terça-feira, 31 de outubro de 2017

“Gustavo Veloso renova contrato por um ano com a W52-FC Porto”

Espanhol mostra-se feliz com acordo

Por: Lusa

Foto: Movenoticias

O espanhol Gustavo Veloso, vencedor da Volta a Portugal em 2014 e 2015, renovou contrato com a W52-FC Porto, pela qual vai continuar a correr em 2018, anunciou a equipa portuguesa de ciclismo.

"Gustavo Veloso continua a ser o nosso 'capitão'", anunciou a equipa, acrescentando que "o espanhol de Vilagarcía de Arousa (...) renovou contrato e vai continuar a representar a W52-FC Porto em 2018".

Por seu lado, Gustavo Veloso mostrou-se "feliz" por estar mais um ano com aquela que considera a sua equipa: "Já são seis anos na estrutura, cinco ligado à W52 e três com o FC Porto".

"Sempre a crescer como ciclista, como pessoa e até a sentir-me um pouco mais português. Espero continuar a dignificar a camisola como sempre fiz e tentar concretizar o sonho de vencer a Volta a Portugal pela terceira vez", prosseguiu.

A 11 de outubro, a agência Lusa já havia avançado que as negociações para a renovação de contrato de Gustavo Veloso com a W52-FC Porto estavam "muito avançadas".

O galego, de 37 anos, revelou, então, à Lusa estar perto de ampliar o contrato com os 'dragões', assumindo que o facto de Raúl Alarcón ter vencido a última edição da Volta nada alterava.

"O Raúl e eu partilhamos equipa há muito tempo e isso não tem por que mudar", esclareceu.

Veloso é o mais cotado dos ciclistas do pelotão português, após ter vencido a prova rainha do calendário nacional em 2014 e 2015 e ter sido segundo em 2013 e 2016.

Este ano, o líder da W52-FC Porto fraquejou na subida à Torre, uma situação que descreveu como o seu único momento mau em cinco edições da Volta, e terminou na 24.ª posição da classificação geral, a mais de 42 minutos de Alarcón, seu colega de equipa.

Apesar de não ter ficado entre os primeiros da geral, Veloso, que representa a estrutura que deu origem à formação portista desde 2013, venceu a quinta e a 10.ª etapas da 79.ª edição.

Fonte: Record on-line

“Rafael Costa é o segundo rosto nível júnior para 2018”

Ciclista com espírito de equipa realça a "grande união e todo que o staff dá". Para 2018 o ciclista pretende "continuar a trabalhar para os melhores resultados possíveis, quer a nível individual, que a nível colectivo".

Fonte: Bombarralense

“Agenda de Ciclismo”

Seleção de estrelas no passeio de Tiago Machado
Por: José Carlos Gomes
O VIII Bike Tour Tiago Machado, passeio solidário que o corredor minhoto promove, no próximo domingo, em Vila Nova de Famalicão, vai juntar uma autêntica seleção de estrelas do ciclismo português.

Tiago Machado terá a companhia de José Gonçalves, José Mendes e Rui Costa entre as centenas de participantes que se esperam para esta iniciativa. O VIII Bike Tour Tiago Machado será uma oportunidade para todos pedalarem lado a lado com alguns dos maiores ídolos da modalidade, ao mesmo tempo que ajudam a “Dar as Mãos – Associação de Solidariedade”, instituição para a qual revertem todas as receitas da iniciativa.

As inscrições podem ser feitas na página da Associação de Ciclismo do Minho na Internet e o passeio é aberto à participação de todos os interessados, filiados e não filiados na Federação Portuguesa de Ciclismo.

A partida será dada às 9h00 de domingo no Parque da Devesa, no centro de Vila Nova de Famalicão. Os participantes irão pedalar ao longo de 20 quilómetros, num traçado de baixa dificuldade, de forma a que este passeio seja o mais participado e inclusivo possível.

Mais eventos oficiais

4 de novembro, 8h00: Etapa 9 do circuito NGPS, Oliveira de Azeméis

5 de novembro, 9h30: BTT Azibo 2017, Macedo de Cavaleiros

Fonte: FPC

 

“Nova edição da Revista Notícias do Pedal”

Já está on-line mais uma edição da “Revista Notícias do Pedal”, a edição de Outubro, a número 266, contém uma grande diversidade de notícias, nas mais diversas modalidades, pode mensalmente ser visualizada em: www.noticiasdopedal.com descubra ainda outras novidades, conheça e esteja por dentro de todos os nossos projetos, boas leituras…

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

“Ciclismo: Rui Costa, José Mendes e José Gonçalves no Bike Tour Tiago Machado”

Os ciclistas Rui Costa, José Mendes e José Gonçalves são algumas das presenças confirmadas no VIII Bike Tour Tiago Machado que se realiza no próximo dia 5 de novembro (domingo) em Vila Nova de Famalicão. O passeio de bicicleta, aberto à participação de todos os interessados, tem o apoio da Associação de Ciclismo do Minho e, como habitualmente, assumirá um cariz solidário, revertendo as receitas para a "Dar as Mãos - Associação de Solidariedade". Para além do famalicense Tiago Machado (Team Katusha Alpecin), o passeio contará com a participação, entre outros, de Rui Costa (UAE Team Emirates), José Mendes (Bora - Hansgrohe) e José Gonçalves (Team Katusha Alpecin). As inscrições podem ser efetuadas online (www.acm.pt)

Com um percurso de 20 quilómetros, de dificuldade baixa, o VIII Bike Tour Tiago Machado começará às 9 horas no Parque da Devesa - Vila Nova de Famalicão. Os participantes no V Bike Tour Tiago Machado habilitam-se ao sorteio de vários prémios.

Visando a promoção da prática desportiva e assumindo um cariz solidário, a participação no VIII Bike Tour Tiago Machado tem um custo de 5€ (para adultos) e de 3€ (crianças até aos 12 anos), revertendo o lucro para a "Dar as Mãos - Associação de Solidariedade". As inscrições podem ser efetuadas online (www.acm.pt)

No ano passado, cerca de meio milhar de pessoas participou no Bike Tour Tiago Machado promovido pelo sétimo ano consecutivo em Vila Nova de Famalicão. As receitas da iniciativa do ciclista minhoto - considerado pelo jornal francês L´Équipe o herói da Volta a França de 2014 - reverteram a favor da “Dar as Mãos - Associação de Solidariedade”.

ACMCiclismo: Rui Costa, José Mendes e José Gonçalves no Bike Tour Tiago Machado

Os ciclistas Rui Costa, José Mendes e José Gonçalves são algumas das presenças confirmadas no VIII Bike Tour Tiago Machado que se realiza no próximo dia 5 de novembro (domingo) em Vila Nova de Famalicão. O passeio de bicicleta, aberto à participação de todos os interessados, tem o apoio da Associação de Ciclismo do Minho e, como habitualmente, assumirá um cariz solidário, revertendo as receitas para a "Dar as Mãos - Associação de Solidariedade". Para além do famalicense Tiago Machado (Team Katusha Alpecin), o passeio contará com a participação, entre outros, de Rui Costa (UAE Team Emirates), José Mendes (Bora - Hansgrohe) e José Gonçalves (Team Katusha Alpecin). As inscrições podem ser efetuadas online (www.acm.pt)

Com um percurso de 20 quilómetros, de dificuldade baixa, o VIII Bike Tour Tiago Machado começará às 9 horas no Parque da Devesa - Vila Nova de Famalicão. Os participantes no V Bike Tour Tiago Machado habilitam-se ao sorteio de vários prémios.

Visando a promoção da prática desportiva e assumindo um cariz solidário, a participação no VIII Bike Tour Tiago Machado tem um custo de 5€ (para adultos) e de 3€ (crianças até aos 12 anos), revertendo o lucro para a "Dar as Mãos - Associação de Solidariedade". As inscrições podem ser efetuadas online (www.acm.pt)

No ano passado, cerca de meio milhar de pessoas participou no Bike Tour Tiago Machado promovido pelo sétimo ano consecutivo em Vila Nova de Famalicão. As receitas da iniciativa do ciclista minhoto - considerado pelo jornal francês L´Équipe o herói da Volta a França de 2014 - reverteram a favor da “Dar as Mãos - Associação de Solidariedade”.

Fonte: ACM


 

“Carlos Cabrita é Campeão do Mundo de XTERRA no escalão 60-64”

Carlos Cabrita foi a grande figura da comitiva portuguesa no Campeonato do Mundo de XTERRA de 2017 ao conquistar o título mundial no escalão Age-Group 60-64. Na mesma prova estiveram em destaque outros nomes do triatlo em Portugal que representaram as cores do nosso país da melhor forma e enfrentaram o enorme pelotão internacional que alinhou na mítica praia de Maui em busca do ouro mundial.

Com partida assinalada no passado domingo, dia 29 de Outubro, em Maui, Havai, perto de mil triatletas lançaram-se nas águas do pacífico com o objetivo de competir numa das mais exigentes provas da modalidade. O Campeonato do Mundo de XTERRA juntou os melhores triatletas mundiais em todo-o-terreno e desafiou todo os presentes ao longo de 1,5km de natação e de 32km de ciclismo e 10,5km de corrida com enorme nível de exigência técnica e física.

Entre a elite de profissionais Portugal foi representado por dois triatletas. Rui Dolores, mais forte entre a dupla nacional, cruzou a linha da meta no 13º posto e Tiago Maia completou a prova na 21ª posição. Resultados positivos que colocaram os profissionais portugueses a apenas um lugar de ocupar duas posições dentro do top20 mundial.

Carlos Cabrita – Campeão do Mundo XTERRA 60-64

 Na mesma competição foram disputados os títulos em várias frentes dos escalões Age-Group. Destinados aos triatletas amadores da modalidade as provas AG juntaram largas centenas de participantes que contribuíram vivamente para o ambiente competitivo do evento. Nos homens o grande destaque foi para Carlos Cabrita que conquistou o título mundial no escalão 60-64. O triatleta algarvio cumpriu uma prova de trás para a frente e foi no último segmento que, com um excelente registo na corrida, confirmou o ouro mundial. Também em competição nos homens estiveram Rui Galinha, 8º no escalão 45-49, e Ricardo Rosado, 14º em 30-34.

Nas senhoras houve igualmente enorme destaque de uma das representantes lusas. Pauline Vie, triatleta do escalão 15-19, cumpriu uma excelente prestação e subiu ao segundo lugar do pódio no Campeonato do Mundo de XTERRA, conquistando mais uma medalha para Portugal. No grupo de idade 30-34 foi Lurdes Gonçalves quem representou Portugal, tendo conseguido um 6º lugar no escalão, enquanto Ana Vintem conquistou a 13ª posição nos 25-29 anos.

A participação portuguesa na edição de 2017 do Campeonato do Mundo de XTERRA ficou marcada pelos excelentes resultados dos nossos triatletas que colocaram o nome de Portugal, mais uma vez, nos lugares cimeiros do triatlo a nível mundial. Congratulamos os medalhados que conquistaram o ouro e a prata bem como todos os que competiram com as cores de Portugal e que procuraram representar o nosso país ao mais alto nível.

Fonte: FTP

“Continuidade no Bombarralense”

Rodrigo Pereira é o primeiro rosto da continuidade do projecto de ciclismo do Bombarralense a nível júnior para 2018, Atleta combativo em prol do colectivo, é mais uma confirmação para a equipa de júniores do SCEB Bombarralense em 2018. O jovem prodígio decidiu ficar na equipa "pois é uma equipa que tenta dar as melhores condições aos atletas e ajuda-nos a crescer enquanto atletas e enquanto seres humanos".

Fonte: Bombarralense

“David Arroyo reforça equipa EFAPEL em 2018”

Trepador já brilhou nas grandes voltas como o Giro e a Vuelta

A equipa de ciclismo EFAPEL vai contar em 2018 com o contributo de David Arroyo. Aos 37 anos, o espanhol nascido em Talavera de La Reina integra o pelotão nacional com a formação e Ovar. Muito forte quando a inclinação da estrada aumenta, o trepador que já venceu etapas na Vuelta e fez segundo no Giro está de regresso a Portugal, país onde venceu as classificações da montanha e da juventude na Volta de 2004.

Com uma carreira predominantemente feita em equipas espanholas, David Arroyo não resistiu ao desafio colocado pela equipa EFAPEL e vai ser um dos corredores que formam o pelotão português em 2018. Proveniente da estrutura Continental-Profissional, Caja Rural, David Arroyo é o sexto nome apresentado pela formação de Ovar para a próxima temporada.

O ciclista espanhol não só venceu as classificações da montanha e da juventude na Volta a Portugal de 2004 como foi o segundo melhor na geral individual dessa edição. Com uma carreira feita sempre ao mais alto nível, chega à EFAPEL para contribuir para o sucesso colectivo da equipa, seja pela sua disponibilidade, pelas suas características enquanto ciclista, seja pela experiência que acumulou em quase duas décadas enquanto corredor com os melhores do pelotão internacional.

David Arroyo é a primeira contratação da EFAPEL para 2018. Até ao momento, a equipa liderada por Américo Silva renovou com cinco ciclistas que se mantém no colectivo de Ovar. Assim, o espanhol terá como companheiros Rafael Silva, Bruno Silva, o seu compatriota, Jesus del Pino, Daniel Mestre e Henrique Casimiro.

Nos próximos dias, a equipa EFAPEL vai continuar a anunciar os nomes que constituem o conjunto de corredores na próxima temporada.

Fonte: Efapel

“Equipa Portugal/Ambição na Taça do Mundo após Europeu histórico”

Por: José Carlos Gomes

A Equipa Portugal parte, nesta terça-feira, para a Polónia onde iniciará a participação na Taça do Mundo de Pista 2017/2018, apenas duas semanas depois de fazer história no Campeonato da Europa.

Os gémeos Ivo e Rui Oliveira são os corredores escolhidos pelo selecionador nacional, Gabriel Mendes, para o arranque da Taça do Mundo, que terá lugar em Pruszków, Polónia, entre os dias 3 e 5 de novembro.

Na semana seguinte, entre 10 e 12 de novembro, é a vez da pista de Manchester receber a segunda etapa da Taça do Mundo de Pista. Nessa ocasião apenas Ivo Oliveira representará as cores nacionais.

A competição perante os melhores do Mundo e a conquista de pontos tendo em vista o apuramento para o Campeonato do Mundo de 2018 são os objetivos principais da expedição lusa. “A prioridade será dada à disciplina olímpica de omnium, na qual tentaremos obter a máxima pontuação possível. Sabemos que ficar nos oito primeiros é uma meta ambiciosa, mas é com esse intuito que correremos, tanto na Polónia como em Inglaterra, uma vez que o top 8 é um resultado muito bom que já nos dá uma pontuação apreciável”, esclarece Gabriel Mendes.

Na etapa polaca da Taça do Mundo, Portugal estará em três frentes. Rui Oliveira competirá em omnium e em scratch e Ivo Oliveira participará na corrida por pontos. Na semana seguinte, em território britânico, Ivo Oliveira será o representante luso no omnium e em scratch.

Existe uma explicação regulamentar para a participação em omnium caber a Rui Oliveira numa semana e ao irmão na seguinte: para o ranking do país apenas contam os dois melhores resultados de cada um dos ciclistas. Ivo Oliveira já pontuou duas vezes em omnium, tentará melhorar um dos resultados. Rui Oliveira tem menos participações, pelo que todos os pontos que conquistar na Polónia serão adicionados ao ranking de Portugal, que, neste momento, está no 19.º posto entre os 72 países mundiais pontuados nesta disciplina olímpica.

A participação na Taça do Mundo surge na sequência do Campeonato da Europa de Elite, no qual os gémeos Oliveira fizeram história ao conquistarem as primeiras medalhas do ciclismo de pista português em grandes competições de elite. Rui Oliveira foi o terceiro classificado em eliminação e Ivo Oliveira conseguiu o segundo lugar em perseguição individual.

Agenda da Equipa Portugal na Taça do Mundo

3 de novembro

13h30: Corrida por Pontos – qualificação: Ivo Oliveira

14h25: Scratch – qualificação: Rui Oliveira

17h50: Corrida por Pontos – Final: Ivo Oliveira

 
4 de novembro

20h30: Scratch – final: Rui Oliveira


5 de novembro

13h00-19h30: Omnium: Rui Oliveira


10 de novembro

15h15: Scratch – qualificação: Ivo Oliveira

20h10: Scratch – final: Ivo Oliveira


11 de novembro

14h15-21h25: Omnium: Ivo Oliveira

Fonte: FPC

domingo, 29 de outubro de 2017

“Critério de Xangai; Froome vence na despedida de Contador”

Britânico superou Rigoberto Uran e Warren Barguil

Por: Lusa

Foto: EPA

O britânico Chris Froome (Sky) venceu este doming o Critério de Xangai (China), onde o espanhol Alberto Contador (Trek-Segafredo) se despediu do ciclismo profissional.

Na corrida de promoção à Volta à França, disputada num circuito de três quilómetros, Froome, vencedor em 2017 do Tour e da Volta a Espanha, foi o primeiro a concluir as 20 voltas, em 1:21.56 horas, impondo-se ao colombiano Rigoberto Uran (Cannondale-Drapac) e ao francês Warren Barguil (Sunweb), segundo e terceiro classificados, respetivamente.

"Definitivamente, a retirada do Alberto põe termo a uma época. Ele foi um grande rival para mim durante tantos anos. Em algumas ocasiões, ele vai fazer-me falta, noutras não", referiu Froome.

Contador admitiu ter aproveitado a última prova da carreira profissional para fazer o que o caracterizou, tentar vencer: "Diverti-me, ataquei, ataquei e ataquei".

Fonte: Record on-line

sábado, 28 de outubro de 2017

“Filipe Azevedo 24º na Coreia do Sul”

Filipe Azevedo terminou no 24º lugar uma das últimas etapas de 2017 da Taça do Mundo de Triatlo. Em Tongyeong, Coreia do Sul, o internacional português procurou conquistar importantes pontos para o ranking mundial de triatlo e disputou a sua última Taça do Mundo do ano frente a um elenco de luxo. Foi no dia de hoje, 28 de Outubro, que numa prova disputada no formato sprint, Azevedo competiu ao longo de 750m de natação, 20km de ciclismo e 5km de corrida e obteve o sólido resultado internacional, tendo disputado toda a prova no principal grupo de candidatos à vitória final.

Nesta etapa o ouro foi conquistado pelo francês Aurélien Raphael seguido de perto pelo segundo classificado, o triatleta do Azerbeijão Rostislav Pevtsov. Marten Van Riel, da Bélgica, completou o pódio masculino na terceira posição.

A participação de Filipe Azevedo na Coreia do Sul encerra um ano de competições internacionais em etapas das taças continentais e do mundo e corrobora a consistência do triatleta em internacionalizações de grande nível competitivo.

Fonte: FTP

sexta-feira, 27 de outubro de 2017

“Novo projeto para 2018 já definido…”

Por: José Morais

Foto: Arquivo Notícias do Pedal

O ano de 2018 aproxima-se a passos largos, com 2017 a dar as últimas, já se pensa em novos projetos, e o filme “Cicloturismo” será uma realidade, e o grande desafio que se aproxima.

O novo projeto já mexe, as ideias já estão definidas o filme em forma de documentário começa a ter forma, os intervenientes serão cicloturistas, organizadores de passeios, historiadores da modalidade, o órgão máximo do cicloturismo, não poderia faltar, e claro, os meus relatos, aquilo que foi memorizando por mim ao longo de 30 anos ligados á modalidade, com muitos registos.

Agora, estão a ser preparados os convites, gostava de os poder fazer chegar a todos vocês, mas será impossível, apenas alguns irão poder entrar e participar neste projeto, o qual será dedicado a todos.

Assim, brevemente alguns de vocês serão convidados, espero que aceitem, apenas com um pedido aos convidados, o manter segredo da sua participação até à publicação do filme, afim de a surpresa ser total.

Com os votos de bons passeios, boa pedaladas, até breve…   

“Vito-Feirense-Blackjack é a nova equipa do pelotão nacional”

Feirense com novo projeto na modalidade

Por:; Lusa

Foto: Manuel Azevedo

O Feirense apresentou em conferência de imprensa a sua nova equipa de ciclismo profissional, a Vito-Feirense-Blackjack, que começa a trabalhar no dia 1 de novembro. Rodrigo Nunes, presidente do Feirense, revelou que o clube estabeleceu uma parceria com a equipa de formação do Sport Ciclismo S. João de Ver e Fernando Pinto, antigo presidente da equipa LA Alumínios-Metalusa-Blackjack.

