domingo, 21 de outubro de 2018

“João Pereira foi terceiro na Taça do Mundo de Salinas”

Prova ganha pelo espanhol David Castro

Por: Lusa

O português João Pereira terminou este domingo na terceira posição a prova da Taça do Mundo de triatlo, disputada em Salinas, no Equador, ganha pelo espanhol David Castro.

João Pereira terminou com o tempo total de 52:24 segundos, mais dois segundos do que o brasileiro Manoel Messias, que foi segundo, e mais três do que o espanhol.

Vasco Vilaça terminou na 14.ª posição, a 32 segundos de Castro Fajardo, Miguel Arraiolos na 46.ª, a 2.19 minutos, enquanto Ricardo Batista desistiu após a natação.

No setor feminino, Andreia Ferrum foi 36.ª, a 1.58 minutos da vencedora, a ucraniana Yuliya Yelistratova, que cumpriu a prova em 58.19 minutos, e Madalena Almeida foi 47.ª, a 3.23.

Os atletas cumpriram 750 metros de natação, 20 quilómetros de ciclismo e cinco de corrida.

Fonte: Record on-line

“Maratona Serra da Estrela”

Andrew Henriques e Liliana Jesus conquistam Taça de XCM

Por: José Carlos Gomes

Andrew Henriques (BTT Loulé/Elevis) e Liliana Jesus (BTT Seia) foram hoje coroados vencedores da Taça de Portugal de Maratona BTT (XCM) em elite, depois de disputada, em Manteigas, a Maratona Serra da Estrela, última prova pontuável.

A prova de 88,4 quilómetros disputada pela elite masculina assistiu ao triunfo solitário de Renato Ferreira (Vasconha BTT Vouzela), seguido por Andrew Henriques, a 8 segundos, e por Davide Machado (BTT Seia), a 3m48s. O segundo lugar foi suficiente para Andrew Henriques conquistar a Taça de Portugal.

A prova feminina, com 64,3 quilómetros, também teve uma vencedora diferente da corredora que conquistou a geral. A melhor na Maratona Serra da Estrela foi Ângela Gonçalves (BTT Seia), secundada por duas ciclistas do BTT Seia, Raquel Santos, a 2m58s, e Liliana Jesus, a 2m59s. A terceira posição guindou Liliana Jesus à vitória na Taça de Portugal.

Em masters 30, o individual José Pacheco triunfou em Manteigas, somando os pontos necessários para também ganhar a Taça. No setor feminino de masters 30, Melissa Maia venceu a corrida deste domingo, mas Nádia Mendes (Transfor/FátimaBTT) salvou a conquista da geral com o terceiro posto na Maratona Serra da Estrela.

Tiago Lopes (Vasconha BTT Vouzela) foi o melhor master 35 na corrida deste domingo, mas a geral viaja no currículo de Carlos Ramos (ACCM BTTeam). Filipe Salvado (BTT Loulé/Elevis) foi o primeiro master 40, não evitando o triunfo de Pedro Dias (SPAC BTT) na geral. Filomena Paulo (Róódinhas/Santos Silva) selou a conquista da Taça de Portugal em master 40 femininas com o primeiro lugar em Manteigas.

O master 45 António Marques (Transfor/FátimaBTT), o master 50 José Rosa (Ser e Parecer Pro Bike Team) e o master 55 Abílio Moreira (Clube BTT de Águeda/Fundiven) também juntaram a vitória na prova de hoje à geral. Benjamim Silva ganhou a corrida de master 60, mas a Taça ficou por conta de Manuel Pinto (Saertex Portugal/Edaetech).

Tiago Craveiro é o vencedor da Taça de Portugal para atletas com deficiência auditiva.

Na geral coletiva, o BTT Seia impôs-se em elite, enquanto o Transfor/FátimaBTT foi a melhor equipa master.

