quarta-feira, 26 de outubro de 2016

“JORNAL DOS CLÁSSICOS RENOVA SITE E REFORÇA EQUIPA”

No ano em que assinala 20 anos, apresenta nova imagem e logotipo

Por: Patrícia Henriques

No ano em que comemoram 20 anos desde o seu aparecimento, o Jornal dos Clássicos, o título mais antigo ainda em publicação ligado ao universo dos automóveis e motociclos clássicos em Portugal, e hoje publicado exclusivamente em formato digital, renovou o seu site e a sua newsletter semanal, marcados por uma apresentação mais moderna e por novas funcionalidades.

Com o design a cargo da Havas Worldwide, e a programação realizada pela Metatheke, o novo site potencia os conteúdos, assim como a utilização de vídeos e o recurso a imagens e galerias, além de incluir um conjunto de novas funcionalidades para os leitores, que agora podem ter uma área pessoal, onde lhes é permitido criar anúncios, favoritos, entre outras opções.

O novo site foi também pensado e optimizado para os dispositivos móveis. Por fim, este site marca ainda o regresso do Jornal dos Clássicos ao mercado dos classificados de veículos clássicos, com uma secção para compra e venda de Automóveis, de Motociclos e até de Automobilia.

Para além da actualidade – com várias notícias diárias – a publicação online, que é propriedade do Museu do Caramulo e das Edições Vintage, vai fazer uma cobertura mais extensa de eventos, bem como ensaios de veículos clássicos e artigos de opinião de vários especialistas.

Outra das novidades é referente à equipa, onde Adelino Dinis assume as funções de editor do Jornal dos Clássicos, após dez anos na direcção da revista Motor Clássico. Adelino Dinis foi o primeiro jornalista português inteiramente dedicado ao tema dos veículos clássicos, tendo iniciado a sua carreira precisamente no Jornal dos Clássicos, em 1996. Em 1998, então com 26 anos, assumiu a direcção do título, que manteve até 2001, antes de desempenhar funções semelhantes na revista Automóveis Clássicos. Editor e Autor de diversos livros, foi o responsável editorial da revista mensal Motor Clássico, desde o número 0, lançado em Agosto de 2006, até Outubro de 2016. Segundo Adelino Dinis “é muito gratificante regressar a um título onde dei os primeiros passos no jornalismo, num formato que permite chegar a todos os leitores que me têm acompanhado ao longo destas duas décadas, e que, simultaneamente, me põe em contacto com um público mais jovem, a quem entregaremos, um dia, a missão de preservar o nosso património histórico automóvel”.

A direcção do Jornal dos Clássicos tem ainda em plano reforçar a equipa com outros colaboradores e especialistas que serão anunciados muito em breve.

Finalmente, para assinalar os 20 anos sobre a sua fundação, em 1996, o Jornal dos Clássicos renovou a sua imagem com um novo logotipo, mais sóbrio e contemporâneo, para acompanhar o novo site, e cujo design esteve também a cargo da equipa da Havas Worldwide.

O Jornal dos Clássicos é publicado diariamente em www.jornaldosclassicos.com

Sobre o Museu do Caramulo

Com 60 anos de existência e visitado por mais de um milhão de pessoas, o Museu do Caramulo alberga no seu espólio uma colecção de arte, uma colecção de automóveis, motos e bicicletas e uma colecção de brinquedos antigos. O Museu do Caramulo é ainda organizador de vários eventos como o Salão Motorclássico, o Caramulo Motorfestival, o Espírito do Caramulo ou o Rider.

Sobre as Edições Vintage

Fundada em 2001 pelo jornalista Adelino Dinis, esta editora especializada na temática dos veículos clássicos e na história do automóvel e do automobilismo, conta com um vasto arquivo fotográfico e centro de documentação próprios. Ao longo dos doze anos da sua existência editou diversas obras, para além de ser também a única entidade a publicar regularmente a cotação dos veículos clássicos em Portugal.

Fonte: Museu Caramulo/Parceria Revista Notícias do Pedal

“Lancheira solidária «Heróis da Fruta - Missão 1 Quilo de Ajuda» apoia quem mais precisa”

Fotos: AGENCIAZERO.NET 

A APCOI - Associação Portuguesa Contra a Obesidade Infantil acaba de lançar a lancheira solidária «Heróis da Fruta - Missão 1 Quilo de Ajuda», através da qual serão angariadas verbas para apoio alimentar aos alunos mais carenciados do país. No evento de lançamento desta campanha de solidariedade que teve lugar no Foyer do Casino Estoril estiveram presentes alguns dos embaixadores e figuras públicas que aceitaram o convite da APCOI para dar a cara pela iniciativa: a socialite Biba Pittá, a atriz Mafalda Teixeira, os cantores Nélson e Sérgio Rosado (Anjos), o maestro Mário Rui Teixeira, os desportistas Elisabete Jacinto (piloto), Ricardo Diniz (velejador), e Sónia Lopes (ciclismo - BTT), o presidente da união de freguesias cascais e estoril Pedro Morais Soares, e ainda o cantor infantil Carlos Vidal (Avô Cantigas).

A lancheira solidária “Heróis da Fruta - Missão 1 Quilo de Ajuda” é o resultado de uma parceria entre a APCOI e a Fruut, fábrica portuguesa de fruta desidratada, e irá desde já permitir distribuir cabazes todas as semanas, até ao final do ano letivo, a pelo menos 400 alunos carenciados, o dobro do ano letivo anterior."

Ao longo do ano letivo 2015/2016 o fundo social «Missão 1 Quilo de Ajuda» beneficiou 207 crianças que por razões financeiras não levam lanche para a escola, no entanto registaram-se no total 2.263 candidatos a este apoio, entre os quais, casos urgentes de alunos que chegam à sala de aula de barriga vazia, ou seja, que não tomam pequeno-almoço.

Mas para que nenhuma criança carenciada fique por ajudar, os portugueses podem juntar-se a esta importante causa e contribuir para tornar mais saudável e feliz a vida destas crianças em situação de carência alimentar. Para isso, basta adquirir a lancheira solidária «Heróis da Fruta - Missão 1 Quilo de Ajuda», disponível em todas as lojas Jumbo, Pão de Açúcar, El Corte Inglés, Intermarché, Eleclerc, Apolónia e nas estações de serviço Repsol pelo valor de 2,99€. Por cada lancheira vendida, estará a doar 5% à «Missão 1 Quilo de Ajuda».

Todas as lancheiras solidárias “Heróis da Fruta - Missão 1 Quilo de Ajuda” contém cinco doses individuais (uma para cada dia da semana escolar) de fatias crocantes de maçã desidratada, um snack 100% saudável da Fruut, sem corantes, nem conservantes, e incluem ainda a oferta de 5 cromos autocolantes de uma coleção lúdico-pedagógica especialmente desenvolvida pela APCOI para ensinar às crianças quais os "Super Poderes" que ganham sempre que comem fruta.

Com esta caderneta de cromos, disponível no verso de cada lancheira, a APCOI pretende igualmente incentivar as famílias solidárias com esta missão a praticarem também elas uma alimentação mais saudável, uma vez que 7 em cada 10 alunos em Portugal, não ingerem fruta diariamente na quantidade recomendada. Depois de completar a caderneta, os mais pequenos vão poder trocá-las por prémios que as convidam a saltar do sofá e a praticar atividade física dentro ou fora de casa, nomeadamente: cordas de saltar, piões, iô-iôs e óculos de sol.

É ainda possível participar nesta causa solidária através de uma simples chamada para o número 760 45 00 60, disponível até 31 de dezembro. O custo da chamada é de 0,60€ (+ IVA), dos quais 0,50€ revertem para a «Missão 1 Quilo de Ajuda».

A «Missão 1 Quilo de Ajuda» surgiu há um ano, integrada no projeto escolar «Heróis da Fruta», atualmente o maior programa gratuito de educação para a saúde em Portugal e foi criada com o objetivo de promover a inclusão social e o reforço nutricional dos alunos mais carenciados do país, através da oferta semanal de cabazes de fruta em várias escolas de diferentes regiões. As crianças que recebem cabazes fruta no âmbito desta missão são provenientes de turmas onde, pelo menos, metade dos alunos têm escalão A ou B de Acção Social Escolar.

