domingo, 2 de junho de 2019

“Richard Carapaz vence Giro'2019”

Ciclista equatoriano da Movistar celebra em Itália

Foto: EPA

O equatoriano Richard Carapaz, da Movistar, venceu este domingo a edição de 2019 do Giro, depois de ter sido 36.º no contrarrelógio que marcou o final da primeira Grande Volta da temporada. Com uma vantagem de 1:54 minutos para Vincenzo Nibali à partida para a derradeira etapa, o equatoriano de 26 anos fez uma gestão perfeita do esforço, conseguindo fechar a prova com 1:05 minutos de avanço para o italiano, que ocupou a segunda posição do pódio à frente do esloveno Primoz Roglic, a 2:30.

No que à vitória da etapa diz respeito, o grande vencedor foi o norte-americano Chad Haga, da Team Sunweb, à frente de Victor Campenaerts e Thomas De Gendt, a quatro e seis segundos, respetivamente. De notar que Amaro Antunes foi o 34.º na etapa, a 1:10 minutos de Haga, finalizando o Giro em 54.º, a 2:09:51 horas de Carapaz.

Fonte: Record on-line

“Equipa Portugal/Daniel Dias sétimo na etapa e 21.º na geral”

Por: José Carlos Gomes

O português Daniel Dias foi o melhor elemento da Equipa Portugal no Tour du Pays de Vaud, prova da Taça das Nações, que hoje terminou na Suíça, com o corredor nacional a discutir a etapa.

Os últimos 110,9 quilómetros da competição, um circuito seletivo em redor de Granges-Marnand en Boucles, foram disputados a um ritmo muito elevado, ao qual Daniel Dias e Diogo Narciso responderam da melhor maneira, entrando no pelotão principal.

Daniel Dias conseguiu estar na discussão da etapa, entrando bem colocado na fase final, mas cedendo lugares na última curva. Ainda assim, foi o sétimo, com o mesmo tempo do vencedor da jornada, o francês Alex Baudin. Diogo Narciso também fez o mesmo tempo do primeiro, no 21.º lugar.

Apesar das dificuldades do terreno, a última etapa não provocou mudanças significativas na classificação geral. O alemão Marco Brenner, vencedor do prólogo, da primeira etapa e do primeiro setor da segunda conquistou a camisola amarela final. Foi acompanhado no pódio pelo holandês Lars Boven, a 36 segundos, e pelo dinamarquês William Levy, a 1m03s.

Daniel Dias foi o melhor português, perto de alcançar o objetivo a que se propunha a Equipa Portugal antes da corrida: entrar no top 20. O jovem ciclista lusitano foi 21.º, a 4m00s do vencedor. Seguiram-se João Macedo, 38.º, a 9m11s, Pedro Silva, 52.º, a 17m46s, Henrique Fróis, 59.º, a 20m17s, e Diogo Narciso, 62.º, a 21m21s. André Domingues abandonou no último dia, ainda a contas com as lesões contraídas na queda da primeira etapa.

O desempenho da Equipa Portugal foi irregular ao longo dos quatro dias de competição, embora o selecionador nacional, José Poeira encontre um padrão e uma melhoria com o passar dos dias. “Foi a nossa primeira prova de 2019 na Taça das Nações. Os corredores acusaram falta de ritmo e de adaptação a corridas com este nível, o melhor nível mundial de juniores. Com a passagem das etapas foram ganhando ritmo e conseguiram adaptar-se a esta forma de correr. Hoje já estivemos na discussão da etapa com o Daniel Dias”, explica José Poeira.

Fonte: FPC

“GP Anicolor”

Por: José Carlos Gomes

Francisco Campos mais rápido em Águeda

Francisco Campos (W52-FC Porto) conquistou hoje o Grande Prémio Anicolor, uma corrida de 168,2 quilómetros, entre Oliveira do Bairro e Águeda, que se decidiu num grupo muito restrito.

Uma fuga de 14 corredores, formada por alguns dos principais nomes do pelotão, destacou-se do grupo principal, ainda na fase plana da prova. Os escapados consolidaram uma vantagem confortável e jogaram entre si o triunfo, na fase mais montanhosa da viagem, os 40 quilómetros finais.

As subidas partiram o grupo e deixaram apenas cinco homens em cabeça de corrida: Gustavo César Veloso e Francisco Campos (W52-FC Porto), Henrique Casimiro (Efapel), Luís Gomes (Rádio Popular-Boavista) e Tiago Machado (Sporting-Tavira).

