal