terça-feira, 28 de janeiro de 2020

“Iniciativa da EMEL para os mais novos”

Programa Pela Cidade Fora duplica as suas atividades pedagógicas
Por: Maria Teresa Loureiro
Lisboa, 28 de janeiro de 2020 – O Programa Pela Cidade Fora (Educação Para a Mobilidade), uma iniciativa da EMEL, com a colaboração da CML, duplicou, em 2019, as suas atividades pedagógicas e de formação para a cidadania das novas gerações.
Entre janeiro e dezembro do ano passado, o Pela Cidade Fora desenvolveu mais de 110 atividades, que contaram com o envolvimento de 53 escolas do município de Lisboa e mais de 1.500 alunos dos 3º, 5º, 7º e 10º anos de escolaridade.

As atividades desenvolvidas de forma lúdica e pedagógica, realizadas no âmbito deste Programa da EMEL, durante 2019, e que se mantêm este ano, nomeadamente:

À Descoberta da Cidade:
Seguindo um mapa de Lisboa, os mais novos exploram a cidade, tendo pontos de partida e de chegada definidos, utilizando obrigatoriamente os transportes públicos.

Jogo Lugar Livre:
Jogo de chão que envolve a reflexão e resposta a questões sobre mobilidade.

Sozinho Para Casa:
Sessão de rua na envolvente da escola, para que as crianças adquiram a perceção do espaço onde a escola se insere e aprendam a fazer o percurso entre a casa e a escola de transportes públicos e a pé.

Mini Fiscal:
Ação de alerta e sensibilização para situações que envolvem estacionamentos incorretos que prejudicam a mobilidade.

Eu Ando de Bicicleta:
Sessão teórico-prática de iniciação à condução de bicicletas;

Mobilidade na Minha Cidade:
Sessão exploratória da cidade e dos transportes públicos através de um Peddy-Paper
têm como objetivo tornar crianças e jovens mais conscientes e responsáveis na utilização do espaço público, chegando, através deles, às respetivas famílias, educadores e a toda a comunidade.
A EMEL acompanha a multiplicidade de necessidades emergentes de Lisboa, sendo o seu objetivo proporcionar melhor qualidade de vida urbana. Nesse sentido, muito do seu trabalho foca-se na sensibilização e pedagogia para uma cada vez melhor utilização do espaço urbano comum, tornando a sua presença em Lisboa, cada vez mais próxima dos residentes e de quem circula todos os dias na cidade.

Declarações de Luís Natal Marques, Presidente do Conselho de Administração da EMEL:
A transição para as Cidades do Futuro, cidades mais humanizadas, começa por uma mudança de mentalidades e de comportamentos, na qual podemos basear a esperança de um futuro mais sustentável, mais inclusivo, mais nosso, para a nossa cidade. E os mais novos são peças essenciais nessa e para essa mudança. Por isso apostamos na sensibilização e na pedagogia de forma continuada, que acreditamos ser um importante contributo para uma maior segurança nas ruas da cidade e para uma sociedade mais verde e sustentável.

Sobre o Programa Pela Cidade Fora:
O Pela Cidade Fora é uma iniciativa da EMEL, com a colaboração da CML, através do Departamento de Educação, que pretende sensibilizar as gerações mais novas, desde as crianças do pré-escolar até aos jovens do ensino secundário, para as questões da Mobilidade Sustentável e em particular para as vantagens da utilização dos modos ativos e suaves.
Fonte: EMEL

"Torrienses" no top 10 da Taça"

Texto: AfterTwo //works

Fotos: João Calado | FPCiclismo e AfterTwo //works

Os juniores Daniel Gonçalves e João Ferreira alcançaram a 6ª e 10ª posições na terceira e última prova da Taça de Portugal de Pista, competição que se disputou este sábado no velódromo nacional em Sangalhos.

Depois de ter conquistado no passado fim-de-semana o primeiro pódio para a Academia Joaquim Agostinho/UDO na temporada 2020, Daniel Gonçalves começou o concurso de “omnium” com um excelente 2º lugar na disciplina de "scratch" e 4º no "tempo", mas acabou por não dar sequência a estes bons resultados nas provas de "eliminação" e "pontos", terminando a prova na 6ª posição.

Num evento que contou com a forte oposição de vários atletas espanhóis, Daniel Gonçalves concluiu a competição como 3º melhor português.

Depois de disputadas as 3 provas que compõem a Taça 2020, Daniel Gonçalves e João Ferreira ficaram posicionados na 8ª e 9ª posição do ranking final.

