sexta-feira, 24 de abril de 2020

“A Federação de Triatlo Portugal informa/Medidas de apoio aos clubes”

Devido à difícil e inédita fase que atualmente vivemos, a Federação de Triatlo de Portugal implementou um conjunto de medidas de apoio financeiro direcionadas aos clubes seus associados.

Estas medidas, que pretendem atenuar a situação problemática que afeta os clubes no panorama nacional, foram elaboradas segundo alguns critérios considerados essenciais para fazer face a este período que atravessamos.

Esperamos que as atividades federativas retomem o mais breve possível e que possamos sentir que as dificuldades que hoje atravessamos serviram também para nos fortalecer em todo este processo.






Fonte: FTP

“Coronavírus: Grande final do circuito mundial de triatlo cancelada no Canadá”

Estava prevista para 17 a 23 de agosto, em Edmonton

Por: Lusa

Foto: DR Record

A final do circuito mundial de triatlo, prevista para 17 a 23 de agosto em Edmonton, Canadá, foi hoje cancelada devido à pandemia covid-19, que já tinha obrigado ao adiamento das seis etapas que antecediam a prova canadiana.

"As restrições de socialização em vigor também se aplicam a todos os eventos ou festivais de verão em Alberta. Essas restrições proíbem reuniões de mais de 15 pessoas e exigem que as pessoas reunidas em grupos de 15 pessoas ou menos mantenham uma distância de dois metros uma da outra", clarificou o responsável médico daquela província canadiana, Deena Hinshaw.

Os organizadores revelaram "profunda deceção" pelo facto de não poderem avançar com o evento, garantiram que fizeram "todos os esforços" para o tornar viável, contudo dizem ser "perfeitamente compreensível esta decisão dada a situação global" da pandemia.

A federação internacional de triatlo prometeu trabalhar com todos os parceiros no sentido de tentar "reagendar alguns eventos para o final do ano em curso, quando for seguro e justo fazê-lo, com o objetivo de oferecer aos atletas de todo o mundo a oportunidade competir o mais rápido possível".

A nível global, segundo um balanço da AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 200 mil mortos e infetou mais de 2,7 milhões de pessoas em 193 países e territórios. Mais de 720 mil doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Fonte: Record on-line

“Iniciativa 'Kilómetros em Casa' ajuda hospitais com mais de 33 mil euros

Contribuíram para a causa mais de 2.800 pessoas”

Por: Lusa

A iniciativa "Kilómetros em Casa", incentivando à prática desportiva indoor com fins solidários, angariou mais de 33 mil euros para hospitais, disse esta sexta-feira à Lusa Alexandre Costa, do grupo de running de Paços de Ferreira, organizador da prova.

"Foram três semanas de muito trabalho, mas foi espetacular a forma como os portugueses aderiram. Pusemos o país a correr e superámos o objetivo inicial dos 30 mil euros, conseguindo um total de 33.179 euros", anunciou Alexandre Costa, em jeito de balanço.

A verba apurada nesta corrida virtual vai reverter para o Hospital de S. João, no Porto, e o Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa, em Penafiel, e será "transferida, de forma equitativa, durante a próxima semana".

A prova foi batizada de "Kilómetros em Casa" e desafiou cada um dos 2.862 participantes (73 por cento dos quais do sexo masculino), de um total de 12 países, a percorrer a maior distância possível no espaço da habitação durante a prova virtual.

A corrida foi a modalidade com mais participantes registados, seguida pelo ciclismo e a caminhada, e ao longo das quatro horas de prova foram percorridos 41.700 quilómetros.

Fonte: Record on-line

“A Federação Triatlo Portugal informa/Aprovação medidas extraordinárias Conselho de Ministros”

Ontem, dia 23 de abril de 2020, foram aprovadas em Conselho de Ministros um novo conjunto de medidas extraordinárias de resposta à situação epidemiológica do novo Coronavírus–COVID-19, que estabelece medidas excecionais e temporárias na área do desporto.

Pretende-se assim dar uma resposta eficaz aos constrangimentos gerados pela atual situação de exceção, adaptando dentro do que se apresenta possível e adequado, aspetos fundamentais do funcionamento deste setor.


As principais missivas aprovadas:

Prorrogação do estatuto de utilidade pública das federações desportivas até 31 de dezembro de 2021 – assegurando a titularidade do estatuto até ao ano da realização dos Jogos Olímpicos, ano em pode ser pedida a respetiva renovação;

Prorrogação dos mandatos dos titulares dos órgãos das federações desportivas, ligas profissionais ou associações territoriais de clubes até ao ano de 2021 – de modo a garantir a estabilidade organizativa das federações desportivas e a continuidade na condução, quando for o caso, dos respetivos projetos olímpicos;

Alterações a regulamentos de federações desportivas– permitindo-se que produzam efeitos nas épocas desportivas em curso, por forma a que as federações possam adotar medidas de resposta à emergência de saúde pública ocasionada pela doença COVID-19;

Prorrogação do regime duodecimal dos contratos-programa de desenvolvimento desportivo – atendendo à dificuldade na previsão dos efeitos da pandemia da doença COVID-19 na definição dos programas de atividades das federações desportivas no curto e médio prazo, considera-se que é importante manter a continuidade do apoio público durante o ano de 2020, através do regime duodecimal;

Equiparação da formação à distância à formação presencial (treinadores de desporto, diretores técnicos e técnicos de exercício físico) – garante-se uma equiparação entre as horas de formação necessárias à obtenção de unidades de crédito de formação contínua, para fazer face às dificuldades de realização de ações de formação presenciais;

Suspensão da renovação da inscrição no registo dos agentes desportivos de alto rendimento (praticantes desportivos, treinadores e árbitros) – garantindo-se a continuidade do apoio a estes agentes enquanto se verificar a inexistência de competições internacionais que lhes permitam a obtenção de resultados desportivos que justifiquem a referida renovação;

Suspensão da renovação dos exames médico-desportivos (praticantes desportivos, treinadores e árbitros) – atendendo às restrições decorrentes da pandemia da doença COVID-19.

Estas medidas foram elaboradas e aprovadas em prol do Desporto Nacional.

Retirado do Decreto-Lei 18-A/2020, 2020,2020-04-23 que pode ver na íntegra aqui 

Fonte: FTP