A fruta distribuída nas escolas é «fresca, da época, adquirida localmente e cada aluno recebe no mínimo uma peça de fruta por dia, para comer no lanche da manhã ou da tarde» clarifica Mário Silva, Presidente da APCOI.

A «Missão 1 Quilo de Ajuda» conta a partir de agora com o apoio de todos os portugueses!

Saiba mais em www.heroisdafruta.com 

Sobre a APCOI

A Associação Portuguesa Contra a Obesidade Infantil (APCOI) é uma organização não-governamental, sem fins lucrativos, fundada em 2010, cuja missão é ajudar a criar um mundo melhor para as futuras gerações, através de iniciativas que valorizem a saúde das crianças, promovam o combate ao sedentarismo ou à má nutrição e previnam a obesidade infantil e todas as doenças associadas. A APCOI é composta por um grupo de voluntários preocupados com a saúde infantil, que se mobilizam em torno da responsabilidade de transmitir melhores hábitos de vida às crianças, ajudando-as a escolher as opções mais saudáveis. Desde Dezembro de 2010, a APCOI já beneficiou 255.570 crianças através das seguintes iniciativas: «Heróis da Fruta – Lanche Escolar Saudável», «Corrida da Criança – Por um futuro mais saudável» e sessões gratuitas de aconselhamento personalizado com nutricionistas. Saiba mais em www.apcoi.pt

“Subida a São Salvador (Armil - Fafe)”

A freguesia de Armil (Fafe) recebe no dia 29 de outubro a 1ª Subida a São Salvador. Com prémios para os primeiros classificados e um lanche para todos os participantes, a crono-escalada terá início no Campo de Jogos do G.C.D. Armil e terminará junto à Capela de São Salvador. As inscrições podem ser efetuadas online (www.acm.pt)

Aberta à participação de todos os interessados, a 1ª Subida a São Salvador tem início marcado para as 15 horas e o percurso terá uma extensão de dois quilómetros a percorrer entre o Campo de Jogos do do Grupo Cultural e Desportivo de Armil e a Capela de São Salvador, situada no monte com o mesmo nome, a cerca de 526 metros de altitude.

As inscrições têm o custo de 5 euros por participante e conferem direito a seguro e a lanche no final da atividade. Está prevista a atribuição de prémios para os três primeiros classificados de cada categoria, assim como para os três primeiros da classificação geral masculina e feminina que também receberão vales oferta. As inscrições devem ser formalizadas online (www.acm.pt).

A 1ª Subida a São Salvador é promovida pela Junta de Freguesia de Armil, em parceria com a Associação de Ciclismo do Minho, contando com o apoio das seguintes entidades: Câmara Municipal de Fafe, Grupo Cultural e Desportivo de Armil, Associação Coordenadas para o Futuro, Bike Smile, Federação Portuguesa de Ciclismo, Cision, Raiz Carisma - Soluções de Publicidade e Salvaggio.

Armil é um freguesia do concelho de Fafe com tradição no ciclismo, em especial de Down Hill tendo a sua famosa pista desta vertente do ciclismo já acolhido competições do Campeonato do Minho, assim como provas nacionais e internacionais. Será agora a vez de Armil acolher uma crono-escalada para a qual se espera uma participação expressiva.

Fonte: ACM

“Passeio de BTT de São Martinho – Medelo”

 A Junta de Freguesia de Medelo (Fafe), através do Grupo BTT Natura, promove no dia 13 de Novembro, a segunda edição do Passeio de BTT de São Martinho, iniciativa que conta com o apoio da Associação de Ciclismo do Minho As inscrições podem ser efetuadas, até ao dia 6 de novembro, online (www.acm.pt)

O 2º Passeio de BTT de São Martinho - Medelo tem início marcado para as 9 horas (Junta de Freguesia de Medelo - Fafe) e está previsto um percurso de cerca de 30 quilómetros de dificuldade baixa.

O passeio decorrerá por trilhos da zona norte do concelho de Fafe, através dos quais se poderá desfrutar de paisagens ímpares. Após o sucesso alcançado em 2015, o Grupo BTT Natura pretende consolidar um evento que se destaca de todos os outros pelo espírito de convívio, amizade e colaboração entre todos os participantes. O percurso é de grau fácil para que todos possam beneficiar da oportunidade de fruir de um dia junto da natureza, a andar de bicicleta, fomentando o conceito de vida saudável. A organização estipulou um preço atrativo para a participação que inclui uma churrascada no final e o respetivo magusto, consagrando o padroeiro da freguesia de Medelo. O custo de inscrição é de 5 euros e confere direito a dorsal, seguro, banhos, lavagem de bike, churrascada e magusto.

