segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019

“Amaro Antunes pede desculpa por não ganhar no Malhão”

Português da CCC ainda foi à luta

Foto: Filipe Farinha

Amaro Antunes (CCC) prometeu luta e foi isso que deu durante toda a a Volta ao Algarve. O português já tinha tentado na Fóia e, no Malhão, voltou a estar entre os melhores, mas não foi além do 10º posto, que lhe garantiu a 8ª posição na geral.

Após o final da etapa, o algarvio não conseguiu esconder a desilusão... nem as emoções. "Fiz uma boa corrida, mas saio daqui com um sabor amargo, porque queria dar esta vitória ao público. Não consegui e tenho de pedir desculpa.

Tenho de tentar nas próximas corridas", afirma Amaro a Record, agradecendo o apoio que sentiu ao longo de toda a subida: "Já me habituaram a isso. Emociona-me muito, porque estas pessoas vêm quase de madrugada para aqui e hoje não consegui dar-lhes a vitória."

A próxima paragem para o ciclista natural de Vila Real de Santo António já está agendada e os objetivos também estão bem delineados. "Deu para perceber que, quando o terreno inclina, eu estou lá para dignificar a equipa. Agora é descansar e preparar bem o Paris-Nice", refere.

Críticas

Mesmo com a boa prestação dentro de um pelotão cheio de grandes nomes, Amaro Antunes deixa algumas críticas aos corredores das equipas portuguesas. "Mais uma vez, quando arranquei, quem saltou para me apanhar foram portugueses.

A um estrangeiro, se calhar, ninguém saltaria", começa por dizer, salientando que não percebe essa estratégia: "Cada um faz a sua corrida, mas quando respondemos a um corredor é porque temos a certeza de que estamos com capacidade. Agora, responder e ficar na mesma posição..."

Fonte: Record on-line

Sem comentários:

Enviar um comentário