quarta-feira, 18 de julho de 2018

“Campeonato da Europa realiza-se na Estónia nos dias 20, 21 e 22 de julho 2018”

O Campeonato da Europa de Triatlo Sprint irá realizar-se nos dias 20, 21 e 22 de julho na Estónia estando convocados triatletas do escalão elite e junior – feminino e masculino.

De realçar a presença de dois novos triatletas de paratriatlo, empenhados na integração do projeto paralímpico.

O Campeonato da Europa revelou-se um momento gigantesco para o nosso país e para o trialo nacional em 2017, com João Pereira a vencer a competição, João Silva a conquistar a medalha de bronze e Vasco Vilaça a ganhar a prova de juniores.

Em 2018 o enquadramento de triatletas é diferente, mas a equipa nacional está confiante nos resultados que pode obter tanto na elite como em juniores, como ainda no paratriatlo.

Fonte: FTP

“Triatlo de Évora 2018 foi especial”

Évora recebe última etapa do Campeonato Nacional Jovem de Clubes

Nos dias 14 e 15 de julho Évora recebeu o Triatlo Jovem, na última etapa do campeonato de clubes, um evento com características muito especiais. No dia anterior à prova foram criadas condições para o convívio da grande família do Triatlo Jovem: o programa iniciou com a receção das equipas participantes, houve espaço para uma conferência com um convidado muito especial, Vasco Vilaça, seguido de um Aquatlo para todos que agitou as águas da piscina municipal de Évora. O evento prolongou-se pela noite com um jantar e direito a animação musical.

No domingo realizou-se a última etapa do Campeonato Nacional Jovem de Clubes 2018, com a dinâmica do formato da prova por estafetas composto por três triatletas, com o apoio de um público muito entusiasta.

«Este evento surge no âmbito do campeonato nacional por convite da FTP», explica Tiago Ramos, responsável pela Escola de Triatlo de Santo António de Évora. Ao longo de 10 anos desenvolveram-se eventos a nível regional e provas escolares. Este ano surgiu o convite do Campeonato Nacional que se transformaram em dois dias de evento muito animados. «Criou-se num evento único, onde tivemos como objetivo que os clubes convivessem uns com os outros, promovendo a modalidade comum – o triatlo – de outra maneira.»

Depois da receção das equipas, seguiu-se um auditório cheio para receber Vasco Vilaça, campeão europeu de juniores e vice-campeão mundial de triatlo. «Teve uma adesão excecional. As pessoas estavam curiosas, pelo que houve muitas questões colocadas por pais e filhos à promessa do Triatlo; o segmento que mais gostava, aquele em que tinha maior dificuldade, o percurso desportivo, qual era o próximo objetivo competitivo, o que ele achava do abandono feminino da modalidade na adolescência etc.», conta Tiago. Houve também espaço para questões mais pessoais como a sua irmã Vera Vilaça, que lhe servia de exemplo e agora é ele também um modelo inspirador; havia curiosidade em perceber o modo como os irmãos se apoiam mutuamente no percurso desportivo», explica Tiago.

Vilaça falou também de uma questão inevitável, as lesões, ‘o maior inimigo’ dos triatletas e da forma de as ultrapassar, ao que ele responde que é possível: «mantendo a calma e sem nunca perder o foco.» ‘As lesões são os obstáculos principais à carreira de um atleta, mas, tal como na vida, devemos aceitar estes altos e baixos e considerá-los uma aprendizagem.


A conferência revelou-se um sucesso, um modelo a repetir

«Depois da Conferência, seguiu-se o Aquatlo para Miúdos e Graúdos, uma prova em que os pais nadavam e corriam, com distâncias diferentes consoante os escalões, com o objetivo de cortar a meta de mão dada com os filhos. Uma nova experiência que apesar das curtas distâncias serviu de motivação a todos. O dia terminou em convívio no bar da mata, onde foi servido um jantar até à hora de descansar.» explicou Tiago.

No domingo realizou-se a prova do campeonato nacional, com algumas surpresas, iniciando com natação sincronizada e encerrando com cantares alentejanos. «O feedback que recebemos foi muito bom, penso que todos gostaram deste formato de evento onde puderam conviver e desfrutar do espaço», concluiu Tiago Ramos.
 
O Sport Lisboa e Benfica venceu o campeonato nacional jovem de clubes

Em primeiro lugar desta etapa ficou o Alhandra Sporting Club com 1850 pontos, seguido do Sport Lisboa e Benfica com 1460 de pontuação pertencendo a terceira posição ao Clube de Natação de Torres Novas com 980 pontos.