O 2º Passeio de BTT de São Martinho - Medelo promovido pela Junta de Freguesia de Medelo conta com o apoio da ERA Imobiliária, Associação de Ciclismo do Minho e Fafetv.

Fonte: ACM

“LottoNL-Jumbo vai ser equipada com vestuário Shimano em 2017”

LottoNL-Jumbo equipa profissional de ciclismo anunciou que a Shimano irá ser o parceiro oficial para o equipamento a partir de 2017. A equipa com base na Holanda vai utilizar a gama completa de equipamento de elite performance da Shimano, incluindo vestuário e óculos.

Os ciclistas vão também ser equipados com a mais recente gama de sapatos da Shimano S-PHYRE, uma nova gama de alta performance que inclui o RC9 (estrada) sola carbono para competição.

Richard Plugge, diretor da equipa LottoNL-Jumbo diz “ esta novidade é mais um momento de orgulho na história de sucesso da LottoNL-Jumbo e da Shimano. Estamos na verdade encantados por iniciar esta parceria, com uma das empresas maiores no ramo do ciclismo, providenciando uma linha de orientação para o desenvolvimento do vestuário Shimano de alta performance.”

Os ciclistas da LottoNL-Jumbo vão ser de vital importância na progressão do vestuário da Shimano com testes no túnel de vento e análises de bikefitting fazem parte do plano de desenvolvimento. Os ciclistas vão utilizar e testar a gama completa personalizada de Verão e Inverno, incluindo manguitos, perneiras, meias e capas.

Richard Keeskamp, diretor Marketing da Shimano Europa:” Este novo acordo leva a nossa relação com a equipa a um novo patamar. Providenciando à equipa LottoNL-Jumbo uma gama completa de vestuário e calçado, vamos ficar capazes de estender a nossa estratégia ‘head-to-toe’, maximizando desta forma a performance de todos os componentes que fazem parte de uma bicicleta e do ciclista. Estamos ansiosos por iniciar esta parceria para a próxima época para fazer progredir e desenvolver a qualidade do vestuário e calçado Shimano.”

A marca Shimano já não é estranha à equipa. Os componentes Dura-Ace já fazem parte das suas bicicletas e as rodas PRO são usadas pela equipa em provas de contra-relógio, ajudando a equipa a alcançar algumas vitórias, como este ano o Giro D’Italia, Vuelta a España, Eneco Tour, Tour of Britain e Tour de Yorkshire

Fonte: Shimano

“EFAPEL contrata promessa colombiana”

Matteo Garcia combina capacidades de trepador e contra-relogista

A equipa profissional de ciclismo EFAPEL continua a definir os pormenores para a próxima temporada e anuncia a contratação de uma esperança do ciclismo colombiano, Matteo Garcia. A formação liderada por Américo Silva aposta no corredor que chega à Europa rotulado de trepador e contra-relogista.

Com a estrutura de 2017 cada vez mais definida, a EFAPEL assegurou os serviços deste ciclista muito ambicioso que não só procura continuar a sua evolução e o seu desenvolvimento enquanto corredor como se apresenta pronto para trabalhar para o colectivo. “Estou muito entusiasmado com esta nova etapa na minha carreira desportiva. Chego para dar o meu melhor pela equipa EFAPEL. Quero ajudar os meus companheiros sempre que precisem e contribuir para alcançar os objectivos traçados pelo corpo técnico, bem como pela direcção e pelos patrocinadores. Para além de vencer etapas e corridas, quero tornar-me um profissional completo, seja a nível desportivo e profissional. Acredito que ir para a Europa e correr pela EFAPEL é uma enorme oportunidade”, afirmou Matteo Garcia.

Recorde-se que Daniel Mestre, Henrique Casimiro, Rafael Silva, António Barbio e Álvaro Trueba transitam com a equipa de 2016 para 2017. Bruno Silva regressa à EFAPEL, enquanto Matteo Garcia é o primeiro nome novo na formação liderada por Américo Silva. Ao longo dos próximos dias serão anunciados mais reforços.

