segunda-feira, 30 de abril de 2018

“1º Triatlo de Lagoa realizado com sucesso”

Realizou-se no dia 29 de abril o 1º Triatlo de Lagoa onde se disputou o Campeonato Nacional de Clubes de Triatlo.

Depois do adiamento do dia 10 de março por causas de condições climatéricas adversas, 29 de abril foi a nova data escolhida para Lagoa acolher o primeiro Triatlo da região.

O percurso de natação correu bem, com alguma corrente na prova das mulheres, embora tivesse sido uma natação calma, já que é realizada na praia do Ferragudo, baía protegida sem ondulação.

O percurso do ciclismo foi técnico, como já tinha sido explicado na antevisão da prova por Ricardo Correia. Cinco voltas com igual número duro de subidas, num percurso que acabou por ser rápido, intercalando alta velocidade com pontos estratégicos.

O segmento de atletismo foi plano com quatro voltas tranquilas, que deu para recuperar o fôlego e dar ‘o tudo por tudo’.

Este Campeonato Nacional de Clubes de Triatlo foi ganho pela equipa feminina do Alhandra Sporting Clube com Melina Alonso com o tempo de 02:27:24, Gabriela Ribeiro com 02:28:20 e Sofia Hipólito que fez o tempo de 02:34:41.

Para Gabriela Ribeiro, a prova foi boa e correspondeu às suas expectativas tendo em conta que foi o seu primeiro olímpico. A triatleta do Alhandra Sporting Club explica a estratégia de prova: «Na natação parti com mais calma com medo de ter outras sensações noutra distância, mas mesmo assim consegui sair na segunda posição. No ciclismo foi um pouco difícil devido à dificuldade do percurso e ao vento que se fazia sentir, na passagem para a corrida consegui chegar no grupo da frente e na corrida foi dar tudo até ao fim». Gabriela está bastante contente com o seu resultado e claro, também, contente pela vitória em equipa: «Em relação à minha equipa, nós partimos com o objetivo de ganhar, sabíamos que era difícil pois havia outras grandes equipas, mas mesmo assim conseguimos e fico feliz pelo nosso clube também!». Os próximos objetivos da triatleta passam por melhorar qualquer resultado e melhorar em cada segmento.

Classificado em segundo lugar ficou o Sporting Clube de Portugal, com Helena Carvalho que realizou um tempo de 02:27:25, Inês Oliveira com 02:34:05 e Katarina Larsson com 02:38:12.

A fechar o pódio das equipas, ficou o SFRAA Triatlo constituído por Abigail Santana, que concluiu a prova em 02:41:00, Charlotte Baker com 02:48:10 e Helia Santos com 03:11:45.

Nos resultados das equipas masculinas, o vencedor foi o Portugal Talentus, com Jérémy Quindos com 02:07:11, David Luís com 02:07:56 e Alexandre Nobre com 02:10:48.

«A prova correu acima das expectativas tanto individuais como coletivas, conta David Luís, do Portugal Talentus. «A equipa partiu com três elementos, ou seja, todos tínhamos que acabar para pontuar. Eu ainda a recuperar de uma lesão não sabia o que esperar de mim». Quanto ao percurso, o triatleta refere as difíceis condições na prova com vento que afetou os três segmentos, mas principalmente no ciclismo que teve «um percurso super exigente». David conseguiu sair nos quatro da frente na natação, depois de uma má transição e terminou com mais três atletas, sendo um deles o Jérémy Quindos que era da sua equipa. A partir daí foi tentar não perder muito para os da frente e ganhar distância para os de trás: «Como não estou em forma acabei por controlar a corrida que terminou de forma muito positiva e no final ataquei o terceiro lugar. Acabei por ser quatro na geral e o mais importante foi a vitória do Portugal Talentus», conclui David Luis, Os próximos objetivos do triatleta vão passar pelo Campeonato Nacional de Clubes no Sabugal e, posteriormente, pela Taça do Mundo em Cagliari, Itália.

Segundo Alexandre Nobre, também elemento da equipa vencedora, o Portugal Talentus, o objetivo do clube era ganhar esta primeira etapa do Campeonato Nacional de Clubes de Triatlo para irem ao encontro da meta do tri campeonato. E assim aconteceu! O triatleta disse à FTP: «A nível individual foi uma prova em ritmo de treino, pois tenho andado com uma dor na perna e tenho objetivos importantes a nível pessoal pela frente. Foi gerir o avanço que tínhamos para os adversários». Alexandre Nobre tem uma meta já para a semana: «Para a semana vou competir na Tunísia e espero estar em boas condições para obter um bom resultado!»

Em segundo lugar desta primeira etapa ficou o Alhandra Sporting Club com Pablo Dapena (vencedor absoluto) a fazer a marca 02:05:04, Diego Paz com 02:10:30 e Tiago Pinto com 02:12:45.

Na terceira posição ficou o Lusovouga – BH Porto Triatlo composto por Luís Miguel Ramos com 2:07:41, Andrés Llorens com o tempo de 02:09:29 e Gil Maia com 02:12:04.

A prova feminina foi muito disputada, com duas triatletas a fazerem o percurso de atletismo lado a lado, acabando por haver apenas um segundo de diferença entre ambas.

As competições individuais foram muito disputadas, Melina Alonso cortou  meta em primeiro, seguida de Helena Carvalho

Quem venceu a prova individual feminina foi Melina Alonso do Alhandra Sporting Club que concluiu este primeiro triatlo de Lagoa em 02:27:24, seguida de Helena Paula Carvalho, do Sporting Clube de Portugal, que passou a meta apenas um segundo mais tarde com 02:27:25.

Helena Carvalho contou-nos que a prova correu bem e ‘sendo uma prova de clubes há habitualmente uma estratégia’. «Neste caso, decidi nadar à vontade para começar o ciclismo com mais calma poupando as pernas ao máximo, e quando as duas atletas do Alhandra Sporting Club chegaram ao pé de mim, e como o Sporting estava em desvantagem, resguardei-me sempre o máximo possível num ciclismo que era bastante exigente». Terminado o segmento de ciclismo, a triatleta do Sporting começou a correr com mais duas atletas do Alhandra Sporting Clube, Melina Alonso e Gabriela Ribeiro, e na segunda parte do percurso ficou só com a atleta que iria vencer a prova individual. «A Melina foi mais forte e levou a merecida vitória» conclui.

Gabriela Ribeiro, do Alhandra Sporting Club, fechou o pódio individual com a marca de 02:28:20.

Na competição masculina foi o Pablo Dapena do Alhandra Sporting Club que venceu a prova, com 02:05:04, seguido de Jérémy Quindos do Portugal Talentus que fez a marca de 02:07:11. Luis Miguel Ramos, do Lusavouga – BH Porto Triatlo, completou o pódio individual com o tempo de 02:07:41.

O I Triatlo de Lagoa foi uma organização da Câmara Municipal de Lagoa, com o apoio técnico da Federação de Triatlo de Portugal e das associações locais.

Fonte: FTP

Sem comentários:

Enviar um comentário