Sendo sprinter, Francisco Campos assumiu o favoritismo e aproveitou o trabalho do colega de equipa Gustavo César Veloso, não defraudando as expectativas portistas. Francisco Campos impôs-se ao fim de 4h17m58s de corrida. Luís Gomes, segundo, e Henrique Casimiro, terceiro, chegaram com o mesmo tempo.

Além da discussão da corrida, a fuga de 14 elementos decidiu as classificações secundárias: Hugo Nunes (Rádio Popular-Boavista) ficou com os pontos quentes, João Matias (Vito-Feirense-PNB) ganhou as metas volantes e Henrique Casimiro foi coroado rei dos trepadores. Francisco Campos juntou a classificação da juventude à geral. A W52-FC Porto impôs-se por equipas.

Fonte: FPC

“Marinhais ao Rubro, num passeio cheio de emoções”

Um Balão, uma Avioneta, um aniversário, um pedido de casamento, marcaram evento

Texto e fotos: José Morais  

Sobe o lema “Terra do Ribatejo” e na comemoração do 20º aniversário, o Grupo de Cicloturismo “Os Cansados de Marinhais” levaram este domingo para a estrada, o seu 14º passeio de bicicleta, percorrido pelo concelho de Salvaterra de Magos, o qual juntou mais de três centenas de participantes.

O evento deste ano rico em surpresas, teve a receber os participantes um balão de ar quente, onde foram recolhidas imagens dos participantes. Mais tarde, uma avioneta sobrevou o longo pelotão, onde também via aérea, foram recolhidas imagens, durante o almoço mais uma surpresa, um pedido de casamento em direto.

Bem cedo começaram a chegar os participantes, pelas 8 horas ao recinto das Festas de Marinhais, local onde se deu a concentração, confirmadas as presenças, dois dedos de conversa, e o toque final nas bicicletas, pelas 9 horas tudo estava a postos para se dar inicio ao passeio com cerca 65 quilómetros.

As bicicletas começaram a rolar, e a primeira paragem foi no cemitério local, onde foi feita uma homenagem a antigos elementos do grupo que nos deixaram, um homenagem sentida, com a entrega de flores às famílias desses elementos.

O passeio recomeçou, em direção a Salvaterra dos Magos, com um trajeto plano, excelente para pedalar e rolar, os participantes lá pedalaram a bom ritmo, apenas com um se não, o calor que se fazia sentir, e o aumento do mesmo.

O local da partida foi o ponto de abastecimento, água, fruta e bolos, foram distribuídos a todos os participantes, depois de retomar forças, a longa caravana regressou novamente à estrada, para fazer a segunda parte do percurso, mas nós tivemos o privilégio de ver o pelotão do ar, á nossa disposição estava uma avioneta, que nos levou pelos ares ribatejanos, mostrando as belas paisagens, e a estrada cheia de ciclistas, que mais parecia uma serpente colorida serpenteando.

O evento veio a terminar pouco passava das 12,30, era então hora de banhos, refrescar porque o calor apertava cada vez mais, esperar um pouco pelo almoço convívio, onde os participantes tinham uns aperitivos à sua espera antes do mesmo.

Com o decorrer do almoço, vieram mais surpresas, e a mais bonita, a de um elemento do Vitória Clube de Lisboa, fazer um pedido de casamento em direto, foi momento de ternura e emoção, seguiram-se diversos agradecimentos, ofertas de flores às Senhoras que pedalara, e a distribuição das tradicionais lembranças a todos os participantes num convívio que decorreu tarde dentro, onde foi feito ainda um sorteio, e no final foi tempo de cantar os parabéns e partir o bolo do 20º aniversário dos Cansados de Marinhais.

No final, ouvimos João Robi, presidente do grupo que comovido nos dizia; “Foi um bonito passeio, tivemos uma participação muito positiva, e tivemos festa, tivemos momentos que no comoveram, e isto é o cicloturismo completo, não apenas a vertente desportiva, mas também a de convívio entre participantes.

Hoje tivemos aqui mais duas novidades, o balão, e a avioneta, temos de pensar noutras novidades, estamos cá para trabalhar e promover a bicicleta e o cicloturismo, por isso em 2020 esperamos novas novidades, apenas duas palavras, obrigado a todos”.

E foi com estas palavras comovidas que vamos terminar mais esta reportagem, num passeio muito bonito, com um grupo de motares a fazer a segurança a toda a caravana, e os participantes a terminarem muito satisfeitos. Da nossa parte, também temos de agradecer mais uma vez a forma com fomos recebidos e as condições permitidas para fazer a cobertura do evento, fica assim o nosso muito obrigado.

Desejamos os votos de bons passeios, boas pedaladas.

Podem ser visualizadas as fotos deste evento em: