terça-feira, 21 de janeiro de 2020

“Sam Bennett vence primeira etapa e lidera Tour Down Under”

João Almeida, que alinha na equipa do vencedor da tirada, também chegou com o pelotão, tendo sido o 100.º a cruzar a linha de chegada

Por: Lusa

Foto: EPA

O irlandês Sam Bennett (Deceuninck-Quick-Step) assumiu esta terça-feira a liderança da Tour Down Under em bicicleta, ao vencer ao 'sprint' a primeira etapa, disputada num circuito de 30 quilómetros em Tanunda.

Bennett concluiu os 150 quilómetros da primeira etapa da corrida australiana em 3:28.54 horas, o mesmo tempo registado pelo belga Jasper Philipsen (UAE-Emirates), pelo eslovaco Erik Baska (BORA-hansgrohe) e pelo italiano Elia Viviani (Cofidis), segundo, terceiro e quarto classificados, respetivamente.

João Almeida, que alinha na equipa do vencedor da tirada, também chegou com o pelotão, tendo sido o 100.º a cruzar a linha de chegada. O único português em prova ocupa igual posição na classificação geral, a 10 segundos de Bennett.

Após a primeira etapa da corrida que marca o arranque da temporada do 'WorldTour', o campeão irlandês lidera com quatro segundos sobre Philipsen, segundo classificado, e seis sobre Baska, terceiro.

Na quarta-feira, o pelotão vai percorrer os 135,8 quilómetros da segunda etapa, entre Woodside e Stirling, no primeiro de dois dias em que vão percorrer zonas devastadas pelos incêndios que afetam o sudeste da Austrália.

Fonte: Record on-line

“Agenda de Ciclismo”

Troféu SUNLIVE encerra Taça de Portugal de Pista

O Velódromo Nacional, em Sangalhos, Anadia, recebe, no próximo sábado, o Troféu Internacional de Pista SUNLIVE, prova internacional que também é a derradeira competição da Taça de Portugal.

São cerca de 150 os inscritos que se irão deslocar a Anadia, entre os quais, estarão representadas sete nações: Bielorrússia, Espanha, França, Holanda, África do Sul, Argélia e Portugal.

As corridas da Taça de Portugal, que irá encerrar neste fim de semana, são ainda pontuáveis para o ranking UCI, razão pela qual irão marcar presença ciclistas internacionais. Entre eles estará, certamente, em destaque o francês Joffrey Dagueurce (Bison Sport/Commel), nono no ranking da Taça de Portugal e um dos candidatos à conquista do troféu.

Na categoria de elite feminina, prevê-se que a selecção bielorrussa, composta por Tatsiana Sharakova e Hanna Tzerakh, se coloque na liderança da prova, tal como aconteceu no passado fim de semana.

Quanto aos ciclistas portugueses em competição, Rodrigo Caixas (LA Alumínios-LA Sport), Francisco Marques (Crédito Agrícola/Jorbi/Delta Cafés) e Diogo Narciso (Sicasal/CM Torres Vedras) poderão ser também protagonistas em omnium, tendo em conta as posições que ocupam no ranking da Taça e a lista de inscritos.

Para além desta disciplina olímpica, que pontua para o ranking internacional, quer nas categorias de elite quer em juniores masculinos, contarão ainda para a Taça de Portugal as disciplinas de scratch e 500 metros.

A prova terá entrada gratuita para o público e irá decorrer entre as 10h00 e as 20h00, fechando a Taça de Portugal de Pista.


Mais eventos oficiais

26 de janeiro: Passeio Cicloturismo “A Vaquinha do Calhau”, Funchal, Madeira

26 de janeiro: 1º Encontro Make BTT Great Again, Cidade da Maia, Maia

Fonte: FPC

“Gonçalves conquista primeiro pódio 2020”

Texto: AfterTwo //works

Fotos: João Calado - FPCiclismo

O atleta Daniel Gonçalves, júnior da Academia Joaquim Agostinho / UDO, conquistou o primeiro pódio do ano para a instituição de Torres Vedras, ao classificar-se na 3ª posição da disciplina olímpica de omnium no "Troféu Alves Barbosa" realizado este domingo no Velódromo Nacional de Sangalhos.