A equipa profissional do Feirense contará no seu pelotão com nomes como Edgar Pinto, Hugo Sancho, Luís Afonso -- que transitam da estrutura anterior --, Leonel Coutinho, Ricardo Vale, o campeão marroquino Soufiane Haddi e os três jovens do Sport Ciclismo S. João de Ver que sobem ao escalão profissional: João Santos, Gonçalo Santos e Bernardo Saavedra.

Rodrigo Nunes salientou que o objetivo da equipa profissional é "levar o nome do Feirense o mais longe possível e ajudar as empresas parceiras para que possam ser ainda mais conhecidas e reconhecidas, já que se associaram a um clube com projeção a nível nacional".

O dirigente realçou ainda que se trata de "um sonho antigo" que é cumprido em 2018, em ano de comemoração do centenário. "O Feirense já tem pergaminhos na modalidade e já venceu uma Volta a Portugal em 1990. Santa Maria da Feira é um concelho com grandes ciclistas e somos talvez o concelho com mais vencedores na Volta a Portugal. Vamos comemorar o centenário e será uma grande satisfação para os feirenses competir na Volta a Portugal e em todas provas nacionais, bem como algumas internacionais, nomeadamente em Espanha", revelou.

Fernando Pinto será o responsável pela equipa profissional e sublinhou na conferência de imprensa que "os amantes da modalidade estão perante um projeto único em Portugal e o objectivo é dignificar as instituições envolvidas. Temos ambição e estamos a criar uma equipa de qualidade".

O comando técnico da equipa Vito-Feirense-Blackjack estará a cargo de Joaquim Andrade, ex-ciclista, que assume a ambição de estar entre os melhores do ciclismo nacional. "A equipa Vito-Feirense-Blackjack estará na Volta a Portugal e vai apresentar-se como favorita a ganhar a prova. O Sport Ciclismo S. João de Ver tem vindo a formar excelentes ciclistas que têm provas dadas", afirmou.

Os trabalhos da nova equipa profissional de ciclismo arrancam a 01 de novembro, e os seus responsáveis garantem que em breve serão conhecidos os restantes nomes que vão 'pedalar' pelo Feirense.

Fonte: Record on-line

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

“1ª Feira de Triatlo realiza-se a 11 e 12 de Novembro”

Será na Douro Marina, Vila Nova de Gaia, que terá lugar a realização da primeira edição da Feira de Triatlo. O evento procurará reunir todos os amantes da modalidade e dinamizar a envolvência dos vários agentes do triatlo através da realização de treinos de corrida e de ciclismo bem como da presença de várias marcas e organizações na exposição e da realização de palestras técnicas de triatlo dadas por especialistas. Apresentando-se como uma grande oportunidade para viver a modalidade e para procurar conhecer um pouco mais da enorme família que a representa.

O evento decorrerá nos dias 11 e 12 de Novembro, com entrada livre, e será organizado pela KMZERO, contando com o apoio da Federação de Triatlo de Portugal e onde esperamos encontrar o maior número possível de visitas e de participantes.

Para mais informação contactar: info@kmzero.pt

Fonte: FTP

“Raúl Alarcón vai continuar na W52-FC Porto em 2018”

Renovação conhecida no dia em que vai receber o Dragão de Ouro de Atleta do Ano

Por: Lusa

Foto: Lusa

O ciclista espanhol Raúl Alarcón, vencedor da Volta a Portugal de 2017, vai continuar na W52-FC Porto, anunciou esta quarta-feira a equipa na sua página oficial.

"Aqui sinto-me valorizado e demonstram-mo ano após ano. Aqui, desfruto do ciclismo. Respeitam-me, sinto-me querido. Agradeço a confiança da equipa e trabalharei o máximo para conseguir novas vitórias em 2018", disse o alicantino de 31 anos, em declarações à página da W52-FC Porto.

A renovação de Raúl Alarcón, que ganhou a Volta a Portugal depois de vestir de amarelo desde a primeira etapa, é conhecida no mesmo dia em que o espanhol de Sax vai receber o Dragão de Ouro de Atleta do Ano, na gala que distingue os mais proeminentes portistas do ano.

Esta foi a época de 'explosão' do ciclista da W52-FC Porto, que, além da vitória na prova 'rainha' do calendário nacional, conquistou também a Volta às Astúrias à frente do colombiano Nairo Quintana, uma etapa na Volta a Madrid, na qual foi segundo, e outra no GP Beiras, em que foi quarto.

Fonte: Record on-line

“Passeio “Pedalar Pela Igualdade” (Guimarães, 29 de outubro)”

Realiza-se no dia 29 de outubro, em Guimarães, o 4º Passeio “Pedalar Pela Igualdade” promovido pela Desincoop no âmbito da celebração do Dia Municipal da Igualdade. O passeio é de dificuldade baixa e de participação gratuita. As inscrições podem ser formalizadas online (www.acm.pt).

O início está marcado para as 10h00, na PAC - Plataforma das Artes e da Criatividade (Avenida Conde Margaride - Guimarães) e o percurso será de dificuldade baixa.

O Passeio “Pedalar Pela Igualdade” é aberto à participação de todos os interessados (participação gratuita com oferta do seguro desportivo), estando previsto um percurso de baixa dificuldade que terminará na Casa de Dardos, junto do Multiusos de Guimarães. As inscrições para o passeio - promovido com o apoio da Associação de Ciclismo do Minho - devem ser formalizadas online (www.acm.pt).

O Dia Municipal da Igualdade (24 de outubro) é assinalado, desde 2010, por centenas de organizações e autarquias locais de todo o País que promovem iniciativas sob o lema: Igualdade é Desenvolvimento. Visando a sensibilização e a mobilização dos diferentes atores para a concretização da igualdade de oportunidades nas suas variadas formas, o Dia da Igualdade pretende também assumir-se como um compromisso coletivo com a igualdade e uma iniciativa de cidadania local.

Em Guimarães a celebração do Dia Municipal da Igualdade é promovida pela Desincoop em parceria com a Câmara Municipal de Guimarães e a ACIG - Associação Comercial e Industrial de Guimarães, entre outras entidades. Além do passeio de bicicleta agendado para o dia 29 de outubro, o Dia da Igualdade foi assinalado, no dia 24 de outubro, com a adesão de diversas entidades, entre as quais a Associação de Ciclismo do Minho, à "Carta Portuguesa para a Diversidade”, um instrumento voluntário criado com o objetivo de encorajar as entidades e organizações a implementarem e a desenvolverem políticas e práticas de promoção da diversidade.

Fonte: ACM

“23 Horas BTT de Braga”

Está agendada para os dias 28 e 29 de outubro a primeira edição das 23 Horas BTT de Braga que decorrerá num circuito fechado no Kartódromo Internacional de Braga, Circuito Vasco Sameiro, Aeródromo Municipal de Braga e terrenos limítrofes. Oficializada como prova aberta, a iniciativa é promovida pelo Clube Automóvel do Minho que, ao celebrar 50 anos de existência, se estreia na organização de eventos de ciclismo.

As 23 Horas Resistência BTT de Braga contam como o apoio da Associação de Ciclismo do Minho e as inscrições devem ser formalizadas em www.lap2go.com.

A iniciativa é aberta à participação de todos os interessados, sendo admitida a participação nas modalidades solo, duplas, equipa de 4 e equipa de 6, equipa Mista e equipa locomoção elétrica. As equipas mistas terão de ser, obrigatoriamente, compostas por igual número de homens e mulheres.

O percurso terá uma distância de aproximadamente dez quilómetros, em circuito fechado, no Kartódromo Internacional de Braga, Circuito Vasco Sameiro, Aeródromo Municipal de Braga e terrenos limítrofes, incluindo o percurso caminhos e terrenos privados.

Além da classificação geral existirá classificações para cada categoria e escalão, sendo premiadas as 3 primeiras equipas de cada escalão em cada categoria. Todos os participantes receberão um prémio de presença.

Durante todo o evento o restaurante do KIB estará aberto para apoio a participantes e espetadores, havendo no final da prova uma festa de encerramento com distribuição de prémios e oferta de um porco no espeto.

A primeira edição das 23 Horas BTT de Braga é apoiada por diversas entidades públicas e privadas com destaque para o KIB, o Aeródromo Municipal de Braga, Associação de Ciclismo do Minho e Município de Braga, servindo como promoção da cidade de Braga como Cidade Europeia do Desporto em 2018.

Fonte: ACM

terça-feira, 24 de outubro de 2017

“RP-Boavista contrata russo com resultados nas grandes voltas”

Yuri Trofimov foi 14.º no Tour (2014) e 10.º no Giro (2015)

Yuri Trofimov, de 33 anos, vai correr na equipa portuguesa Rádio Popular-Boavista, anunciou esta noite a formação axadrezada.
O ciclista chega ao pelotão nacional depois de um ano sem equipa e após ter conseguido, nos anos anteriores, resultados de relevo nas grandes voltas por etapas. Pela Katusha, foi 14.º no Tour de 2014 e 10.º no Giro de 2015, sendo que em 2016 terminou a Vuelta em 35.º, então integrado na Tinkoff.
Fonte: Record on-line

“TACX DEMO CENTERS”

A Tacx  dispõe do mais completo conjunto de software  para PC’s , MAC, Android e  IOS, com uma variada gama de planos de treino, filmes de alta qualidade e

ferramentas de análise que ficam ao inteiro dispôr do utilizador.

Uma outra possibilidade, para quem no momento não pretende investimentos adicionais  será descarregar e instalar gratuitamente da App Store ou do Google Play  a App Tacx Training para o seu smartphone, Tablets ou PC’s

Dentro em breve, em lojas selecionadas - TACX Demo Centers - será oferecida a possibilidade a todos os amantes de ciclismo de conhecerem o serviço dando acesso gratuito a este fantástico software de treino.

Nas lojas Tacx Demo Center, localizadas ao longo do território nacional, vai ainda  ser possível para o utilizador testar em simultâneo o modelo topo de gama dos

rolos smart - NEO SMART 

O Neo Smart é o mais poderoso e silencioso rolo de treino indoor, que consegue simular diferentes tipos de superficies de estradas, passando a vibração para as pernas, exactamente do mesmo modo que sentiriamos no exterior.