Fonte: FPC

“Equipa Portugal/Ivo Oliveira e João Matias no oitavo lugar em Madison”

Por: José Carlos Gomes

A dupla portuguesa formada por Ivo Oliveira e João Matias conseguiu hoje a oitava posição na disciplina olímpica de madison, fechando a participação nacional na etapa inaugural da Taça do Mundo de Pista, disputada em Saint-Quentin-en-Yvelines, França.

Os corredores portugueses encontraram uma prova de grande competitividade, na qual 14 das 18 duplas participantes conseguiram pontuar, o que diz bem do nivelamento “por cima” da corrida desta tarde, disputada à impressionante média de 57,751 km/h.

Ivo Oliveira e João Matias venceram um dos sprints pontuáveis, conquistando aí os 5 pontos com que terminaram a prova e que lhes valeram a oitava posição, depois de corrigido o resultado do último sprint.

Inicialmente, a Equipa Portugal foi colocada no 11.º lugar, mas o resultado foi corrigido, dado que estavam a ser atribuídos pontos, no último sprint, a equipas que estavam a ser dobradas.

Os vencedores, com grande vantagem sobre toda a concorrência, foram os dinamarqueses Michael Morkov e Lasse Norman Hansen, com 39 pontos. Seguiram-se os polacos Daniel Staniszewski e Wojciech Pszczolarski, com 19 pontos, e osaustralianos Leigh Howard e Kellan O’Brien, com 17.

Fonte: FPC

“Vera Vilaça 11.ª nos Europeus de sub-23 de triatlo”

Na competição masculina, quatro atletas portugueses estiveram em prova

Por: Lusa

Foto: Triatlo Portugal

Vera Vilaça foi este domingo a atleta portuguesa melhor classificada nos Europeus de sub-23 de triatlo, ao terminar a sua prova no 11.º lugar, com 2:16.39 horas.

Na competição masculina, foram quatro os atletas lusos em prova, tendo Rafael Domingos sido o melhor, ao terminar em 23.º, enquanto na estafeta mista, a seleção portuguesa foi nona classificada entre 11 concorrentes.

A prova feminina teve vitória da suíça Julie Derron, que cumpriu a competição em 2:09.19 horas, menos 24 segundos do que a espanhola Cecilia Santamaria Surroca, vice-campeã, enquanto Vera Vilaça gastou mais 7.20 minutos do que a vencedora.

A Suíça foi também a vencedora da prova masculina, através de Max Studer, que realizou o tempo de 1:54.19 horas, menos 15 segundos do que o vice-campeão, o alemão Jannik Schaufler.

Rafael Domingos foi 23.º com o tempo de 1:59.18, André Dias foi 25.º com 1:59.29, Diogo Silva foi 27.º cpom 1:59.52 e Luís Lopes foi 35.º com 2:01.42.

A competição de estafeta mista teve triunfo final da Suíça (1:06.17 horas), enquanto Portugal foi nono com 1:08.29.

Fonte: Record on-line

“Gianni Moscon vence Volta a Guangxi”

Português José Gonçalves (Katusha-Alpecin) ainda tentou a sua sorte numa fuga

Por: Lusa

Foto: EPA

O italiano Gianni Moscon (Sky) venceu este domingo Volta a Guangxi, última prova da temporada do WorldTour, num dia em que o português José Gonçalves (Katusha-Alpecin) ainda tentou a sua sorte numa fuga.

Num dia marcado pela muita chuva, o que foi uma realidade ao longo de toda a prova, Gonçalves integrou uma fuga de quatro corredores logo aos 20 quilómetros, 'fugitivos' que tiveram ainda a companhia de mais dois elementos pouco depois.

A boa entreajuda levou a que o grupo chegasse aos 100 dos 169 quilómetros que compunham a tirada, com início e meta em Guilin, com 3.30 minutos de vantagem para o pelotão, mas a mesma foi rapidamente perdida após as duas contagens de montanha do dia.

A 20 quilómetros da meta, a diferença já tinha sido reduzida para os 44 segundos, tendo os corredores sido apanhados à entrada dos 10 quilómetros finais, pelo que a vitória na etapa foi discutida ao 'sprint', com o triunfo a pertencer ao holandês Fabio Jakobsen (Quick-Step Floors), que cumpriu a etapa em 3:42.53 horas.