Fonte: Efapel

“João Pereira e a mudança de Nélson Évora: «Sinto-me bem na casa onde estou»”

Triatleta aborda mudança do saltador para o Sporting

Por: José Morgado

Foto:  LUSA

Nomeado para o prémio de atleta do ano nos Prémios de Desportista do Ano, atribuídos pela Confederação do Desporto de Portugal (CDP), o triatleta João Pereira mostrou-se feliz por estar entre os finalistas para este galardão, ainda que confesse que a concorrência é de peso.

"Mais do que a vitória final, estar nos finalistas é já por si só um marco importante na carreira de um alteta. O processo de atribuição do vencedor passa por conseguir muitos fãs e apoio do público. Chegar aqui aos finalistas deixa-me muito contente, orgulho e com o sentimento de que o meu trabalho foi recompensado. São todos bastante conhecidos e não consigo sinalizar um só. É complicado, mas vou acreditar que tenho um bom grupo de fãs", começou por dizer.

Atleta do Benfica, João Pereira falou também da mudança de Nélson Évora para o Sporting e deixou no ar a ideia de que o saltador não se terá mudado para Alvalade por questões monetárias.

"Pensando em modalidades amadoras, é melhor conseguir ter uma consistência e uma casa onde seja bem recebido, do que propriamente valores monetários, até porque muito dificilmente penso que possa existir uma proposta tão dispar uma da outra, uma oferta que seja dificil recusar. Penso que é muito difícil receber uma proposta milionária, não sendo a modalidade futebol. Tenho só de pensar em sentir-me bem na casa onde estou e isso tenho conseguido. Sou bastante grato ao Benfica pelos anos que tenho lá passado", admitiu.

Fonte: Record on-line

“Giro/Edição 2017 termina com 'crono' em Milão”

Começa na Sardenha

Foto: Reuters

O Giro de 2017 começa na Sardenha e termina três semanas depois com um contrarrelógio em Milão, não faltando pelo meio da centésima edição da Volta a Itália muita montanha, como tem sido regra nos tempos mais recentes.
A prova, apresentada esta quarta-feira em Milão pelo organizador, a RCS Sports, começa a 5 e termina a 28 de maio, com passagem por quase todo os território continental e ainda as duas grandes ilhas, Sardenha e Sicília.

No Palácio do Gelo de Milão, a organização contou com grandes nomes da modalidade, como o espanhol Miguel Indurain ou os italiano Vicenzo Nibali, Felice Gimondi, Mario Cipollini e Ivan Basso, para apresentar o que pretende ser uma edição histórica e de festa da 'grande volta' em estradas transalpinas.
Após dez anos de ausência, o Giro volta a rolar na Sardenha, onde a caravana estará três dias, de Alghero até Cagliari. Depois, será a Sicília a receber a comitiva - desde 1961 que as duas ilhas não estavam no programa ao mesmo tempo.
Já na península italiana, haverá muitas etapas para 'sprinters' mas também etapas de montanha decisivas, com o Mortirolo, o Monte Grappa e o Stelvio, escolhidos para esta edição.
Depois de uma emblemática escalada do vulcão Etna os ciclistas vão para a Calábria e começam a aproximar-se de Milão, onde a 28 de maio tudo se pode resolver no 'crono' final de 28 quilómetros.
Vários nomes dos 100 anos de história da prova são homenageados em etapas específicas - Fausto Coppi na subida do Stelvio, Marco Pantani no Santuario de Oropa e Felice Gimondi na tirada de Bergamo, a sua cidade natal.
Mais perto do fim do 'calvário' de três semanas aparecem as subidas mais difíceis, a mais de 2.500 metros de altitude. Além do Stelvio (2.757), há as travessias do Umbrail Pass e do Bormio.
Ocasiões para os trepadores atacarem não faltam, com o Monte Croce de Comelico e Monte Grappa a fazerem igualmente parte do programa.
O final está marcado para um lugar histórico do Giro, a Piazza del Duomo de Milão, onde será consagrado o vencedor do Giro número 100.
Fonte: Record on-line