Este rolo consegue predizer o nosso movimento 1000x por segundo ajustando  consequentemente a resistência. Além dos filmes tacx é compativel com virtual worlds e Zwift.

Distribuição Oficial Portugal Sociedade Comercial do Vouga

Fonte: Sociedade Comercial do Vouga

“Campeonato da Europa de Downhill em Portugal”

Campeonato da Europa de Downhill em Portugal nos próximos dois anos

Por: José Carlos Gomes

A região das Aldeias do Xisto vai ser palco do Campeonato da Europa de Downhill (DHI) nas épocas de 2018 e de 2019, anunciou hoje a União Europeia de Ciclismo (UEC), entidade titular daquela competição.

Portugal tem vindo a afirmar-se, ao longo dos últimos anos, como um dos destinos de eleição dos praticantes e das equipas profissionais de DHI para competições, estágios e testes de início de temporada.

Tendo em conta que as Aldeias do Xisto são uma das regiões com melhores condições para a prática da disciplina radical e de espectáculo do BTT, a Federação Portuguesa de Ciclismo candidatou-se à organização do Campeonato da Europa.

A UEC acolheu de braços abertos a propositura nacional, devido às provas dadas pela Federação na organização de grandes eventos internacionais, de que é exemplo o Campeonato da Europa de Pista para Sub-23 e Juniores, que decorreu em Sangalhos, Anadia, em 2017 e todos os anos entre 2011 e 2014.

A edição de 2018 do Campeonato da Europa de DHI irá realizar-se no dia 15 de abril, proporcionando todo um fim de semana de grande animação, já que os treinos se realizam nos dois dias anteriores e haverá, certamente, praticantes e equipas completas que chegarão mais cedo, aproveitando as provas da Taça de Portugal de DHI que se disputam nas semanas anteriores e que serão todas pontuáveis para o ranking UCI como eventos de classe 1.

A Federação Portuguesa de Ciclismo também se candidatou à organização do Campeonato da Europa de Maratona BTT (XCM) de 2019, aguardando decisão da UEC. Além de ser um evento que atrai praticantes de alta competição, entre os quais o expoente máximo é o português Tiago Ferreira, atual campeão europeu e vice-campeão mundial, o Campeonato da Europa de XCM congrega praticantes que cultivam o gosto por aliar a prática desportiva com o turismo, o lazer e o contacto próximo com a natureza.

Fonte: FPC

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

“João Fragoso vence Ibericman”

João Fragoso foi o grande vencedor do Ibericman, Campeonato Ibérico de Triatlo de Longa Distância, que se disputou no sábado, dia 21 de Outubro, e que reuniu mais de quatro centenas de triatletas provenientes de toda a Europa. O português partilhou o pódio com mais dois triatletas lusos que provaram a enorme qualidade do Triatlo Longo em Portugal. Jose Maria Vic, atleta espanhola, foi a vencedora da competição feminina.

A competição que levou triatletas a percorrer a região do Algarve e a província espanhola de Huelva foi palco de disputa do Campeonato Ibérico Triatlo Longa e de Média distância. Com partida assinalada na praia de Montegordo, os triatletas que aceitaram o desafio de 3,9km de natação, seguidos de 170km de ciclismo e de 42 km de corrida iniciaram a prova de olhos postos não só no título ibérico como no desafio único de competir nos dois países que representam a união peninsular.

João Fragoso viria a ser o homem mais forte da competição masculina de longa distância. Vindo de trás desempenhou enorme recuperação no último setor da competição e ultrapassou o espanhol Juan Francisco Fernandez, até então líder da prova e atleta mais rápido nos segmentos de natação e ciclismo. Igualmente com uma boa prestação no último momento da prova esteve Rafael Delaunay Gomes, vencedor em 2014, cortando a meta na segunda posição. Rui Costa, foi terceiro classificado e completou o pódio masculino, somando a terceira medalha para Portugal na principal prova do evento.

Nas mulheres a vitória foi para a triatleta espanhola Jose Maria Vic. Com uma vantagem de vinte minutos superou a melhor triatleta lusa em competição e levou para o seu país o título Ibérico de Longa Distância. A portuguesa Ana Vieira Lopes foi segunda classificada e a sueca Marie Sandberg completou o pódio feminino na terceira posição.

Também na competição de média distância houve mérito de triatletas lusos. Na prova masculina Nelson Palma conquistou o bronze e foi superado apenas pela dupla de espanhóis Gonzalo Orozco e Julio Peña. Na feminina foi Ana Filipa quem brilhou ao cortar a meta em primeiro lugar. Liliana Veríssimo, portuguesa, foi segunda classificada e a triatleta luxemburguesa Susanne Gutjahr terminou a prova na terceira posição.

O Ibericman foi uma organização do Club Deportivo Iberman que contou com o apoio técnico da Federação de Triatlo de Portugal, da Federação Espanhola de Triatlo e da Federação de Triatlo da Andaluzia e com o apoio logístico das Câmaras Municipais de Vila Real de Santo António, Castro Marim, Alcoutim e Mértola e da Província de Huelva. Culminando num evento que completou a sua quinta edição e que levou quatrocentos atletas a participar num belo momento de união e de partilha de gosto pela modalidade que se traduziu num dos melhores ambientes competitivos de 2017.