O ciclista do Sobral Monte Agraço nem entrou de forma positiva no concurso ao obter apenas o 11º lugar no “scratch”, mas acabou por evoluir de forma positiva e conquistar um 2º, um 3º e um 4º lugar nas restantes disciplinas, conquistando assim o direito de subir ao pódio pela primeira vez esta temporada. O estreante Tiago Costa, que seguia bem posicionado no 6º lugar à entrada para a última prova, acabou por abandonar o exercício por pontos não obtendo classificação final.

O evento, que representou a 2ª prova da Taça de Portugal de pista, contou ainda com a presença dos atletas cadetes da Academia torriense que registaram uma boa evolução em comparação com o dia anterior. Afonso Hermenegildo concluiu a disciplina dos 500 mt em 40,2 segundos, menos 2 em relação à prova de sábado, melhorando 7 lugares na classificação. Concluiu no 12º lugar, enquanto o estreante Miguel Malhado foi 16º.

Na disciplina de scratch, Rafael Andrade terminou na 13ª posição subindo 5 lugares em relação ao dia anterior, ao passo que David Caixaria, que competiu pela primeira vez em cadetes, alcançou o 16º posto.

O primeiro contato competitivo dos jovens "Agostinhos" da época 2020 aconteceu no sábado, quanto os atletas entraram em pista para a disputa do "Troféu Bento Pessoa". No evento que representou a 1ª prova da Taça de Portugal da temporada, o júnior João Ferreira alcançou um brilhante 6º lugar depois de disputadas as 4 disciplinas do concurso de "omnium". Na mesma competição assistiu-se à estreia absoluta de Diogo Pinto, com o novo atleta da Academia a terminar na 17ª posição.

Os cadetes Rafael Andrade e Miguel Malhado, participaram na disciplina de "scratch" concluindo no 18º e 20º posto respetivamente, enquanto David Caixaria (15º) e Afonso Hermenegildo (19º) disputaram a prova dos 500 mt.

Fonte: Academia Joaquim Agostinho

“Dupla "D & D" com estreia positiva”

Texto: AfterTwo //works

 

Fotos: João Calado | FPCiclismo

Os atletas Daniel Dias e Diogo Narciso estrearam-se com as cores da Sicasal Torres Vedras, participando na 1ª e 2ª provas da "Taça de Portugal de Omnium" que decorreram este fim de semana na pista do Velódromo Nacional em Sangalhos.

Os dois jovens de apenas 18, que haviam sido apresentados pela equipa de Torres Vedras no dia anterior, entraram em pista no sábado para disputar a classe elite. Enfrentando uma concorrência composta por alguns dos melhores especialistas europeus da modalidade, os ciclistas acusaram naturalmente o grande impacto competitivo.

A falta de rotina na pista e o cansaço acumulado por uma exigente pré-época na estrada, relegou-os para a 23ª e 24ª posições da classificação final da 1ª prova da Taça de Portugal num evento que homenageou Bento Pessoa, ciclista dos primórdios da modalidade que foi recentemente consagrado pela Federação Portuguesa de Ciclismo como um dos 4 grandes pilares da história do ciclismo nacional.

Dessa restrita lista faz também parte Alves Barbosa. O falecido ciclista figueirense, primeiro português a brilhar na Volta a França, deu nome ao troféu em disputa na 2ª prova da Taça 2020 onde apareceram dois ciclistas da Sicasal Torres Vedras completamente renovados. Conforme adiantou Diogo Narciso, "ontem sentia-me bastante cansado, as pernas não respondiam ao esforço exigido, mas hoje já me senti muito melhor.

Consegui o 12.º lugar na disciplina olímpica de omnium e estou bastante satisfeito com o desempenho e agradecido a todos os que me apoiaram na primeira competição pela minha nova equipa".

Para Daniel Dias "foram dois dias de aprendizagem num novo patamar e com um grande nível competitivo. Ontem infelizmente as sensações foram péssimas e não consegui dignificar a camisola que vestia, mas hoje encontrei-me a um nível melhor e já consegui andar na frente com alguns dos melhores pistards da Europa.

É o início de uma nova era numa equipa incrível, onde espero conseguir concretizar todos os objetivos coletivos e individuais".

Daniel Dias foi 14º no concurso de "omnium", numa jornada em que Diogo Narciso participou também na disciplina de "madison" fazendo dupla com o campeão europeu e mundial Ivo Oliveira, tendo alcançado a 5ª posição. 

Fonte: Academia Joaquim Agostinho