sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020

“Este domingo mais um direto do Notícias do Pedal no Facebook…”

Este domingo 1 de março, o Notícias do Pedal-TV vai marcar presença em Fátima, na 18ª Bênção Nacional dos Ciclistas.2020.

A partir das 9 horas da manhã iremos estar em direto de Fátima, para o Facebook, no Parque nº 12, onde será feita a concentração deste grande evento.

Entrevistas, a partida, a chegada dos participantes, a transmissão na integra de toda a Bênção na Capela de Santo Estevão, pelas11.30 horas, será realizada a Santa Missa seguida da Bênção dos Ciclistas e das bicicletas, sendo presidida por D. Serafim Ferreira e Silva, no Calvário Húngaro, entre outros momentos, poderão ser vistos em direto. Se não vai participar neste grande evento, assista a bons momentos.

Não se esqueça, domingo a partir das 9 horas, aqui em direto para todos, um evento que muito promete.

Reportagem completa da Revista Notícias do Pedal.

Nota da Redação.

“Equipa Portugal/Maria Martins quarta no concurso olímpico de Omnium”

Por: José Carlos Gomes

Maria Martins foi hoje a quarta classificada no concurso olímpico de omnium do Campeonato do Mundo de Pista, em Berlim, Alemanha. É um resultado de grande relevo desportivo, tratando-se de uma disciplina olímpica e de estarmos em ano olímpico, quando o nível competitivo é sempre mais elevado.

A corredora portuguesa fez um concurso sempre junto das melhores. Foi quarta classificada em scratch, décima na corrida tempo e sexta em eliminação. Maria Martins chegou à corrida por pontos, que tudo decide, em posição de pódio, no terceiro lugar da geral.

Durante os 20 quilómetros da prova decisiva a representante da Equipa Portugal esteve muito ativa, chegando a pedalar em posição adiantada e em condições de subir algumas posições no pódio. Só dentro dos derradeiros 5 quilómetros não conseguiu responder a uma movimentação que viria a atirá-la para fora do pódio.

A japonesa Yumi Kajihara fez um concurso irrepreensível, vencendo, com 121 pontos. Seguiu-se a italiana Letizia Paternoster, com 109, e a polaca Daria Pikulik, com 100. Maria Martins terminou com 92 pontos.

Ivo Oliveira também esteve hoje em pista, na disciplina que lhe deu mais medalhas: perseguição individual. O gaiense completou os 4 quilómetros em 4’10’’829, a melhor marca portuguesa de sempre. A melhoria de Ivo Oliveira não permitiu melhor do que a oitava posição, uma vez que os tempos têm vindo a cair exponencialmente no panorama internacional. O italiano Filippo Ganna foi o melhor exemplo disso, estabelecendo hoje um novo recorde mundial, 4’01’934, na fase de qualificação, antes de impor-se na final para conquistar a medalha de ouro.

Neste sábado Portugal tem a primeira de duas finais com impacto na qualificação masculina para os Jogos Olímpicos. João Matias terá a missão de apurar Portugal em omnium. O minhoto compete neste concurso entre as 11h15 e as 19h00.

Fonte: FPC

“BTT e Caminhada por Creixomil (Guimarães)”

A Junta de Freguesia de Creixomil – Guimarães promove no próximo dia 15 de março o “BTT e Caminhada por Creixomil”, iniciativa de apoio aos Bombeiros Voluntários de Guimarães que conta com a colaboração da Associação de Ciclismo do Minho. O evento, promovida em colaboração com a Erdal, inclui no programa um passeio de BTT e uma caminhada.

O evento é aberto à participação de todos os interessados e prevê a participação em duas vertentes: passeio de família (cerca de 10 quilómetros, dificuldade baixa) e passeio de BTT (cerca de 20 quilómetros, dificuldade baixa/média).

A concentração está marcada para o Multiusos de Guimarães (09h30) e a participação está sujeita a inscrição prévia custando 5 euros (gratuito para menores de 12 anos).

As inscrições para o passeio de BTT devem ser formalizadas na Junta de Freguesia de Creixomil ou em http://www.jf-creixomil.com/events/pedalar-caminhar-por-creixomil-2020  enquanto as inscrições para a caminhada poderão ser efetuadas na sede da Junta de Freguesia de Creixomil, SARC – Salgueiral, Piratas de Creixomil ou no Grupo Cultural e Recreativo da Cruz de Pedra

A iniciativa conta com a colaboração da Associação de Ciclismo do Minho e da Erdal e com o apoio da União das Freguesias de Oliveira, São Paio e São Sebastião, Polícia de Segurança Pública - Guimarães, Bombeiros Voluntários de Guimarães, SARC – Salgueiral, Piratas de Creixomil, GCR Cruz de Pedra e da Like Bike, entre outros.

Fonte: ACM

“Adam Yates declarado vencedor da Volta aos Emirados Árabes Unidos”

Adam Yates em ação EPA/DARIO BELINGHERI

A vitória na Volta aos Emirados Árabes Unidos foi atribuída ao ciclista britânico Adam Yates (Mitchelton-Scott), após o cancelamento da prova a duas etapas do final devido a dois casos positivos ao coronavírus Covid-19, anunciou hoje a organização.

Yates, que venceu a terceira etapa e liderava na altura da suspensão da prova, foi seguido na classificação geral pelo esloveno Tadej Pogacar (UAE-Emirates) e pelo cazaque Alexey Lutsenko (Astana), segundo e terceiro classificados, respetivamente.

De acordo com os organizadores da Volta aos Emirados Árabes Unidos, a decisão de cancelar as duas últimas etapas foi tomada na noite de quinta-feira, depois de dois funcionários italianos de uma das equipas participantes terem testado positivo ao coronavírus Covid-19.