Fonte: FTP

“Vuelta de 2018 arranca em Málaga”

Contrarrelógio a 25 de agosto

Por: Lusa

A Volta a Espanha de 2018 vai arrancar de Málaga, a 25 de agosto, com um contrarrelógio que percorrerá cerca de dez quilómetros entre o Centro Pompidou da cidade andaluza e a rua Larios, onde estará instalada a meta.

O anúncio foi feito pelo diretor da Vuelta, Javier Guillén, num ato no Centre Pompidou de Paris, no qual esteve acompanhado pelo presidente da Câmara de Málaga, Francisco de la Torre, pelo presidente da Deputação de Málaga, Elías Bendodo, e pelos presidentes do Pompidou de Paris, Serge Lasvignes, e do de Málaga, José María de Luna.

De la Torre explicou que essa primeira etapa será de "dez quilómetros de prazer" para o público que assistir ao exercício, cujo final está previsto para as 20:30 horas (19:30 em Portugal continental), como é usual na primeira etapa da Vuelta, que, nos últimos nove anos, arrancou sempre com um contrarrelógio por equipas.

Elías Bendodo revelou ainda que Málaga acolherá quatro partidas de etapas na próxima edição da prova espanhola.

Guillén e os responsáveis institucionais da cidade e província andaluza explicaram que, nesse início de Vuelta, querem aproveitar "a fotogenia" de Málaga e "a imagem forte" que projetam localidades como "Ronda, Estepona, Marbelha ou Antequera".

Para a primeira etapa, "a mais importante da Vuelta", o diretor da prova quer reservar "o Centro Pompidou, a praia, o centro histórico e a meta na rua Larios, um dos sítios icónicos de Málaga, de Espanha e da Europa".

"E também queremos que seja a etapa dos museus e aproveitar essa Málaga romana e ancestral. A Unipublic [a entidade organizadora] quer aproveitar esses cenários, porque o ciclismo é dos poucos desportos que pode mostrar o território", concluiu, defendendo que o início no Centro Pompidou permite conotar a Vuelta com a modernidade.

No 'menu' da passagem por Málaga deverá estar, quase de certeza, a subida ao Caminito del Rey, uma ascensão de 7,3 quilómetros com uma pendente média de 5,5% e rampas com um desnível de 15%.

Fonte: Record on-line

domingo, 22 de outubro de 2017

“Campeonato da Europa de Pista/Queda de Matias condiciona resultado em Madison”

Por: José Carlos Gomes

A dupla formada por Ivo Oliveira e João Matias fechou hoje o Campeonato da Europa de Pista, em Berlim, Alemanha, com a 11.ª posição na corrida de madison, um resultado condicionado pela queda de João Matias, ainda na primeira metade dos 50 quilómetros de prova.

Portugal começou bem, pontuando nos dois primeiros sprints, garantindo a capacidade de encarar a voltas seguintes de forma mais conservadora, guardando energias para a segunda metade, na qual, previsivelmente, surgiriam os ataques mais fortes.

A estratégia nacional acabou por sofrer um revés quando, com cerca de 30 quilómetros ainda pela frente, João Matias foi derrubado por um dos elementos da dupla holandesa. O acidente provocou um desequilíbrio na distribuição do esforço entre João Matias e Ivo Oliveira, acabando por condicionar o resultado final.

Apesar de tudo, Portugal conseguiu a 11.ª posição entre 18 países participantes – uma melhoria de duas posições face ao resultado de 2016 -, a uma diferença de apenas dois pontos da oitava posição, objetivo traçado pelo selecionador nacional, Gabriel Mendes.

A dupla francesa composta por Benjamin Thomas e Florian Maitre ganhou a medalha de ouro, somando 43 pontos, apenas mais um do que os dinamarqueses Niklas Larsen e Casper Pedersen e mais três do que os polacos Wojciech Pszczolarski e Daniel Staniszewski, que fecharam o pódio. Portugal somou 7 pontos e foi uma das 13 equipas que conseguiram evitar ser dobradas, numa prova de grande intensidade e competitividade.

“Foi uma das provas mais rápidas que me lembro de ver em madison, com uma média final superior a 56 km/h. Neste contexto, estou satisfeito com o desempenho dos nossos dois corredores, embora seja notória a falta de experiência internacional a este nível. Com mais participações poderemos corrigir detalhes, que permitirão melhorar no futuro, numa disciplina que ganhou importância acrescida, porque passou a fazer parte do programa dos Jogos Olímpicos”, salienta o selecionador.

O Campeonato da Europa disputado em Berlim foi histórico para a Equipa Portugal, pois permitiu a conquista das duas primeiras medalhas do ciclismo de pista luso na categoria de elite. Na sexta-feira, Rui Oliveira conseguiu a medalha de bronze na disciplina de eliminação e, no dia seguinte, Ivo Oliveira alcançou o estatuto de vice-campeão europeu de perseguição.

“Fizemos um excelente Campeonato da Europa. Foi apenas a nossa terceira participação em Europeus de elite e a progressão é notável e sustentada. Conquistar duas medalhas é um resultado de enorme importância e é motivador para o futuro”, conclui Gabriel Mendes.

A delegação nacional regressa amanhã a Portugal, tendo prevista a chegada ao aeroporto do Porto para as 22h30.

Fonte: FPC