O Sport Lisboa e Benfica ganhou o Campeonato Nacional Jovem, revalidando o título do ano passado. João Mascarenhas, treinador de triatlo do Sport Lisboa e Benfica, explica que ‘não estava à espera de tornar a ganhar o campeonato: «Nós estamos a formalizar uma estrutura de escola no triatlo no entroncamento e o nosso objetivo não era revalidar o título do ano passado, já que temos uma equipa muito jovem que está no início da modalidade. A ideia era renovar a estrutura e ficar no segundo lugar, mas superámos as expetativas à semelhança do ano passado». Quanto aos objetivos da escola é «apaixonar os atletas pela modalidade, podendo escolher seguir o caminho dos triatletas de alta competição como Vanessa Fernandes, João Pereira, João Silva, Vasco Vilaça ou Melanie Santos mas, essencialmente, queremos que os atletas fiquem apaixonados pela modalidade e ganhem experiência como triatletas».

O Triatlo de Évora foi a última prova do Campeonato Nacional Jovem de Clubes, e contou com a organização da Câmara Municipal de Évora e a Escola de Triatlo do Grupo D.C. Santo Antório de Évora.

Fonte: FTP


“TOUR/GERAINT THOMAS VENCE 11.ª ETAPA E É O NOVO LÍDER DO TOUR”

Belga Greg van Avermaet era líder desde o terceiro dia de prova

Por: Lusa

Foto: EPA

O britânico Geraint Thomas (Sky) subiu esta quarta-feira à liderança da Volta a França, ao triunfar na 11.ª etapa, entre Albertville a La Rosière Espace San Bernardo (108,5 quilómetros).

Thomas gastou 3:29.36 horas para cumprir o percurso, que terminou numa contagem de montanha de primeira categoria, menos 20 segundos do que o holandês Tom Dumoulin (Sunweb) e do que o britânico Chris Froome (Sky), vencedor das últimas três edições.

Num dia em que o anterior líder, o belga Greg van Avermaet (BMC), perdeu muito tempo, Thomas passou a liderar, com 1.25 minutos de avanço sobre Froome e 1.44 sobre Dumoulin.

Na quinta-feira, disputa-se a 12.ª etapa, entre Bourg-Saint-Maurice Les Arcs e o Alpe d'Huez, com a meta a coincidir com a terceira contagem de montanha de categoria especial da etapa.

Fonte: Record on-line

“RAUL ALARCÓN VENCE PRIMEIRA ETAPA DO GRANDE PRÉMIO NACIONAL 2”

Na 2.ª posição ficou o espanhol David de la Fuente seguido por Mario González

Por: Lusa

Foto: LUSA

O espanhol Raul Alarcón (W52-FC Porto) tornou-se esta quarta-feira o primeiro líder do Grande Prémio Nacional 2, ao concluir isolado a primeira etapa, que ligou Chaves a Castro Daire.

Após uma longa fuga, o vencedor da última Volta a Portugal gastou 3:25.28 horas para cumprir os 140,7 quilómetros da tirada, vestindo a camisola amarela.

Na segunda posição ficou o espanhol David de la Fuente (Aviludo-Louletano), a 2.46 minutos de Alarcón, seguido do compatriota Mario González (Sporting-Tavira), a 2.48.

Na quarta-feira disputa-se a segunda etapa, entre Castro Daire e Pedrogão Grande, num percurso de 177,2 quilómetros.

Fonte: Record on-line

“Volta a Portugal/Troféus da Volta assinados por Álvaro Siza Vieira”

Peças originais Viúva Lamego perpetuam cultura portuguesa

Foi com entusiasmo que a empresa Viúva Lamego aceitou o desafio da 80ª Volta a Portugal Santander para criar as novas peças que passam a brindar os vencedores da competição. Para o processo criativo dos novos troféus foi convidado o Arquiteto Álvaro Siza Vieira que se responsabilizou pelo desenvolvimento dos desenhos originais alusivos ao evento. Os desenhos são pintados manualmente nas peças cerâmicas que são oferecidas diariamente.

Para além dos troféus entregues diariamente aos vencedores de cada etapa e ao vencedor final da Volta a Portugal, o Arquiteto Álvaro Siza Vieira desenhou ainda uma peça que será oferecida aos municípios que recebem o início e fecho de cada tirada. Durante toda a Volta a Portugal serão entregues 42 troféus que perpetuam as tradições da azulejaria nacionais e encerram a cultural portuguesa reconhecida em todo o mundo.

Fundada em 1849, a Viúva Lamego é reconhecida pela qualidade de execução ímpar nas mais diversas formas de arte, nomeadamente na azulejaria e na faiança Portuguesa. A especialização em pintura manual está assente numa longa tradição de fabrico, com métodos e técnicas de manufatura e matérias-primas próprias. Ao abraçar os desafios de cada obra, é reforçado o legado Viúva Lamego.

Este entusiasmo por criar de raiz e à medida, difícil de encontrar numa fábrica, surge naturalmente na Viúva Lamego graças a um equilíbrio sem-par: a capacidade de produção em escala que não abdica de métodos artesanais como a pintura à mão.

A 80ª Volta a Portugal Santander realiza-se de 1 a 12 de agosto com Prólogo em Setúbal e a festa final em Fafe.

Fonte: Podium