Todos os ciclistas, funcionários das equipas, membros da organização, jornalistas, ‘staff’ e técnicos alojados num hotel em Abu Dhabi, começaram, entretanto, a ser submetidos a testes de despistagem.

Fonte: Sapo on-line

“Covid-19: “Participantes italianos” motivam cancelamento da Volta aos Emirados”

A Organização Mundial de Saúde declarou o surto do Covid-19 como uma emergência de saúde pública de âmbito internacional.

A Volta aos Emirados Árabes Unidos (EAU) em bicicleta foi cancelada após “dois participantes italianos terem acusado positivo” ao novo coronavírus Covid-19, informou hoje o Conselho dos Desportos de Abu Dhabi, sem especificar a função das pessoas infetadas.

“Tomámos esta decisão para assegurar a proteção de todos os participantes na prova. A segurança é uma das nossas principais prioridades”, informou aquela entidade dos EAU em comunicado.

A Volta aos Emirados Árabes Unidos foi hoje cancelada, quando faltavam duas etapas para o final.

Antes do anúncio do cancelamento da prova velocipédica, que no final da quinta etapa, hoje disputada, era liderada pelo britânico Adam Yates (Mitchelton-Scott), as equipas e os membros da organização receberam uma nota que estabelecia a proibição de sair dos hotéis.

O diretor da Volta aos Emirados Árabes Unidos, Mauro Vegni, deslocou-se ao hotel dos ciclistas para se reunir com diretores desportivos e avaliar a situação, tendo saído dessa reunião a decisão de cancelar a segunda edição da prova, a única do WorldTour disputada no Médio Oriente.

De acordo com o site velocipédico italiano Tuttobici, as autoridades locais vão realizar testes a todos os ciclistas, ‘staff’, jornalistas e membros da organização alojados nos dois hotéis reservados para a caravana, de modo a descartar uma eventual infeção por Covid-19.

O balanço provisório da epidemia do coronavírus Covid-19 é de 2.800 mortos e mais de 82 mil pessoas infetadas, de acordo com dados reportados por 48 países e territórios.

Das pessoas infetadas, mais de 33 mil recuperaram.

Além de 2.744 mortos na China, onde o surto começou no final do ano passado, há registo de vítimas mortais no Irão, Coreia do Sul, Itália, Japão, Filipinas, França, Hong Kong e Taiwan.

A Organização Mundial de Saúde declarou o surto do Covid-19 como uma emergência de saúde pública de âmbito internacional e alertou para uma eventual pandemia, após um aumento repentino de casos em Itália, Coreia do Sul e Irão nos últimos dias.

Fonte: Sapo on-line

“Coronavírus: Volta aos Emirados Árabes cancelada e ciclistas estão a ser testados”

Informação foi confirmada pelo ciclista britânico Chris Froome numa publicação nas redes sociais

Fonte: Lusa

Foto: EPA

A Volta aos Emirados Árabes Unidos foi esta quinta-feira cancelada, quando faltavam duas etapas para o final, devido ao novo coronavírus (Covid-19), confirmou o ciclista britânico Chris Froome (INEOS) numa publicação nas redes sociais.

"É uma pena que a Volta aos Emirados Árabes tenha sido cancelada, mas a saúde pública está em primeiro lugar. Estamos a aguardar pelos testes e permaneceremos no hotel até indicação em contrário", escreveu o quatro vezes vencedor da Volta a França (2017, 2016, 2015 e 2013) na sua conta na rede social no Twitter.

Froome, que escolheu precisamente esta prova para regressar à competição oito meses após sofrer uma queda violenta no Critério do Dauphiné, corroborou uma informação avançada por vários meios especializados internacionais.

Antes do anúncio do cancelamento da prova velocipédica, que no final da quinta etapa, hoje disputada, era liderada pelo britânico Adam Yates (Mitchelton-Scott), as equipas e os membros da organização receberam uma nota que estabelecia a proibição de sair dos hotéis.

"Por indicação das autoridades de Abu Dhabi, fica proibida a saída das pessoas alojadas nos hotéis", indicava o texto.

O diretor da Volta aos Emirados Árabes Unidos, Mauro Vegni, deslocou-se ao hotel dos ciclistas para se reunir com diretores desportivos e avaliar a situação, tendo saído dessa reunião a decisão de cancelar a segunda edição da prova, a única do WorldTour disputada no Médio Oriente.

De acordo com o site velocipédico italiano Tuttobici, as autoridades locais vão realizar testes a todos os ciclistas, 'staff', jornalistas e membros da organização alojados nos dois hotéis reservados para a caravana, de modo a descartar uma eventual infeção por Covid-19.

O balanço provisório da epidemia do coronavírus Covid-19 é de 2.800 mortos e mais de 82 mil pessoas infetadas, de acordo com dados reportados por 48 países e territórios.

Das pessoas infetadas, mais de 33 mil recuperaram.

Além de 2.744 mortos na China, onde o surto começou no final do ano passado, há registo de vítimas mortais no Irão, Coreia do Sul, Itália, Japão, Filipinas, França, Hong Kong e Taiwan.

A Organização Mundial de Saúde declarou o surto do Covid-19 como uma emergência de saúde pública de âmbito internacional e alertou para uma eventual pandemia, após um aumento repentino de casos em Itália, Coreia do Sul e Irão nos últimos dias.

Portugal teve, nas últimas 24 horas, 27 novos casos suspeitos de infeção pelo novo coronavírus (Covid-19), totalizando 52 até hoje, dos quais 16 se encontram a aguardar resultados laboratoriais, indicou a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Fonte: Record on-line