segunda-feira, 28 de maio de 2018

“28.º GP Jornal de Notícias Leilosoc”

Rafael Silva ganha sprint de raiva

Por: José Carlos Gomes

Rafael Silva (Efapel) venceu hoje a primeira etapa do Grande Prémio Jornal de Notícias Leilosoc, uma viagem de 129,2 quilómetros, com partida e chegada em Viseu, e é o primeiro camisola amarela da competição, que estará na estrada até domingo.

A tirada, disputada a ritmo moderado – 39,629 km/h de média –, terminou com uma discussão ao sprint. A Efapel comandou o pelotão nos últimos quilómetros, entrando na frente nos derradeiros 200 metros, numa aproximação muito técnica à chegada. Rafael Silva arrancou a 150 metros, teve tempo de olhar para trás e de comemorar antes de passar o risco. O segundo foi o colega de equipa Daniel Mestre, enquanto César Fonte (W52-FC Porto) fechou o pódio do dia.

Rafael Silva estava emocionado com a vitória e fez questão de expressar os sentimentos, perante o diretor desportivo, Américo Silva, momentos após o final da etapa. “Obrigado, chefe, por esta oportunidade”, disse o corredor gaiense, enquanto abraçava o responsável técnico da Efapel.

“Esta foi uma vitória de raiva. Os meus companheiros fizeram um trabalho espectacular e eu consegui uma vitória muito importante”, resumiu o vencedor. Rafael Silva está no topo da geral, com 4 segundos de vantagem sobre Daniel Mestre e 6 segundos à melhor sobre César Fonte. Poderá Rafael Silva discutir a camisola amarela até ao fim, tendo em conta os dotes de sprinter e as bonificações das chegadas? “Vamos etapa a etapa. É uma prova muito longa, com muitas etapas. Tentaremos ganhar etapas. Depois logo se vê como será a geral”, frisa o vencedor da etapa viseense.

A tirada teve três grandes animadores, Guillaume Almeida (Fortunna/Maia), Gonçalo Amado (ACDC Trofa/Trofense) e Filipe Cardoso (Rádio Popular-Boavista). O trio isolou-se com cerca de 30 quilómetros percorridos, chegou a ter 5m30s de vantagem para o pelotão, mas não resistiu à perseguição do grupo principal, impulsionada pelo Sporting-Tavira.

A fuga foi anulada depois da passagem na terceira e última montanha do dia, a pouco menos de 30 quilómetros do fim. Guillaume Almeida foi o mais beneficiado, aproveitando a escapada para colocar-se no topo da geral dos trepadores. Rafael Silva junta a classificação por pontos à geral individual, Domingos Gonçalves (Rádio Popular-Boavista) é o primeiro nas metas volantes e Daniel Silva (Sicasal/Constantinos/Delta Cafés) é o melhor jovem. A persistência na fuga deu a Filipe Cardoso o Prémio da Combatividade na jornada de hoje. A Aviludo-Louletano-Uli encabeça a tabela coletiva.

O pelotão ruma ao alto Minho para disputar, nesta terça-feira, a segunda etapa. Será uma ligação de 127,5 quilómetros, entre Viana do Castelo e Monção. A partida será dada na Alameda 5 de Outubro, às 14h20, estando a chegada prevista para as 17h30, na Avenida Deu-la-Deu.

Classificações

1.ª Etapa: Viseu – Viseu, 129,2 km

1.º Rafael Silva (Efapel), 3h15m37s (Média: 39,629 km/h)

2.º Daniel Mestre (Efapel), mt

3.º César Fonte (W52-FC Porto), mt

4.º João Matias (Vito-Feirense-BlackJack), mt

5.º Vicente García de Mateos (Aviludo-Louletano-Uli), mt

6.º César Martingil (Liberty Seguros-Carglass), mt

7.º Nicola Toffali (Sporting-Tavira), mt

8.º Domingos Gonçalves (Rádio Popular-Boavista), mt

9.º Luís Mendonça (Aviludo-Louletano-Uli), mt

10.º Francisco Campos (Miranda-Mortágua), mt

Geral Individual

1.º Rafael Silva (Efapel), 3h15m27s

2.º Daniel Mestre (Efapel), a 4s

3.º César Fonte (W52-FC Porto), a 6s

4.º Domingos Gonçalves (Rádio Popular-Boavista), a 7s

5.º Filipe Cardoso (Rádio Popular-Boavista), a 8s

6.º Joni Brandão (Sporting-Tavira), mt

7.º David de la Fuente (Aviludo-Louletano-Uli), a 9s

8.º João Matias (Vito-Feirense-BlackJack), a 10s

9.º Vicente García de Mateos (Aviludo-Louletano-Uli), mt

10.º César Martingil (Liberty Seguros-Carglass), mt

Fonte: FPC

Sem comentários:

Enviar um comentário