segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

“Ruben Guerreiro 15.º na Cadel Evans Great Ocean Road Race”

Ciclista português terminou integrado no pelotão, com o mesmo tempo do vencedor, o italiano Élia Viviani (Deceuninck-Quick Step)

Por: Lusa

Foto: DR

O ciclista português Ruben Guerreiro (Katusha - Alpecin) foi este domingo 15.º classificado na Cadel Evans Great Ocean Road Race, prova de um dia disputada com partida em chegada em Geelong, na Austrália.

Ruben Guerreiro terminou integrado no pelotão, com o mesmo tempo do vencedor, o italiano Élia Viviani (Deceuninck-Quick Step), que cumpriu os 164 quilómetros da prova em 3:34.35 horas, à média de 41,95 km/h.

Viviani bateu ao sprint o australiano Caleb Ewan (Loto Soudal), segundo classificado, e o sul-africano Daryl Impey (Mitchelton-Scott), terceiro.

Ao contrário de Ruben Guerreiro, o outro português presente, Ivo Oliveira (UAE-Team Emirates), não completou a prova.

Fonte: Record on-line

“Tiago Machado fecha primeiro dia em San Juan no top-10”

Português é sexto, mercê das bonificações nos sprints

O português Tiago Machado, do Sporting-Tavira, é o sexto colocado na classificação geral da Volta a San Juan, cumprida que está a primeira etapa da prova, numa distância de 159,1 quilómetros, a ligar San Juan a Pocito. 45.º na etapa, que teve discussão ao sprint, o ciclista luso surge no top-10 mercê do facto de os pontos conquistados nos sprints intermédios darem segundos de bonificação (foi o segundo num deles e bonificou 2 segundos).

De resto, na discussão ao sprint, ganha por Fernando Gaviria, o melhor elemento do Sporting foi o russo Aleksandr Grigorev, no 19.º posto, isto numa etapa na qual Rinaldo Nocentini foi apenas 162.º, já com 6:55 minutos perdidos. Quanto aos restantes leões, Alejandro Marque foi 36.º, José Mendes 49.º e Nicola Toffali 78.º, todos com o mesmo tempo do vencedor.

Fonte: Record on-line

“MOVE.Faro põe cidadãos a correr e a pedalar no dia 2 de fevereiro”

O evento MOVE.Faro – «Por ti, pela saúde e pela vida» promete um dia de animação em Faro, em 2 de fevereiro, com marchas-corrida, um passeio de BTT e muita animação no Forum Algarve.

A iniciativa, promovida pela Associação Oncológica do Algarve (AOA), em parceria com o Forum Algarve e o município de Faro, pretende assinalar o Dia Mundial de Luta Contra o Cancro, alertar para a prevenção do cancro e para a prática de um estilo de vida saudável e angariar fundos para a obra da AOA.

Repetindo as edições anteriores, o evento integra duas variantes principais: uma marcha/corrida de 5 quilómetros e de 9,5 quilómetros e um passeio guiado de bicicleta de 21 quilómetros, realizadas com os apoios do Grupo de BTT Leões de Olhão, dos Temivels da Atalaia e do Grupo Pegadas à 4.ª Feira.

Durante todo o dia de sábado, 2 de fevereiro, os visitantes do Forum Algarve poderão participar em diversas atividades desportivas, rastreios de saúde, uma gincana infantil, uma sessão de esclarecimento na Fnac e muita animação, que se prolongará até ao anoitecer, culminando o dia com um concerto dos The Black Teddys.

Os interessados poderão inscrever-se neste sítio online  ou, a partir de 28 de janeiro, na sede da AOA, no Forum Algarve e no Gymnasium Faro.

Fonte: Diário Online  

“Equipa Portugal/Resultados de qualidade no fecho da Taça do Mundo”

Por: José Carlos Gomes

A Equipa Portugal fechou ontem a participação na Taça do Mundo de Pista 2018/2019, em Hong Kong, com os melhores resultados do ano nas disciplinas olímpicas de Madison e de omnium.

João Matias e Rui Oliveira ficaram a um passo do pódio em madison, terminando na quarta posição, apenas a dois pontos das medalhas. Os corredores da Equipa Portugal estiveram ativos ao longo dos 30 quilómetros da corrida, pontuando em sete dos doze sprints.

Colocada em posição de pódio ao longo de grande parte da prova, a dupla nacional apenas baqueou no último sprint, com pontuação a dobrar. João Matias e Rui Oliveira não conseguiram qualquer ponto no 12.º sprint, acabando o madison com 19 pontos.

Numa prova de grande equilíbrio, o pódio foi totalmente ocupado por equipas que tiveram a capacidade de pontuar na derradeira oportunidade. Venceram os neozelandeses Thomas Sexton e Campbell Stewart, com 33 pontos, seguidos pelos australianos Sam Welsford e Kelland O’Brien, com 29, e pelos franceses Benjamin Thomas e Florian Maitre, com 21.

Maria Martins competiu pela terceira vez na carreira no concurso olímpico de omnium na Taça do Mundo e voltou a melhorar os resultados anteriores. Em Hong Kong, num pelotão de 24 corredoras com grande qualidade, a corredora portuguesa foi a sexta classificada.

A representante da Equipa Portugal começou a competição de omnium com o quinto lugar em scratch, seguindo-se a sexta posição na corrida tempo. O arranque de excelente nível permitiu a Maria Martins colocar-se nas posições cimeiras, chegando à corrida pontos no quinto lugar da geral, depois de ser a 11.ª em eliminação.

Numa corrida por pontos disputada à média de 48,265 km/h, Maria Martins não somou qualquer ponto, mas manteve-se no grupo principal, perdendo apenas uma posição na geral. Deste modo, conseguiu o melhor resultado feminino de sempre para Portugal na Taça do Mundo de Pista, com o sexto lugar em omnium, com 82 pontos.

A holandesa Kirsten Wild, campeã mundial da disciplina, venceu o omnium, com 137 pontos. A francesa Laurie Berthon foi a segunda, com 114, e a australiana Alexandra Manly fechou o pódio, com 112.

A próxima grande competição internacional com participação da Equipa Portugal é o Campeonato do Mundo, que vai realizar-se em Purszkow, Polónia, entre 27 de fevereiro e 3 de março. Nos próximos dias serão conhecidas as quotas de participação de cada país.

Fonte: FPC