quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

“Peter Sagan vence terceira etapa do Tour Down Under e Ruben Guerreiro acaba em sétimo”

Ivo Oliveira (UAE-Emirates) foi 118.º posicionado na etapa, a 12.30 minutos de Sagan

Por Lusa

Foto: EPA 1/2

O ciclista eslovaco Peter Sagan (BORA-hansgrohe) venceu esta quinta-feira ao sprint a terceira etapa do Tour Down Under, na qual o português Ruben Guerreiro (Katusha-Alpecin) foi sétimo classificado.

Sagan completou em 3:46.06 horas os 122,1 quilómetros do percurso entre Lobethal e Uraidla, no sul da Austrália, impondo-se sobre a meta ao espanhol Luis Leon Sanchez (Astana) e ao sul-africano Daryl Impey (Mitchelton-SCOTT), segundo e terceiro colocados, reeditando o triunfo alcançado no ano passado, na mesma tirada e no mesmo local.

Ruben Guerreiro foi o melhor dos representantes portugueses, ao terminar na sétima posição, com o mesmo tempo do vencedor, o que lhe permitiu subir ao 13.º posto da geral, a 15 segundos do líder, o neozelandês Patrick Bevin (CCC), enquanto Ivo Oliveira (UAE-Emirates) foi 118.º posicionado na etapa, a 12.30 minutos de Sagan, caindo para o 110.º lugar da classificação absoluta.

Bevin mantém-se no comando da geral, agora com apenas um segundo de vantagem sobre Sagan, à partida para a quarta e antepenúltima tirada da primeira prova do World Tour de 2019, o circuito mais importante do ciclismo mundial, entre Unley e Campbelltown, na extensão de 129,2 quilómetros.

Fonte: Record on-line

“Equipa Portugal/Seleção de pista na Nova Zelândia para somar pontos”

Por: José Carlos Gomes

A Equipa Portugal compete na etapa da Taça do Mundo de Pista que se realiza em Cambridge, Nova Zelândia, entre sexta-feira e domingo com a ambição de somar o maior número possível de pontos. A qualificação para os Jogos Olímpicos e a participação no Campeonato do Mundo animam o trio nacional que viajou para os antípodas.

O selecionador nacional, Gabriel Mendes, convocou Rui Oliveira (UAE Team Emirates), João Matias (Vito-Feirense-PNB) e Maria Martins (Sopela Women’s Team), que representarão Portugal em cinco disciplinas, entre a noite de sexta-feira e a madrugada de domingo.

Maria Martins é a primeira a entrar em ação. Vai competir em omnium, disciplina em que almeja somar os pontos necessários até ao fecho do apuramento para o Campeonato do Mundo, passo essencial para poder acalentar a esperança de qualificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio.

A competição de omnium para elite feminina arranca com o scratch, às 20h30 de sexta-feira, prosseguindo com a corrida tempo, às 23h00, eliminação, às 5h10, e corrida por pontos, às 6h17 de sábado.

Às 5h30, de sábado, Rui Oliveira e João Matias fazem dupla na final de madison, a outra disciplina olímpica em que Portugal tem aspirações de qualificação para Tóquio. Pouco depois, às 7h15, João Matias regressa à pista para a final direta de scratch.

Rui Oliveira vai representar Portugal na competição masculina de omnium, entre a noite de sábado e a madrugada de domingo. O programa inclui scratch às 21h30, corrida tempo às 22h50, eliminação às 2h10 e corrida por pontos às 3h10.

A participação portuguesa na etapa da Taça do Mundo da Nova Zelândia fecha com Maria Martins a disputar a final direta de scratch às 6h20 de domingo.

Fonte: FPC