Moscon venceu a prova com um total de 20:39.56 horas, tendo sido secundado pelo austríaco Felix Grosschartner (Bora-Hansgrohe), a nove segundos, enquanto José Gonçalves foi 20.º a 40 segundos do vencedor.

Fonte: Record on-line

“Atualização do Canal NP-TV com o Vídeo “Filme “3” Os Diretos, 14 Horas a Pedalar Pombal/Festa das Bicicletas.2018”

A Revista Notícias do Pedal acaba de atualizar o seu canal de televisão “Notícias do Pedal-TV” no YouTube e no MEO/KANAL com o Vídeo “Filme “3” Os Diretos, 14 Horas a Pedalar Pombal/Festa das Bicicletas.2018”   


Para ver o vídeo no MEO/KANAL, quem possuir MEO, pode aceder carregando na tecla verde do comando, inserir o código 531450, e ver no MEO/KANAL este e outros filmes, podendo consultar toda a programação. Podem ver ainda através do seguinte link: https://kanal.pt/lista-canais/comunicao-social/lisboa/vila-franca-de-xira/?display=grid&order=updated

“Atualização do Canal NP-TV com o Vídeo “Filme “2” Os Vídeos, 14 Horas a Pedalar Pombal/Festa das Bicicletas.2018”

A Revista Notícias do Pedal acaba de atualizar o seu canal de televisão “Notícias do Pedal-TV” no YouTube e no MEO/KANAL com o Vídeo “Filme “2” Os Vídeos, 14 Horas a Pedalar Pombal/Festa das Bicicletas.2018”   


Para ver o vídeo no MEO/KANAL, quem possuir MEO, pode aceder carregando na tecla verde do comando, inserir o código 531450, e ver no MEO/KANAL este e outros filmes, podendo consultar toda a programação. Podem ver ainda através do seguinte link: https://kanal.pt/lista-canais/comunicao-social/lisboa/vila-franca-de-xira/?display=grid&order=updated

“Atualização do Canal NP-TV com o Vídeo “Filme “1” As Fotos, 14 Horas a Pedalar Pombal/Festa das Bicicletas.2018”

A Revista Notícias do Pedal acaba de atualizar o seu canal de televisão “Notícias do Pedal-TV” no YouTube e no MEO/KANAL com o Vídeo “Filme “1” As Fotos, 14 Horas a Pedalar Pombal/Festa das Bicicletas.2018”   


Para ver o vídeo no MEO/KANAL, quem possuir MEO, pode aceder carregando na tecla verde do comando, inserir o código 531450, e ver no MEO/KANAL este e outros filmes, podendo consultar toda a programação. Podem ver ainda através do seguinte link: https://kanal.pt/lista-canais/comunicao-social/lisboa/vila-franca-de-xira/?display=grid&order=updated

“Ciclista que perdeu prova para mulher transgénero lamenta: «Não é justo»”

Vencedora foi vítima de insultos após ganhar competição e diz estar a ser alvo de preconceito Rachel McKinnon venceu prova de ciclismo e foi contestada por ser transexual

Por: Correio da Manhã

A atleta transgénero norte-americana Rachel McKinnon foi vítima de insultos após vencer a competição de ciclismo UCI Masters Track World Championship, na categoria de mulheres entre os 35 e 44 anos.

As ofensas partiram da terceira colocada, Jen-Wagner Assali, também americana, que partilhou uma foto do pódio no Twitter com a mensagem "Fiquei em 3º lugar. Isso definitivamente não é justo", diz a atleta sobre a prova que ocorreu no último domingo, 14 de outubro.

Assali recebeu apoio dos internautas nas queixas, o que gerou diversos insultos transfóbicos direcionados à McKinnon. Quatro dias depois, a mulher apagou a publicação da rede social e escreveu um novo texto no qual pediu desculpas:

"Depois de refletir por algum tempo, percebi que os meus comentários levantaram bandeiras de uma situação controversa e estou arrependida. Fiz os comentários durante um momento de frustração, mas eles não foram produtivos ou positivos", afirmou no Twitter.

A ciclista também esclarece que, no momento em que entrou na competição, aceitou competir de acordo com as regras e respeita o direito de Rachel de fazer o mesmo.

No entanto, Jen-Wagner Assali avança que está a trabalhar com um grupo para tentar mudar os regulamentos no que diz respeito à participação de mulheres transgénero.

McKinnon, a vencedora da prova, reagiu à polémica atacando Assali no Twitter: "Não aceito as desculpas: ela realmente pensa o que escreveu, só está a pedir desculpas por ter sido apanhada a dizê-lo em público. Ela deseja que mulheres transgénero sejam banidas da competição". Além do ciclismo, a atleta é professora universitária, com um doutoramento em filosofia.

Além disso, a mulher realçou as políticas da USA Cycling contra assédio, que incluem a criação de ambientes hostis e fazer comentários contra pessoas "com base na identidade de género".

"Eu fui humilhada, elas me fizeram sentir-me não bem-vinda nas corridas e dizer que é injusto (quando eu sigo as regras) é degradante", avançou McKinnon.

Fonte: Record on-line

“Equipa Portugal/Ivo Oliveira oitavo em scratch”

Por: José Carlos Gomes

O português Ivo Oliveira foi o oitavo classificado na prova de scratch da Taça do Mundo de Pista, competição que decorre no Velódromo Nacional de França, em Saint-Quentin-en-Yvelines.

Depois da qualificação, Ivo Oliveira apresentou-se ambicioso na final. O corredor gaiense revelou-se muito ativo na primeira metade das 60 voltas. No entanto, as movimentações em que se envolveu o elemento da Equipa Portugal não resultaram.

A fuga que garantiu uma volta de avanço e a disputa das medalhas entre seis corredores aconteceu já na segunda parte dos 15 quilómetros de corrida. Fora dessa iniciativa, Ivo Oliveira tentou limitar os danos, atacando na reta final da competição para ser o segundo melhor de entre aqueles que não entraram na fuga determinante. Ou seja, Ivo Oliveira fechou o scratch no oitavo lugar. A vitória foi para o austríaco Stefan Matzner, seguido pelo australiano Leigh Howard e pelo francês Adrien Garel.

João Matias foi o 14.º classificado no concurso olímpico de omnium, um resultado final prejudicado pela primeira metade da competição aquém do esperado. João Matias foi 13.º em scratch e 18.º na corrida tempo.

O minhoto começou a recuperar em eliminação, prova em qua conseguiu o oitavo posto, que lhe valeu a chegada à decisiva corrida por pontos no 14.º lugar da geral. Na prova final Matias pontuou num sprint, o que não permitiu subir do 14.º posto da geral, com 50 pontos.

O espanhol Albert Torres ganhou com à vontade, somando 174 pontos. Seguiram-se o britânico Oliver Wood, com 142 pontos, e o francês Benjamin Thomas, com 139.

Fonte: FPC

“Guimarães acolhe Formação Contínua de Treinadores”

Realiza-se nos dias 3 e 4 de novembro, em Guimarães, uma ação de formação sobre “Desenvolvimento Desportivo Regional” que confere créditos no âmbito da Formação Contínua de Treinadores. As inscrições devem ser formalizadas on-line www.acm.pt

Tendo como tema central o “Desenvolvimento Desportivo Regional”, a ação de formação contínua de treinadores versará temas como o “Planeamento e Gestão Desportiva” e a “Deteção de Capacidades e Monitorização”.

A iniciativa, promovida pela Federação Portuguesa de Ciclismo com o apoio da Associação de Ciclismo do Minho e do Município de Guimarães, decorrerá na Plataforma das Artes e da Criatividade (Avenida Conde Margaride, nº 175, Guimarães), entre as 9 e as 18 horas dos dias 3 e 4 de novembro.

A participação na formação confere três unidades de crédito para a renovação do TPTD no âmbito de Formação Contínua de Treinadores (componente específica).

As inscrições devem ser formalizadas on-line (taxa de inscrição de 5 euros) até as 13 horas do dia 29 de outubro (caso a totalidade das vagas seja ocupada antes desta data, as inscrições encerram automaticamente).

A Federação Portuguesa de Ciclismo, em concertação com as associações regionais, assumiu como prioridade para 2018 a capacitação dos diferentes agentes da modalidade, contemplando o plano de formação, no qual se insere a ação a promover em Guimarães, as diferentes áreas da atividade velocipédica.

Recorde-se que a Associação de Ciclismo do Minho também está a apoiar a Associação Juvenil SYnergia na organização, em Braga, do ciclo de debates "Café com Fair-Play" que confere créditos no âmbito de Formação Contínua de Treinadores (componente geral) e da Formação Contínua de Professores (cursos de curta duração). O projeto “Café com Fair-Play” decorre até dezembro e é promovido pela Synergia, em parceria com a Câmara Municipal de Braga (no âmbito da CED 2018) e o IPDJ, contando com o apoio da Associação de Ciclismo do Minho e da Delta Cafés. As inscrições são gratuitas podendo ser obtidas mais informações em www.synergia.pt

Fonte: ACM
 

“José Gonçalves nono na penúltima etapa da Volta a Guangxi”

Vitória coube ao italiano Matteo Trentin

Por: Lusa

O português José Gonçalves (Katusha-Alpecin) terminou este sábado em nono a quinta e penúltima etapa da Volta a Guangxi, na China, vencida pelo italiano Matteo Trentin (Mitchelton-Scott).

O também italiano Gianni Moscon (Sky) permanece na liderança da última prova do WorldTour da temporada, com nove segundos de vantagem sobre o austríaco Felix Grossschartner (Bora-hansgrohe), segundo classificado, e 14 sobre o russo Sergei Chernetski (Astana), terceiro.

José Gonçalves, o único português em prova, caiu uma posição para o 22.º lugar, a 43 segundos do líder, depois de ter terminado os 212,2 quilómetros da etapa de hoje, entre Liuzhou e Guilin, no nono posto, nas mesmas 04:54.34 horas do vencedor.

Trentin impôs-se ao 'sprint' ao alemão Pascal Ackermann (Bora-hansgrohe) e ao belga Jasper Stuyven (Trek-Segafredo), segundo e terceiro na etapa, respetivamente, enquanto Moscon foi o sétimo a cruzar a linha de chegada.

Neste domingo, o pelotão vai enfrentar os derradeiros 169 quilómetros da prova, na sexta etapa, que vai ter partida e chegada em Guilin.

Fonte: Record on-line

“Equipa Portugal/Miguel do Rego estreia-se na Taça do Mundo com oitavo lugar”

Por: José Carlos Gomes

O português Miguel do Rego estreou-se em provas da Taça do Mundo de Pista, sendo o oitavo classificado na corrida por pontos, disputada em Saint-Quentin-en-Yvelines, França.

Miguel do Rego, ainda sub-23 de segundo ano, fez uma prova de qualificação perto do topo da classificação, acabando no quinto lugar. Na final também esteve em bom plano, cumprindo na íntegra a estratégia delineada pelo selecionador nacional, Gabriel Mendes.

Numa corrida muito exigente, na qual pontuaram 20 dos 24 corredores em pista, Miguel do Rego pontuou num sprint e ganhou uma volta ao pelotão. O ciclista da Equipa Portugal terminou os 30 quilómetros da prova com 21 pontos, o que lhe valeu a oitava posição, dentro do primeiro terço da classificação.

O alemão Moritz Malcharek ganhou a medalha de ouro, graças, sobretudo, a ter sido o único homem a dobrar o pelotão duas vezes. Fechou a prova com 53 pontos. O segundo classificado foi o britânico Mark Stewart, com 45, enquanto o grego Christos Volikakis fechou o pódio, com 43.

Fonte: FPC