domingo, 26 de janeiro de 2020

“Richie Porte conquista pela segunda vez o Tour Down Under”

João Almeida, que fez a estreia pela Deceuninck-QuickStep, terminou prova na 62.ª posição

Por: Lusa

Foto: EPA

O ciclista australiano Richie Porte (Trek-Segafredo) venceu este domingo pela segunda vez o Tour Down Under, na Austrália, ao ser segundo na sexta e última etapa, ganha pelo britânico Matthew Holmes (Lotto-Soudal).

No final dos 151,5 quilómetros, entre McLaren Vale e Willunga, Holmes foi o mais forte na chegada à meta, coincidente com uma contagem de montanha de primeira categoria, completando a tirada em 3:24.54 horas.

Richie Porte, que já tinha vencido a prova em 2017, gastou mais três segundos do que Holmes, com o italiano Manuele Boaro (Astana) a ser terceiro, a quatro segundos.

Na geral, Porte venceu com 25 segundos de avanço sobre o italiano Diego Ulissi (UAE-Emirates) e sobre o alemão Simon Geschke (CCC), segundo e terceiro respetivamente, enquanto o sul-africano Daryl Impey (Mitchelton-Scott), anterior líder e vencedor das duas últimas edições, caiu para sexto, a 30.

O português João Almeida, que fez a estreia pela Deceuninck-QuickStep, foi 40.º na etapa, a 1.04 minutos de Holmes, concluindo o Tour Down Under na 62.ª posição, a 10.46 de Porte.

Fonte: Record on-lime

“Ivo Oliveira foi nono em 'omnium' da Taça do Mundo de ciclismo de pista”

Portugal continua na luta pelo apuramento olímpico

Por: Lusa

Foto: Getty Images

O português Ivo Oliveira foi no sábado nono classificado na prova de 'omnium' da Taça do Mundo de ciclismo de pista de Milton, no Canadá, mantendo Portugal na luta pelo apuramento olímpico.

Ivo Oliveira foi 12.º em 'scratch', sétimo na corrida tempo, nono na eliminação e 12.º na corrida por pontos, terminando o 'omnium' com 75 pontos.

O holandês Jan-Willem van Schip venceu, com 150 pontos, seguido do polaco Daniel Staniszewski, com 137, e do norte-americano Gavin Hoover, com 134.

Esta foi a terceira melhor prestação portuguesa em 'omnium' esta temporada, o que significa que Portugal passou a ter mais 45 pontos no 'ranking' de qualificação olímpica, para o qual contam apenas os três melhores resultados da temporada.

Neste momento, Portugal ocupa o último lugar de apuramento direto, mas poderá perdê-lo para a África do Sul, por o continente africano não ter um representante entre os possíveis apurados. As contas do apuramento fecham no Mundial de fevereiro.

Hoje entra em ação Maria Martins em 'omnium', com Iuri Leitão e João Matias a fazerem dupla em 'madison'.

Fonte: Record on-line