Os ciclistas cadetes da Academia torriense também evoluíram na pista do velódromo nacional, com destaque para Rafael Andrade que melhorou consideravelmente a sua prestação em relação à prova anterior, terminando em 10º a disciplina de "scratch". Com este resultado, o atleta do Bombarral concluiu a competição no 12º lugar do ranking. Na prova de 500 mt, David Caixaria e Afonso Hermenegildo também melhoraram as suas classificações face ao fim-de-semana anterior, registando o 11º e 13º lugar na disciplina. No ranking final, Afonso Hermenegildo foi o atleta torriense mais bem posicionado no 14º posto.


"União Desportiva do Oeste" distinguida

Em cerimónia realizada este domingo no salão nobre dos Bombeiros Voluntários de Torres Vedras, a Associação de Ciclismo de Lisboa agraciou com a medalha comemorativa dos seus 75 anos, todos os Dirigentes e Atletas da "União Desportiva do Oeste", que acolhe a Academia Joaquim Agostinho desde 2015. A instituição destacou o clube pela organização das 42 edições do Troféu Internacional de Ciclismo de Torres Vedras e por ser o líder em número de Atletas inscritos na Associação, com um total de 67.
Fonte: Academia Joaquim Agostinho

“Campeonato Nacional de Pista”

Campeonato Nacional de Pista em disputa no próximo fim de semana

Por: André Antunes

O Campeonato Nacional de Pista realiza-se no próximo fim de semana, 1 e 2 de fevereiro, no Velódromo Nacional, em Sangalhos, Anadia. Está prevista a entrega de 42 títulos nacionais, distribuídos pelas diferentes categorias.

Os títulos nacionais serão distribuídos por diversas categorias, entre ciclistas masculinos e femininas, com as provas de cadetes, juniores, elite, masters e paraciclistas. As disciplinas com títulos em disputa são eliminação, corrida por pontos, perseguição por equipas, perseguição individual, scratch e 500 metros.

A competição da elite masculina contará com a presença de Iuri Leitão (GD Supermercados Froiz), João Matias (Aviludo-Louletano) e de Rodrigo Caixas (L.A. Alumínios-L. A Sport), que poderão ser protagonistas nas contas do campeonato nacional, tendo em conta a sua prestação na Taça de Portugal. Nas femininas, Maria Martins (Drops) vai tentar revalidar os títulos do ano passado, visto que é a atual campeã nacional das disciplinas de scratch, eliminação e corrida por pontos.

As provas de juvenis que constam no programa do campeonato nacional são integrantes do Campeonato da Juventude. No fim de semana ficarão ainda decididos os campeões nacionais universitários.

O programa começa no sábado pelas 10h30 até às 14h15, retomando depois às 15h00 para terminar por volta das 20h30. No domingo, as provas começam às 10h00, terminando pelas 16h30.

A entrada é gratuita para o público.


Mais eventos oficiais:

2 de fevereiro: 1.ª Taça Regional XCO ACPorto

2 de fevereiro: Raid das Masseiras by Trek 2020, Estela, Póvoa do Varzim

2 de fevereiro: Maratona BTTSor 2020, Ponte de Sor

2 de fevereiro: Delta Cafés – Almodôvar Cycling Challenge, Beja

Fonte: FPC

“César Martingil no 'top 10' da geral da Volta a San Juan”

O português participa por estes dias na prova argentina.

O ciclista português César Martingil (Atum General-Tavira) foi, esta segunda-feira, oitavo classificado na segunda etapa da Volta a San Juan, conquistada pelo colombiano Fernando Gaviria (UAE Emirates), e subiu à 10.ª posição da geral.

Em Pocito, no final de uma ligação de 168,7 quilómetros que começou na mesma localidade argentina, o jovem da equipa algarvia ‘intrometeu-se’ na luta entre nomes sonantes do pelotão pela vitória ao ‘sprint’, sendo oitavo, com o mesmo tempo de Gaviria, que cumpriu a tirada em 3:30.06 horas.

Em segundo, atrás do novo líder da geral, ficou o argentino Nicólas Naranjo (Agrupación Virgen de Fátima), enquanto o italiano Marco Benfatto (Bardiani-CSF) foi terceiro e a ‘estrela’ Peter Sagan (Bora-hansgrohe) acabou na quinta posição.

Com o resultado da segunda etapa, Martingil entrou no ‘top 10’ da geral, liderada pelo colombiano da UAE Emirates, com o tempo de 7:15.10.

O português está a 10 segundos de Gaviria, que relegou o anterior líder, o francês Rudy Barbier (Israel Start-Up Nation), para a segunda posição, apesar de ambos terem o mesmo registo na geral. Em terceiro está o italiano Manuel Belletti (Androni Giocattoli), a quatro segundos.

Fonte: Sapo on-line